quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

Mega-Sena da Virada

É, meu amigo, amanhã vão sortear a super Mega-Sena, com um prêmio absurdo que deve passar dos 140 milhões de reais! É dinheiro pra c@%&lho!

Tem pessoas que nem conseguem imaginar o que fariam com toda essa grana... Eu porém já tenho uma idéia, como nosso amigo aqui embaixo:



Já fiz a minha aposta, e agora só resta torcer... Se bem que como sou tão azarado como o meu Botafogo, as chances são de que vou ficar só sonhando mesmo...

terça-feira, 29 de dezembro de 2009

Post N° 100

É isso aí, antes da virada para 2010, chegamos à postagem de número 100 do Texugo Maluco!

Certamente eu me sentiria um pouco mais contente se houvesse alguém por aqui visitando o site, mas em todo caso é um marco a ser lembrado. Afinal de contas, não é todo mundo que consegue ser teimoso a ponto de continuar escrevendo um blog, mesmo sabendo que o Ibope daqui é menor que da programação da madrugada da TV Educativa!


quinta-feira, 24 de dezembro de 2009

Amigo Oculto


Fim de ano, Natal já na esquina, e uma coisa bastante comum principalmente entre colegas de trabalho e turmas de colégio é a clássica brincadeira de amigo oculto. Sem dúvida algo bem divertido, com toda aquela ansiedade do sorteio, a curiosidade de saber quem te tirou, sem falar que ajuda a economizar um pouco nessa época onde a carteira fica quase vazia... Existem diferentes versões, como o inimigo oculto, ou aquela versão onde se sorteia na hora a pessoa, mas o mais interessante ainda é o amigo oculto original.

O mais interessante é que hoje com o avanço da Internet, existem vários sites onde é possível realizar o sorteio do amigo oculto. Tudo bem que isso afasta a nostalgia dos papeizinhos dobrados sorteados um a um pelos participantes, mas o uso dos sites especializados além de ser uma prática mais amigável com o meio ambiente evita também aquele famoso risco de alguém sortear a si mesmo e ser necessário sortear tudo de novo, algo comum quando são poucos participantes. E nesses sites é possível fazer outras coisas, como colocar a lista de sugestões de presentes, e até mesmo enviar recados para a pessoa que o sorteou sem que você saiba quem foi.

Eu particularmente gosto da brincadeira, mas acabei ficando um bom tempo sem fazer. Ano passado no trabalho fizemos um mega amigo oculto, todos aqui do Rio participaram, deviam ter em torno de umas 20 pessoas. Mas confesso que não foi muito agradável, pois ganhei algo muito baratinho e ainda precisei cometer o pecado de pisar no clube do Flamengo para comprar para a pessoa que sorteei um boné que só vendia lá. Nesse ano, não tivemos a brincadeira no trabalho, mas acabei participando de um amigo oculto junto com duas amigas do escritório e alguns de seus ex-colegas de trabalho, pelo menos dessa vez foi algo bem legal pois era um grupo menor, e ainda tive a felicidade de ter sido sorteado pela minha melhor amiga!

Mas a verdade é que o amigo oculto muitas vezes traz uma série de dificuldades e problemas, que normalmente depois que a partilha dos presentes é feita, uns ou outros acabam reclamando de alguma coisa que aconteceu. Uma coisa bastante comum tem a ver com o preço do presente: define-se um teto limite, normalmente algo entre 30 e 50 reais, embora hajam casos mais extremos, como o amigo oculto "de pobre" com presentes de R$1,99. Acontece que é um limite superior apenas, ninguém estabelece um mínimo aceitável. Com isso, a probabilidade é grande de que alguém ganhe algo mais barato do que comprou, recebendo um presente que foi comprado "na promoção", saindo assim no prejuízo...

Aliás, não são todos os grupos de amigos que decidem fazer uma lista de sugestões. Eu sei que às vezes é mais legal ficar na surpresa, o que pode ser divertido se todos no grupo se conhecem bem. Porém essa surpresa pode ser tanto positiva quanto negativa, principalmente quando a pessoa que o sorteou não o conhece muito bem isso pode acontecer. E claro que se a escolha for ruim, se prepare para ser algo intragável e bizarro como uma camiseta laranja com bolinhas verdes, um livro de contos argelinos ou um CD como esse abaixo. Nessas horas, prefiro mais receber um vale-presente do que algo que sequer vou aguentar olhar...

