segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Coisas de país atrasado

Sabem, por essas e outras é que eu tenho tanto "orgulho" desse país de merda em que vivemos... Terra da pouca- vergonha, da pilantragem, do jeitinho brasileiro, da falta de respeito, e por aí vai.

Pior que vi isso ao vivo, estava hoje almoçando no restaurante e a TV estava ligada no Jornal Hoje, onde a repórter estava prestes a dar algumas notícias sobre o ex-presidente Lula, internado em um hospital (de alta linha, e não na fila do SUS, embora ele sempre disse que a saúde pública brasileira é exemplar), quando aconteceu algo bizarro.



Cara, que absurdo! Um bando de filhos das putas saiu invadindo a reportagem, jogando a pobre repórter pro lado! Sei lá o que esses panariços queriam, devia ser algum protesto escroto! Fiquei ali boquiaberto, minha reação foi a mesma dos apresentadores do jornal, sem entender a falta de educação e estupidez dessa turma!

Alguns minutos depois ela acabou voltando, só para dizer que estava bem. Mas dava pra ver que ela tava muito nervosa, coitada! Tanto que o outro repórter teve que assumir a reportagem no lugar dela...



Sem brincadeira... Que os caras odeiem o Lula e a intenção era falar pras câmeras que queriam ele esticadão, ou que eles odeiem a Globo, nada justifica esse tipo de agressão. Isso tem toda pinta de ser coisa desses estudantes comunistas de universidade pública, bando de desocupado que não faz pôrra nenhuma da vida além de ficar fazendo tumulto. Tá lá a repórter na boa, fazendo o trabalho dela, sem prejudicar a vida de ninguém, e esses arrombados vão lá pra tumultuar. Tinham era que chamar o Capitão Nascimento pra encher esses desgraçados de porrada, pra pegar um cabo de vassoura e enfiar lá fundo até sair pela boca!

Bom, e sabemos bem como vai acabar isso... Se fosse nos EUA já teria aparecido a polícia lá pra descer o cacete nesses merdas e pra jogar na cadeia, mas aqui tudo acaba em pizza...

domingo, 30 de outubro de 2011

Mosquito no Ouvido

Interessante como certas coisas acontecem só comigo, das mais bizarras que se pode imaginar. Às vezes fico me imaginando se não estou em um reality show tipo o Show do Truman, pois só assim para acontecerem certas situações bem peculiares, umas que beiram o absurdo e o ridículo. E vou agora compartilhar uma dessas histórias...

Tem algum tempo e eu estava dormindo, numa boa... Depois de um longo e cansativo dia de trabalho, costumo dormir como uma pedra, embora existam duas coisas que me incomodam pra cacete, e me acordam: gente mal-educada que mora aqui no prédio e fica fazendo barulho na área de serviço (como falando aos berros ou vendo televisão no volume máximo) e mosquitos. Sim, esses pequenos insetos têm uma capacidade inacreditável de me incomodar durante o sono, ao passar zunindo perto da minha orelha, fazendo um zumbido terrível...

Quando um mosquito passa perto de meu ouvido, acordo imediatamente e meio que no instinto dou um tapa do lado da minha cabeça, movimento suficiente para fazer com que o filho da puta se mandasse. E isso sempre funcionava, até um belo dia que um mosquito abusado (e rápido) pra caramba conseguiu a proeza de entrar no meu ouvido...

Sim, isso mesmo! Foi questão de milésimos de segundo, só escutei o zumbido ficando mais alto e agudo, até parar subitamente, junto com uma sensação de que estava com o ouvido cheio. Foi um desespero, bati na minha orelha e nada... Pulei da cama, e naquela do desespero, fui com meu dedo mindinho no ouvido, e aí é me desesperei, pois escutei um rápido zumbido, e até senti o canalha do mosquito se mexendo!

Impressionante como nesses momentos passa umas coisas incríveis em nossas cabeças. Sei lá, ficava imaginando que o mosquito estaria tentando entrar na minha cabeça, e iria fazer a festa em meu cérebro, que nem os escaravelhos do filme da Múmia.