AHHHH!!!! Meus olhos!!!!

Ah, e no dia da entrega de presentes, se prepare com uma boa dose de paciência... Afinal de contas, todos os participantes devem estar presentes para começar certinho, mas pode apostar que vai ter aquele retardatário que vai chegar duas horas depois do combinado, pois estava na fila da liquidação para comprar o presente. Se bem que isso é melhor do que outro problema muito comum, quando falta alguém. Cara, acho que não tem nada pior do que isso, aí você vai ficar com aquela ansiedade de torcer para não ter sido sorteado pelo furão, para não ser o otário que dá e não recebe... Na melhor das hipóteses, você recebe o presente depois, mas as chances são grandes de que você vai ficar chupando o dedo.

Existem outros problemas também, principalmente quando se faz o amigo oculto no trabalho. Um deles é ter o azar de sortear o chefe. É uma droga, pois você vai precisar dosar o presente na certa: dê um presente muito barato e ele vai te achar mesquinho, dê um presente muito caro e seus colegas vão pensar que você é um puxa-saco. Ah, e os marmanjos devem esquecer a idéia de dar um presente mais "picante" para aquela colega de trabalho gata, pode ter certeza que vai criar umka situação bem desagradável. Eu já vi isso acontecer, o pior é que foi na época de escola, quando um colega meio tapado deu para uma menina uma lingerie... Cara, mais sem noção impossível!

Enfim, brincar de amigo oculto pode ter os seus problemas, mas certamente é algo bem legal de se fazer, principalmente para juntar os amigos e se divertir no fim de ano, principalmente se for um grupo de pessoas legais, aí você certamente receberá um presente bom. Embora muitas vezes o que conta é não apenas o que se ganha, mas as palavras bonitas a seu respeito que você escutará da pessoa que o sorteou ao apresentá-lo, como esse feliz texugo escutou de sua melhor amiga no amigo oculto desse ano...

É isso aí, e o Texugo Maluco se despede aqui de 2009 desejando para todos os leitores (se é que eles existem) um Feliz Natal e um 2010 com o pé direito!


segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

As belas do jornalismo

Eu já havia falado um pouco sobre como tenho uma certa queda pelas apresentadoras e repórteres dos telejornais, que trazem as notícias e a previsão do tempo com beleza, elegância e charme. Nunca soube explicar direito o motivo disso, talvez seja pelo fato que este simplório texugo sempre teve a sua preferência por mulheres elegantemente vestidas. Por mais que venham questionar minha masculinidade, acho muito mais sexy e atraente uma mulher vestida com roupas simples porém elegantes, como as apresentadoras de telejornais costumam se trajar.

Realmente existem apresentadoras na televisão nacional que são muito atraentes, não deixando nada a desejar a muitas modelos e atrizes, que normalmente são muito mais badaladas pela mídia. Além de belas, são na sua imensa maioria inteligentes, algo que se espera de uma jornalista bem formada, e que na minha opinião as tornam ainda mais atraentes. Sério, sou um texugo que prefiro uma garota de beleza discreta e inteligência como algumas jornalistas do que uma vagaba com bunda de melancia que mal completou o primário.

Dessa forma, não só para embelezar um pouco mais o site mas também para fazer justiça a essas jornalistas encantadoras, segue a lista das mais belas apresentadoras da TV brasileira, na opinião deste texugo.

6ª Posição - Flávia Freire


Ela costuma apresentar o tempo de vez em quando nos jornais da Globo, tem um jeito doce de falar que é encantador, mesmo quando está vindo uma tempestade de granizo.

5ª Posição - Renata Vasconcellos


Divide a bancada do Bom Dia Brasil com uma bichona velha que gosta de tomar vinho. A Renata não aparenta a idade que tem, e acredito que poucas mulheres conseguem ser tão elegantes logo de manhã cedo.

4ª Posição - Luciana Ávila


Costumava vê-la antes na GloboNews, agora ela pode ser vista no Esporte Espetacular. Super delicada e muito graciosa, ainda mais com esses olhos verdes e jeito de menina.

3ª Posição - Maria Paula Carvalho


Caramba, essa gracinha é de derreter corações! Costuma apresentar o programa Via Brasil na GloboNews, e pode ser vista também de corpo inteiro e com roupas mais "interessantes" no Globo Comunidade. Muito bonita, sem falar que é bem simpática e inteligente...

2ª Posição - Millena Machado


Pode ser vista na BandNews, e costuma aparecer na TV aberta no Jornal da Band. Cara, não tem apresentadora mais meiga e doce, não dá para resistir a esse sorriso angelical, ainda mais quando ela se despede no final do jornal. Muito gatinha!

1ª Posição - Ticiana Villas-Boas


Mostrando que em termos de apresentadoras a Band dá uma lavada na Globo, a Ticiana está no time titular do Jornal da Band. Seu rosto delicado, seu sorriso encantador e mesmo seu sotaque meigo a tornam a apresentadora de telejornais mais linda, na opinião desse texugo (e essa última foto de biquini... caramba!).

Menção Honrosa - Valéria Monteiro


Essa aqui vem de alguns anos atrás, ela costumava apresentar o Jornal Nacional e hoje já se aposentou da profissão. Na época, não havia jornalista mais bela na TV.

sábado, 19 de dezembro de 2009

Acharam o Bigode!

Não sei se você se lembra de uma postagem que fiz no início desse ano a respeito dos papagaios de pirata, aquelas figuras folclóricas da televisão nacional que tem o peculiar costume de aparecer estrategicamente no fundo das reportagens ao vivo dos principais telejornais. Caso você tenha lido o post acima (o que acho difícil, pois aqui é mais deserto do que uma sorveteria no Pólo Norte) ou se você pelo menos já percebeu os tipos engraçados que atuam como papagaios de pirata nas telas da emissora do plim-plim, certamente você se lembra do gordinho de bigode e camisa azul, que sempre aparece olhando o relógio...

Após uma passeada na Internet, acabei achando aqui nesta página do site Opinião e Notícia uma reportagem que fala também sobre a invasão dos papagaios de pirata, e imagina só a minha surpresa ao ver que o autor do texto conseguiu uma proeza digna de um prêmio: descobriu a identidade do Bigode!

Foto obtida da página da reportagem do Opinião e Notícia

O Bigode tem nome, se chama Luciano Ezequiel de Lima, e está na "profissão" de papagaio de pirata desde 2001! Com a ajuda de um informante de dentro da Globo, o Bigode está sempre procurando aparecer nas imagens. Uma verdadeira celebridade!

sábado, 12 de dezembro de 2009

Exames enjoados

Ontem eu tive que fazer alguns exames pedidos pela minha médica, faz parte do sempre necessário check-up anual. Apesar de estar ciente da importância desses exames de rotina, certamente eles obrigam você a passar por situações um pouco desagradáveis. Não falo dos exames de sangue, fora a rápida picada da agulha em seu braço, não tem nada demais. Falo daqueles que envolvem avaliar o que tem de bom ou de ruim naqueles dejetos que normalmente despejamos no vaso sanitário.

Um exame bem constrangedor é o de urina, realmente é bem desagradável ter que mijar num pote. Um primeiro complicador é que normalmente é necessário coletar a primeira urina da manhã, e como a grande maioria das pessoas sempre vai dar um pit-stop no banheiro assim que acorda, a chance de se esquecer é grande. E antes fosse isso, assim que levantamos da cama, é comum ainda estarmos meio grogues e sem coordenação motora... Cara, às vezes com sono já é difícil não errar a privada, imagina só acertar um copinho de plástico!

Realmente, as chances de fazer uma porcalheira são grandes, felizmente nós homens somos dotados de um "instrumento" que torna a tarefa de mijar num copo relativamente mais fácil do que como deve ser com as mulheres... Mesmo assim, vale a pena pegar um bolo de papel higiênico para segurar o pote, evitando molhar as mãos caso você derrame um pouco fora.

Na maioria das vezes, só é preciso coletar essa urina da manhã, que deve ser despejada do copinho em um tubo plástico especial que alguns laboratórios fornecem. O pior é quando o médico pede para coletar toda a urina ao longo de 12 horas, ou pior ainda, durante 24 horas! Não consigo imaginar como é isso, só sei que certa vez estava no laboratório esperando para ser atendido, e a senhora na frente iria fazer esse exame. Ela recebeu da atendende uma garrafa plástica que no mínimo devia ter 1 litro e meio de capacidade! Simplesmente bizarro, imagina só ter que encher a garrafa... Isso me lembra a antológica cena do Debi & Lóide, na qual o Jim Carrey se livra do aperto numa meia dúzia de garrafas de cerveja.