Levantei da cama e fui correndo pro banheiro. Freneticamente, abri a gaveta e peguei um cotonete, puxando o algodão para deixar uma ponta mais fina... A última coisa que eu iria querer seria empurrar o mosquito ainda mais pra dentro. Com muito cuidado, fui mexendo com o cotonete, e então mais um zumbido agudo, dessa vez de doer lá no fundo do crânio! Tanto que eu meio que dei um tapa em minha própria orelha, para ver se isso fazia o bicho ficar quieto.

Justo aquele mosquito estava dando tanto trabalho pra morrer. Mosquitos são relativamente frágeis, eu já matei um só com a corrente de ar que gerei ao mover minha mão, suficiente para jogá-lo contra a parede, não resistindo à pancada. Mas esse continuava insistindo... Com muita cautela, fui mais uma vez passando o cotonete, e nada...

Foram precisas quase umas três ou quatro tentativas até que eu conseguisse tirar o filho da puta. Minha sorte é que ele tinha ficado grudado em um pouco de cêra que havia no meu ouvido (ainda bem por eu ter esquecido de limpar naquele dia...), como se fosse um papel para pegar insetos. E ele ainda estava vivo, apesar de estar meio amassado e todo emporcalhado. Ah, mas eu fiquei fulo da vida com o ocorrido, tanto que coloquei ele em cima da pia e dei um puta tapa em cima dele!


Foi bem tenso... Desde então fiquei com um trauma de mosquito. Quando já escuto o zumbido de um mosquito voando de noite aqui no quarto, pego o lençol e cubro minha cabeça, para evitar um novo episódio desses...

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Meteram no Kadafi!

Notícia no Yahoo:

CNT investiga suposto abuso sexual contra Kadafi


"TRÍPOLI. Entre os muitos episódios obscuros acerca da morte do ditador Muamar Kadafi, o Conselho Nacional de Transição da Líbia (CNT) se comprometeu nesta quarta-feira a investigar rumores de que o ditador tenha sofrido abuso sexual momentos antes de morrer.

Segundo a rede britânica BBC, a investigação é motivada por um vídeo amador, gravado com um celular, que circula pela internet.

As imagens gravadas em Sirta, mostram Kadafi rodeado por uma multidão de combatentes e sendo, supostamente sodomizado. (...)"

É, parece que antes de comer capim pela raiz o ex-ditador líbio acabou foi comendo uns quibes pela porta dos fundos...

Bem que eu desconfiava... Quando apareceu aquele vídeo, mostrando o povo enchendo ele de porrada, imaginei que deviam estar fazendo de tudo com ele, não duvidava nada de que tinha alguém metendo o dedo na bunda dele...

Na minha opinião, bem-feito! Não tenho pena desse filho da puta, teve o que mereceu depois de ter matado tanta gente. Tomara que tenham é metido um mastro de bandeira na bunda desse facínora, até ter saído pela boca! É a lei da selva, olho por olho, dente por dente. Kadafi fudeu seu próprio povo, e agora foi o povo quem fudeu com o Kadafi.

Ah, se a moda pega por aqui... Não ia sobrar um em Brasília!

First


Certamente você já deve ter visto alguma coisa sobre isso, normalmente em blogs onde os comentários estão habilitados... Bom, pelo menos blogs bem mais visitados que esse daqui, mais deserto que academia em cidade de gordinhos. O que me leva uma vez mais a pensar no porquê de insistir com isso daqui, apesar de ter conseguido recentemente conquistar uma pequena mas fiel legião de seguidores...

Enfim, seguindo com o assunto, para quem não sabe essa história de first é algo bem estúpido. Simplesmente é o sujeito que escreve o primeiro comentário da postagem, e que em 99,999% seu comentário não contribui com meleca nenhuma para a discussão: em vez de falar algo inteligente ou contestar de maneira educada, esses pleuras se limitam a apenas escrever "first" no comentário... Seguindo suas variantes, como "first, ninguém me segura!" ou "vai tomar no %&, first!!!"...