Mas certamente o exame de urina não é tão degradante como o de fezes... Também é preciso colocar suas necessidades em um pote mínimo, e nesse caso é praticamente impossível acertar "de primeira". É, meu amigo, se seu médico te passou esse exame, não tem jeito, você vai ter que bolar um meio de largar o charuto em um lugar temporário. Aí é que vale a criatividade: pode ser um daqueles pratos plásticos descartáveis ou então existe a solução "cachorrinho", de espalhar um jornal no chão do banheiro e descarregar o braço de macaco ali. Mas nesse caso é importante recolher uma parte que não tenha entrado em contato com o jornal, ou vão achar que você pegou a bosta do cachorro. É mais jogo forrar o chão com papel toalha ou então com aquela cartolina que você usou para apresentar o trabalho da aula de Ciências no primário, mais limpos que o jornal do dia a dia. Tem pessoas mais engenhosas que montam todo um dispositivo no vaso, prendendo um saco plástico aberto debaixo da tábua, criando algo como uma rede de circo para pegar o cocô acrobata. Outros preferem usar a tática do hovercraft, enchendo o vaso de papel higiêncio para que o churro não entre em contato com a água, mas cuidado para não entupir a privada. Enfim, independente da solução que você arrume, certamente será algo extremamente desagradável e constrangedor, que deve ficar apenas entre você, sua flor de oríba e a privada.

Bom, e depois de despejar a criatura marrom no local temporário desejado, como fazer a transferência de uma pequena amostra mau-cheirosa para o potinho? Normalmente na tampa do pote vem uma pázinha e cabe ao coitado cortar uns pedaços e jogar no pote. Claro que existe a possibilidade de que o laboratório do seu exame esteja com uma política de corte de gastos, e não ter pázinha. Uma vez mais, a criatividade é a solução: qualquer objeto chato funciona, pode ser aquela faca de manteiga velha, um palito de picolé ou um cartão de crédito vencido. Na falta de qualquer objeto, o jeito é enrolar seu dedo em pelo menos 8 camadas de papel higiênico, respirar fundo, fechar os olhos e usar o dedo...

Antes de prosseguir, levanto uma curiosidade: como é que o sujeito faz se estiver com diarréia? Talvez tenha que usar uma bacia para coletar o milk-shake fedido... Bom, não tem como não lembrar de outra cena do Debi & Lóide, não é?



Na maioria das vezes, você vai querer entregar o exame logo em seguida. Isso é o ideal, não apenas por razões clínicas, mas o quanto antes você se livrar das necessidades em conserva, melhor. Mas podem haver situações nas quais não é possível ir imediatamente ao laboratório, e nesse caso o destino das nojeiras que você guardou no pote é a geladeira. É de bom tom avisar os demais moradores da casa do que está lá dentro, seria bem complicado para a harmonia do lar se alguém pensar que aquele potinho escondido é uma dose de suco de abacaxi ou de mousse de chocolate...

Chegou a hora de ir até o laboratório, muita calma nessa hora. A primeira providência é arrumar um saco plástico que não seja transparente, pegaria muito mal andar na rua e todo mundo ver que você está levando suas necessidades fisiológicas para passear. Certifique-se de que o pote está bem fechado, para evitar que alguma coisa derrame fora, o que não só seria extremamente desagradável, mas também iria fuder com todo o seu trabalho até o momento, e você teria que coletar de novo no dia seguinte. Se for de carro para o laboratório, cuidado redobrado ao dirigir, recomenda-se deixar o pacote no piso em frente ao banco do carona, e evite a todo custo arrancadas, freadas bruscas, curvas fechadas e ladeiras. Se possível, vale a pena contar com a ajuda de um companheiro, para ficar segurando os potes... se você tiver a sorte de arrumar um amigo que não se incomode de ficar segurando um pote cheio de suas necessidades.

Mas a parte mais terrível de todas é no momento em que você chega no laboratório. Pode ter certeza que apenas no exato dia no qual você está trazendo um pote com seu mijo ou sua merda é que vai ter uma enfermeira maravilhosa como essa aí de baixo para receber o seu exame...