Sem brincadeira... Não tem coisa mais escrota do que isso! Nessas horas agradeço por ter poucas visitas aqui, e até agora não apareceu ninguém gritando "first". Fala sério, me digam uma coisa: o que tem de tão grandioso em ser o primeiro a postar um comentário? Ganha algum prêmio com isso? Ou será que é apenas uma forma que pessoas estúpidas e que nunca fizeram nada de útil em suas vidas patéticas encontraram para inflar os seus egos?

Sinceramente, tenho pena desse tipo de pessoa... Fico imaginando, deve ser um moleque na sua adolescência estúpida, que fica surfando na internet procurando blogs e sites, e sem sequer ler sobre o assunto vai lá e coloca um comentário, só para dizer que foi o primeiro... Ou então o cara pode até seguir determinados blogs, mas fica checando com ansiedade para ver se há alguma atualização, para ser o primeiro a comentá-la... Lastimável...

Se não tem nada de útil para comentar, faça o favor de ficar calado, pôrra! Baita brincadeira sem graça e infantil!

Ah, se e aparecer alguém aqui escrevendo "first", vou chamar o Charles Bronson para mandar lembranças...


sábado, 22 de outubro de 2011

A beleza das aeromoças...

Embora eu seja um texugo, como tantos outros em diversas oportunidades eu estou à bordo de um avião, seja viajando para um destino legal para as minhas férias ou para um lugar sem graça à serviço. E infelizmente tenho viajado muito mais à serviço, passo boa parte do meu tempo durante a semana encarando a ponte aérea, maior parte dele preso nos aeroportos ou no trânsito caótico de São Paulo.


Apesar de tudo, eu pessoalmente gosto muito de viajar de avião. Sempre fui fã da avançada tecnologia das aeronaves, com toda a potência ensurdecedora dos motores na decolagem, a aerodinâmica para cruzar o céu azul em altíssima velocidade e toda a emoção da porrada dos trens de pouso durante a aterrisagem. É a melhor coisa, pois contar com os lanchinhos dos vôos nacionais é difícil, apesar de algumas companhias como TAM e Azul ainda manterem algo razoável, outro dia na TAM o lanche era cachorro-quente! Bem melhor que Webjet e Gol...

Mas eu estaria mentindo se eu dissesse que nada mais me agrada ao viajar de avião. Sim, o leitor de longa viagem sabe que nunca perco uma oportunidade de apreciar a sempre cativante beleza feminina, e dessa vez venho aqui para falar daquelas profissionais que estão nos aviões para servir lanchinhos, apresentar instruções de segurança e tornar as viagens agradáveis para todos os passageiros, as aeromoças...


Seja sincero, nobre leitor que já teve a oportunidade de viajar de avião... Vai me dizer que você nunca babou por uma aeromoça? Sempre elegantes e sorridentes, não tem como não ficar cativado por uma bela comissária de bordo. É mais um daqueles fetiches que atrai nove entre dez homens... Dando uma viajada psicológica, acho que no fundo todo homem gosta de ter uma mulher que cuide dele, que seja a sua servente, e o trabalho da aeromoça é esse mesmo, de atender os passageiros do vôo da melhor maneira possível.


Feministas de plantão, esse é o momento para vocês descerem a porrada em cima de mim, mas acho que não estou sendo preconceituoso ou ofensivo ao dizer isso, diria que é quase um fato consumado. Por mais que os homens modernos digam que admiram a independência da mulher e defendam a igualdade (o que eu acho justo), a carne é fraca e ter uma bela mulher que cuide de seu bem-estar dá uma sensação de segurança e conforto muito grande.


É só ver os principais fetiches que os homens têm: afinal de contas, o que a aeromoça, a enfermeira, a secretária e a empregada (de preferência vestida com aquele traje francês) têm em comum? Todas elas cuidam do homem, e é por isso que digo que 99,99% dos marmanjos se derrete quando aquela comissária gatíssima de debruça sobre eles para oferecer um lanche, mesmo que seja um mísero pacotinho de amendoins...


Claro que nem sempre temos essa sorte... Muitas vezes somos obrigados a encarar vôos com comissárias que já passaram do ponto, verdadeiras aerovelhas com cara enrrugada e algumas toneladas de maquiagem para tentar esconder a idade. Aí o fetiche da aeromoça gata perde espaço para um pesadelo como uma professora velha do colégio que te colocava de castigo ou aquela tia peruona que viva enchendo teu saco.


Toda profissão tem sua duração, e principalmente no trabalho de comissária de bordo isso tem que levar em conta a jovialidade e vitalidade da garota (pronto, se as feministas ainda não pediram a minha cabeça, agora certamente vão querer me ver pendurado pelas bolas!). Certa vez vi num vôo da TAM uma comissária que era tão velha que devia ter começado na profissão trabalhando a bordo do Zeppelin. É de doer a vista, nada mais decepcionante que uma aerovelha jurrásica e pelancuda... E o pior de tudo, fazendo toda uma pose de gostosona! Nada mais broxante que ver uma mulher com idade para ser sua avó dando em cima de você.

Bom, mas certamente não é tão ruim quanto os aerogays... Antes que venham me criticar por preconceito e tudo mais (fico feliz em saber que cada vez temos mais "liberdade de expressão"), nada contra o cara querer ser homossexual... Mas bem que eles poderiam manter um pouco a compostura! Fala sério, você vê as comissárias mulheres todas recatadas e discretas como verdadeiras damas, e do outro lado ficam os aeroboiolas desmunhecando, cheio de exageros... Em outro vôo da TAM tinha uma dessas "moças", que ficava andando toda rebolativa pelo corredor e se dirigindo aos passageiros com uma voz forçada, parecendo querer mostrar para todo mundo que gosta de ser abraçado por trás pela causa gay... Muito desagradável...


Pior ainda quando eles ficam falando dos passageiros homens! Teve uma vez num vôo da Gol que tive o azar de ter duas aero-bichas, uma mais fresca do que a outra. Eu estava sentado bem na frente, perto da porta de entrada, e dali dava pra escutar as duas "donzelas" falando que tinha passado um passageiro bonito e outras bobagens... Nessas horas agradeço por ser mais feio que um ornitorrinco, pois só assim para não ser alvo de cantadas de aerogays.

Mas vamos voltar ao que interessa, as belíssimas aeromoças, muito melhor não concorda? Acho que depois de ter que aturar a jurássica e os dois bambis acima, posso abusar um pouco mais...


Falando a nível de Brasil, voei uma única vez pela Azul e poucas vezes pela Avianca (antiga Ocean Air), e embora ambas tenham se tornado as minhas favoritas pela qualidade de seus aviões, com direito a TVs individuais e ótimos lanches, devido às poucas horas de vôo acumulados pouco posso falar a respeito do contingente de comissárias dessas companhias. Quanto à Webjet, já voei algumas vezes pela empresa (afinal, é a mais barata e lá onde eu trabalho estamos sempre em épocas de sérias restrições orçamentárias), e me recuso a falar dessa companhia sofrível, na qual hoje precisamos pagar por até um maldito copo d'água. Maldita política de corte de gastos das companhias aéreas... Se pelo menos os cortes estivessem chegando também aos uniformes das aeromoças...


Cacetada, mais uma daquelas piadas estupidamente escrotas para a minha vergonhosa coleção. Melhor parar de tentar inventar e seguir em frente, para fechar logo esse post...

Vou começar pela Gol, pela qual eu comecei a voar com mais frequência, depois do fim da Varig. Ultimanente ela se porta como uma empresa popular, logo o serviço de bordo vai ficando cada vez mais e mais simples, com as famosas barrinhas de cereal ou amendoim para qualquer vôo no território brasileiro. Mas não posso deixar de notar que o vestuário das comissárias da gol é bem sensual, com aquela blusa branca bem justinha... Sem falar no toque especial da manga: pode parecer bizarro, mais parece uma manga cortada, deixando uma pequena e discreta camada dos braços expostos... Mas funciona!


Por sua vez, a TAM é mesmo a empresa de ponta na atualidade no Brasil. Embora não chegue aos pés da Varig em seus tempos áureos, é realmente a que tem de melhor a oferecer em termos de qualidade. Quanto às suas comissárias, elas adotam um visual mais clássico e padrão, com o blazer azul e sempre com um lenço vermelho enrolado no pescoço.