Pra completar seu dia, só falta descobrir no exame de urina que você tem um pedregulho nos rins e no de fezes ficar sabendo que tem uma solitária fazendo a festa nos seus intestinos...

sábado, 5 de dezembro de 2009

Feriados da Bola

Ontem tivemos o sorteio dos grupos da Copa do Mundo, e a seleção brasileira acabou ficando junto com uns times meio indigestos. Fora a fraca Coréia do Norte, o Brasil terá que enfrentar a Costa do Marfim, um dos melhores times africanos, e a sempre perigosa seleção de Portugal. Vendo em um primeiro momento, os grupos ficaram muito bem equilibrados e a Copa do ano que vem promete.

Sou um texugo que gosta de assistir uma boa partida de futebol, e uma Copa do Mundo é sempre aquela oportunidade aguardada ansiosamente a cada 4 anos para ver as melhores seleções do mundo lutando pelo caneco. Mas a Copa também traz outras coisas que me agradam bastante além do bom futebol. A primeira coisa que espero ansioso é voltar um pouco à minha infância ao colecionar as figurinhas da Copa. Desde a Copa de 1986 sempre compro o álbum de figurinhas oficial, tenho todos eles até hoje comigo. Todos eles completos do início ao fim, com exceção do primeiro deles, onde falta a seleção da Irlanda do Norte. Aliás, caso uma alma caridosa queira me oferecer essa famigerada figurinha de mais de 20 anos, esse texugo ficaria extremamente feliz de chegar ao 100% de preenchimento dos álbuns...

Sem falar que nesse nostálgico álbum não eram apenas as figurinhas que vinham no pacotinho: também vinha uma cartela de um jogo, onde você devia raspar as bolinhas e assim percorrer o caminho até o gol do adversário. Um barato!


Mas outra coisa que me agrada bastante é que em dia de jogo da seleção brasileira, é como se fosse um feriado nacional e tudo pára. Era de se esperar de uma nação bem preguiçosa como a nossa, e acabo me igualando ao restante do povo ao pensar nos dias que não vou precisar ir ao trabalho ou terei apenas meio-expediente. Claro, existem empresas que não param, no lugar onde eu trabalhei antes o nosso chefe não autorizava ninguém a folgar, se quisesse teria aquele dia descontado do salário. Claro que ele não aparecia, e graças à Internet conseguimos assistir os jogos no escritório.

Pensando já no que está vindo, esse exausto texugo coloca a seguir as datas dos jogos do Brasil, já tentando prever quais os possíveis resultados para as fases finais também.

1ª Fase:

Brasil x Coréia do Norte (15/6, às 15:30) : é uma terça, chance de meio-expediente.

Brasil x Costa do Marfim (20/6, às 15:30) : é num domingo...

Brasil x Portugal (25/6, às 11:00) : numa sexta-feira, dá pra rolar um fim de semana prolongado!

Oitavas de Final:

Se o Brasil ficar em primeiro, ele joga na segunda, dia 28/06; porém se ficar em segundo, o jogo será na terça, dia 29/06. Independente do dia, o jogo será às 15:30, ou seja, grande chance de mais um dia com meio-expediente. Embora possa não fazer diferença, o ideal é que o Brasil termine o seu grupo em primeiro, você já vai ver o porquê...

Quartas de Final:

Caso o Brasil tenha terminado a 1ª fase na liderança, ele joga no dia 02/7 às 12:00, que é uma sexta de novo, e mais uma oportunidade de fim de semana prolongado! Agora, se ele ficou em segundo na fase de grupos, nas quartas de final ele jogaria no sábado dia 03/7, e aí não ajuda em nada...

Semifinal:

Bom, por aqui não vai fazer muita diferença, dependendo dos resultados na fase de grupo o Brasil jogará ou no dia 6 ou 7 de julho (terça e quarta, respectivamente), às 16:30. Acho que dá pelo menos para sair um pouco mais cedo do trabalho...

Final:

A final sempre é num domingo, então não ajuda muito... A não ser que o Brasil ganhe a Copa e a segunda seja dia de ressaca!

Bom, agora só nos resta torcer para a seleção brasileira ir longe nessa Copa. Afinal de contas, dependemos dela para ter algumas folguinhas do trabalho durante essas semanas...

terça-feira, 24 de novembro de 2009

Hit The Bitch

Nos últimos dias uma ONG dinamarquesa lançou uma campanha na internet, a príncipio contra a violência contra as mulheres, em especial destinada a adolescentes. Digo a princípio pois a idéia que os caras tiveram foi de criar um site com o sugestivo nome de Hit the Bitch, com um "joguinho" em flash bem controverso...