O que acontece é que a proporção de comissárias gatas nos vôos da TAM é impressionante, uma coisa de louco! Certa vez peguei um vôo para Porto Alegre, e lá havia uma comissária encantadoramente linda, uma japonesinha maravilinda, com aquela beleza exótica que apenas a miscigenação de orientais e brasileiros proporciona. Fiquei a viagem todo ali, babando que nem um velho desdentado pela garota, me apaixonei...


Outra vez, estava fazendo uma ponte aérea, e havia uma comissária da TAM simplesmente maravilhosa, um absurdo de linda! A mulher tinha mais curvas que a pista de Mônaco, com todo respeito ela tinha um corpo que parecia ser de atriz pornô, porém super doce e meiga... Sem brincadeira, parece muito com a da foto de baixo... Desde o momento que entrei no avião e fui recebido por ela e seu singelo "boa noite" até a hora que desci do avião, não tirava os olhos dela...



Falando sério (pelo menos em um parágrafo), as comissárias merecem mesmo nossa consideração. Sim, falo na boa agora, e incluo nessa todos os tripulantes, contando também pilotos, co-pilotos, aero-velhas e aero-gays... É uma profissão que é bem desgastante, tendo que trabalhar horas em um ambiente relativamente nocivo para o ser humano: afinal de contas, ficar dentro de um avião em um constante decola-e-pousa não deve ser muito agradável, só com uma viagem de 40 minutos para São Paulo fico com a cabeça doendo e o ouvido zumbindo, imagina isso toda hora. Principalmente aqueles que fazem vôos internacionais. Sem falar que fico imaginando o que as comissárias gatas devem sofrer nas mãos de passageiros tarados...

"Tarados como você", devem estar berrando agora as feministas! Calma, não façam acusações precipitadas! Admito que não resisto ao charme das aeromoças, e até admito que em algumas raras ocasiões ficava tão encantando a ponto de flertar um pouquinho... Mas nada demais, só aquela troca de olhares, e nada mais. Porém, não duvido que devem ter caras que são tarados mesmo, que devem tentar passar a mão na bunda delas quando passam pelo corredor ou soltam cantadas horríveis como "você pega meu amendoim?"... Deve ser bem desagradável, já imagina se a aeromoça mete um tapão na cara dos abusados?


Enfim, realmente as aeromoças me encantam demais... Depois dessa postagem, estou achando que vou começar a largar de procurar garotas na noite e ir no aeroporto. Quem sabe não arrume uma namorada comissária? Ia ser bem interessante, chegar no final do dia e buscá-la no aeroporto, e ela vindo toda elegante... Bom, e mesmo que não consiga uma namorada aeromoça, sempre se pode arrumar uma fantasia para aqueles momentos a dois...


Pior que acredito que toda essa minha fascinação fantástica não é tanto pela questão serviçal que mencionei acima, diria que é pela sua elegância. Sim, mulher elegante pra mim é algo que não resisto, e da mesma forma que acontece com as repórteres de TV (as quais já falei aqui e aqui), as aeromoças sempre vão ser admiradas por esse humilde e solitário texugo.



Pra finalizar, uma piadinha, vamos ver se consigo melhorar a qualidade de meu humor (embora claro que a piada não é minha):

Estava lá o vôo numa boa, onde haviam uma comissária escandalosamente gostosa. Ela está lá atendendo os passageiros, quando o piloto dá alguns anúncios pelo sistema de som, dizendo a velocidade, a altitude e outras bobagens que ninguém está interessado. Depois de terminar seu comunicado, ele se vira para o co-piloto:

"Cara, segura aqui pra mim... Eu vou lá dar uma cagada e depois vou traçar aquela aeromoça gostosona!"

Só que o idiota havia se esquecido de desligar o microfone, e assim todo mundo no avião ficou sabendo de seus planos. No desespero, a comissária larga tudo que estava fazendo e corre em direção da cabine, para avisar o comandante da gafe, mas acaba tropeçando e caindo no colo de uma velhinha... A senhora então sorri e diz:

"Calma, moça... Ele vai no banheiro primeiro..."

É... meu humor continua uma merda mesmo! Melhor encerrar por aqui...


quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Flamerdalhos...

Olha ele aí de novo! Volte sempre!

Hoje na rua, vi várias pessoas andando com a camisa do Framengo. Tudo isso mesmo depois do mais odiado do Brasil tomar um sacode fenomenal do Universidad do Chile (de novo!) na Sulamericana ontem. Sim, perdem de maneira homérica em casa, digna de entrar na lista das derrotas mais vergonhosas, e ficam ainda ostentando a camisa de seu clube de merda.

Por que será que eles fazem isso?

(a) É porque flamenguista é uma corja de arrogantes, metidos que só eles, comem sardinha e querem ficar arrotando caviar. Ficam se achando os melhores do futebol brasileiro mesmo depois de tomar uma surra de um timinho chileno...

(b) Porque flamenguista é pobre, que não tem dinheiro pra comprar roupa, seu guarda-roupa é limitado e pra essa quinta-feira só sobrou aquela camisa do Flamerda comprada na Uruguaiana e que estava largada atrás do sofá.

(c) É pra comemorar mesmo! Afinal de contas, flamenguista que se preze não ia perder a oportunidade de celebrar quando toma de quatro...

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Dia do Comerciário (?)

Hoje eu estava voltando do trabalho, satisfeito por ter conseguido sair no horário (normalmente sempre alguém me segura para fazer alguma coisa), e havia decidido dar uma passada no shopping para dar uma olhada nas lojas... Sim, tem horas que as roupas começam a ficar velhas, o tênis com a sola gasta e as cuecas furadas, e aí preciso dar uma renovada no guarda-roupa, e justamente hoje, tendo um pouco mais de tempo do que costumo e aproveitando a claridade devido ao horário de verão, achei que seria uma boa idéia dar um pulo no shopping...

Sim, eu sempre me estrepo, e hoje não foi diferente: eu ignorava por completo que hoje era o Dia do Comerciário, e a imensa maioria das lojas e centros comerciais não abre! Imagina só a minha cara ao chegar na pôrra da entrada do shopping e ver tudo fechado...

Bem, mas o motivo da minha postagem não é reforçar a minha habilidade de sempre me dar mal, mas sim para falar um pouco desse "feriado" do dia do comerciário, uma questão que me deixou bem encucado...

Pombas, quem afinal de contas usa essa palavra comerciário?

Sério, eu nunca usei essa palavra, e imagino que a imensa maioria das pessoas nunca o fez. Como chamamos a pessoa que trabalha no comércio? De comerciante, ora bolas! Então, por que não é Dia do Comerciante?

Parece que eu tenho muito tempo livre, para ficar pensando (e escrevendo) sobre assuntos tão fúteis, mas fiquei curioso com esse termo, o porquê de ser comerciário... E sabia que existe uma diferença?


Sim, o Aurélio me veio tirar essa dúvida... Comerciante é aquele que tem o negócio, o chefe; enquanto que o comerciário é aquele que trabalha no comércio, o "peão". Ou seja, o comerciário trabalha para o comerciante...

Tá vendo? O blog aqui não é só de piada e fotos de mulheres, também tem um pouquinho de cultura! Se bem que pra mim, comerciante e comerciário... tudo a mesma merda...

domingo, 16 de outubro de 2011

As belas da Band

Você se lembra da postagem que eu fiz sobre algumas das apresentadoras de telejornais mais bonitas da televisão? Se ainda não viu, é só acessar esse link. Lá fica claro que as primeiras colocadas apresentam programas na Bandeirantes. E não é por acaso, nessa emissora tem umas jornalistas muito gatas e de tirar o fôlego. Todas elas elegantes e curvilíneas, sem falar que extremamente cultas e inteligentes. Ah, o tipo ideal de mulher pra mim...