Após escolher se você vai usar o mouse ou uma webcam, aparece a garota acima, e que começa a falar algumas coisas em dinamarquês, supostamente o xingando e mostrando pra você o dedo médio. Então, o que fazer? Movendo o mouse você pode simplesmente meter um tapa na cara da garota, sem dó nem piedade!

A cada porrada, um medidor no alto da tela vai saindo da posição pussy para gangsta, algo como indo de um viado mariquinhas para um machão de primeira...

... sem falar que a pobre garota vai ficando cada vez mais machucada, com hematomas e ferimentos no rosto.


Quando o contador chega a 100% gangsta, a moça desaba, e o "jogo" termina.


Por fim a mensagem de moral aparece, com o programa dizendo que você é 100% idiota, mostrando a pobre menina caída no chão chorando, juntamente com mensagens que (acredito eu) devem falar contra a violência...

Apenas como curiosidade nórdica, em um primeiro momento pensei que a frase "gør noget" significasse uma chamada mais severa como "seu cretino", mas a tradução real seria algo como "faça alguma coisa", contra a violência imagino.

Como era de se esperar, uma grande repercussão surgiu ao redor desse "jogo", a ponto de que hoje apenas os dinarmaqueses podem acessar a página. Caso a sua curiosidade em ver esse flash seja tão grande, o Hit the Bitch está disponível neste link.

Eu pessoalmente acho que foi uma idéia muito mal executada pela ONG, pois independente de sua postura, você é encorajado a bater na garota. Não existe a opção de não bater nela, algo que este nobre texugo faria independente de o quanto ela xingasse. Pode até dizer que eu seria um boçal, mas não tenho vergonha de admitir que sou um fiel seguidor do ditado "em mulher não se bate nem com uma flor".

Confesso que só consegui "jogar" tal jogo duas vezes: a primeira por curiosidade, e a segunda apenas para capturar as imagens. Em ambas as oportunidades, me senti mal de bater no rosto da menina, e partiu meu coração quando a vi no chão em prantos. Tá, eu sei que não é real, mas mesmo assim bater numa mulher é uma idéia tão revoltante para mim que mesmo virtualmente não me sinto à vontade... Me lembro até que quando era mais jovem, não achava legal bater na Chun Li ou na Cammy no Street Fighter!

Claro que não duvido nada que deve ter muita gente que se divertiu em dar umas porradas na garota, vendo em sites e fóruns há um monte de marmanjos que acham muito engraçado descarregar sua raiva no rosto dela. Acredito que muitos deles são insensíveis desalmados que não se incomodam com a violência dos dias de hoje, fruto de uma sociedade fria e tolerante com criminosos. E claro que deve ter alguns babaquinhas no meio, que acham que tudo na vida é um videogame, e pensam em bater na mulher como jogam Mortal Kombat.

Mas certamente deve ter no meio muitos que são realmente grandes cretinos que acham certo bater em mulheres, não duvido que em pleno século XXI ainda existam trogloditas machistas e covardes que olham para as mulheres como seres inferiores. Afinal, certamente a tal ONG não teria uma iniciativa dessas se houvesse um total respeito pelas mulheres no mundo, se não existissem canalhas estúpidos que sentem prazer em bater em mulher. Esse tipo de homem é que mereceria estar num jogo desses, eu encheria de porrada com gosto.

Acredito que a grande falha dessa iniciativa é que não há outra opção a não ser bater na menina. Seria mais interessante se você pudesse ficar quieto, sem tocar nela, e depois de alguns segundos você receberia uma mensagem de incentivo e apreciação por sua postura de respeito ao sexo feminino (talvez incluindo a garota sorrindo e mandando um beijinho para o jogador).

Apesar de toda a polêmica ao redor do jogo, pelo menos acho positivo que todo esse episódio colocou em evidência a questão da violência contra a mulher, algo que deve ser combatido. Seria muito melhor que essa mensagem pudesse ter sido passada sem o uso da violência, mesmo que virtual, mas talvez seja melhor levantar o assunto de uma forma relativamente cruel do que simplesmente ignorá-lo.

sábado, 14 de novembro de 2009

Os Aventureiros do Bairro Proibido

Quando me lembro dos tempos de colégio, quando eu estudava de manhã e podia passar minha tarde me casa, volta e meia o programa era assistir a Sessão da Tarde e seus grande clássicos. E certamente não houve filme mais trash do que essa grande obra do cinema, Aventureiros do Bairro Proibido.