Como falava na postagem mencionada, jornalistas de telejornais me atraem muito, diria que é um visual que me agrada bastante, assim como tem sujeitos que têm fetiche por meninas vestidas de colegial ou mulheres-frutas de bundas desproporcionais e obcenas (sim, tem gente que gosta de qualquer merda). Eu confesso que ver uma mulher elegantemente vestida é algo muito interessante, passa uma imagem atraente e feminina, de inteligência e delicadeza. Diria que eu ficaria ainda mais atraído por ver uma mulher vestida com uma roupa elegante tipo as jornalistas costumam usar do que trajando um biquini indecente...

E realmente a Bandeirantes tem muito bom gosto ao escolher as jornalistas e repórteres que aparecem em seus telejornais, talvez seja até uma estratégia destinada a aumentar a audiência. Bom, quando fiz a primeira postagem, nas primeiras posições ficaram com duas gracinhas muito simpáticas, e embora já tenha falado delas, não custa lembrar da beleza delas. Começo já com uma que é hoje quase uma unanimidade, a belíssima Ticiana Villas-Bôas, que pode ser vista quase todos os dias no Jornal da Band. Muito meiga, simpática, sempre encantando com o seu delicado sotaque soteropolitano...


E outra que já foi mencionada aqui é a repórter mais gracinha que já vi, a Millena Machado. Puxa, essa é pra casar, muito doce e linda! Mas diria que ela agora é uma ex-Band Girl (cacetada, essa foi horrível), pois Millena deixou a Band para ir para a Globo. Hoje ela pode ser vista nas manhãs de domingo no Auto Esporte, uma presença quase que despercebida na emissora do plim-plim...


Bom, vamos então ver algumas outras beldades dos noticiários da Bandeirantes, na opinião deste texugo...

Outra que vem me encantando ultimamente é a Izabella Camargo, que aparece ocasionalmente no Jornal da Band quando a Ticiana está fora, normalmente nos sábados. Possui uma beleza muito atraente e elegante, como uma daquelas donzelas de antigamente.


Apresentando as notícias aqui do Rio de Janeiro, tem a meiga Thaís Dias. Ela costuma ser vista no jornal da noite, muito simpática, embora não sei porque as imagens desse jornal são de baixa qualidade, não fazendo justiça à beleza dessa apresentadora muitas vezes esquecida, difícil achar fotos dela...


Outra que apresenta as notícias locais, mas na parte da manhã, é a meiguinha da Mariana Rozadas. Sofre com os mesmos problemas de imagens de baixa qualidade (será que as câmeras da Band Rio são uma droga?), mas não deixa de demonstrar um jeitinho bem doce. Que sorriso lindo!


Mais uma belíssima apresentadora, que também mudou de emissora, é a Flávia Noronha. Costumava apresentar na Band News, depois ficou um tempo em programas de esportes até ser levada para a RedeTV, naquela bosta do TV Fama. Sem dúvida linda de fazer meus globos oculares pularem das órbitas, um absurdo de gata!


Para fechar, não sei se podemos colocar a próxima beldade como jornalista de fato... Embora Monica Iozzi faça reportagens bem interessantes (como aquelas que ela vai no Congresso para mostrar a pouca vergonha de nossos deputados), sua atuação é mais voltada para o humor, participando do CQC. Muito simpática e jeitosa... Sem falar que mulher de terno e gravata é um visual bem cativante, embora eu não goste de usar esse tipo de indumentária...


Bom, é isso! Claro que existem outras apresentadoras da Bandeirantes que são bem bonitas, porém que são na verdade "medalhões" que ganharam seu espaço mais pela aparência ou pela fama do que pela competência jornalística das moças acima (pelo menos, a princípio), como a Luize Altenhofen e a puta da Adriane Galisteu, vagabunda que só ganhou fama por ser namorada do Senna quando ele morreu...

Chega por hoje... Já cumpri a minha postagem apelativa com fotos de belas garotas, para tentar driblar a solidão...

***** UPDATE - 22/10/2011 *****

Havia me esquecido de mencionar uma outra apresentadora da Band que não fica muito atrás, contribuindo para o time de belas jornalistas da emissora. Ela se chama Caroline Nogueira, a vi inclusive agora há pouco no Jornal da Band. Bem elegante e simpática também, pena que quase não há fotos dela na Internet...