Para que não conhece a história, prepare-se pois ela é bem bizarra. O herói do filme é Jack Burton (interpretado por Kurt Russell), um caminhoneiro mal-encarado que entra em uma grande enrascada para ajudar seu amigo, Wang Chi, de Chinatown, cuja noiva foi sequestrada por uma gangue, que também roubou o seu caminhão. Acontece que não se trata de uma gangue qualquer, mas um grupo de malucos liderados por Lo Pan, um feiticeiro chinês de mais de 2000 anos, que precisa se casar com uma mulher de olhos verdes para recuperar a forma humana (uma chinesa de olhos verdes não é algo que se vê em qualquer lugar). E durante todo o filme é ação sem sentido, porradaria e umas tiradas clássicas do durão Jack Burton. Um filme que é tão ridículo que chega a ser engraçado.

Aliás, Jack Burton é um espetáculo à parte, faz todo estilo debochado e anti-herói que nos diverte desde os tempos de Bruce Willis e Arnold Schwarzenegger, com frases de efeito como "Son of a bitch must pay" ou "I was born ready". Tudo bem que ele não é muito brilhante (como na cena onde ele atira com sua arma para cima, derrubando uma pedra em sua própria cabeça), mas no final da história é ele quem salva o dia.

It's all in the reflexes

Mas realmente o que mais chama a atenção são os vilões. Realmente não pouparam em escrotidão quando foram criar os inimigos da história, é um mais ridículo do que o outro!

Uma turma da pesada...

A começar pelo bandidão da história, Lo Pan. Quando ele aparece inicialmente, mais parece um maracujá de gaveta, mas na verdade ele é um feiticeiro sinistro (segundo os personagens no filme, com mais de 12 metros de altura...). Nas duas encarnações, entretanto, não passa de um doido varrido e tarado, louco para arrumar uma mulher de olhos verdes.


Mas pior que os seus lacaios não tem... Os principais são os The Three Storms, ou Trio Parada Dura, três guerreiros com seus super-poderes, embora não tenham muito bom gosto com seus chapéus ridículos.

Coreografia de balé

Começando por Rain, ele tem como super poder a grande agilidade, sendo capaz de pular que nem um gafanhoto. E é o cara na luta com espada, enfrentando Wang Chi em uma das lutas mais bizarras, com direito aos dois voando e guerreando com as espadas.

O seguinte é Lightning, que tem poderes realmente mais maneiros, controlando relâmpagos e tudo mais...


Peraí, me enganei! Esse aí de cima é o Rayden, do Mortal Kombat! Esse aqui que é o Lightning.

Se bem que é um erro admissível, ainda mais considerando que os criadores do clássico e sangrento jogo de lutas admitiram que basearam o Deus Trovão no bandido do filme.

Por fim, Thunder, o sujeito aí embaixo, com cara de que está fazendo força pra soltar um barro.


Quanto ao poder dele, não poderia ser mais escroto: ele simplesmente incha como um balão e explode no final do filme! Um verdadeiro kamikaze!

Não é uma gracinha?

Essa cena abominável é tão estúpida, que vale a pena ver o vídeo:



E tem muito mais, o que não falta no filme são coisas bizarras, como o monstrengo horroroso aí de baixo, o tal do Guardião, que mais parece uma mistura de um polvo com uma almôndega.

Ah, e se você espera ver uma grande luta no final, não se anime muito. Tudo acaba muito rápido, porém sem deixar de ser hilário. Sei que é um spoiler, mas convenhamos, esse filme tem mais de 20 anos, quem não viu não tem direito de falar nada!



Jack Burton, um dos caras mais durões do cinema, mostrando como se faz! Herói macho não perde tempo com lutinhas demoradas ou enrolação, ele parte pra ignorância e resolve numa facada só!

Na cara não, pra não estragar o velório...

Se você ainda não viu Os Aventureiros do Bairro Proibido, corra logo numa locadora e assista, você pode apostar que vai se divertir muito com as loucas aventuras de Jack Burton em Chinatown. É garantia de umas boas risadas nesse clássico dos anos 80, um dos filmes que posso dizer que formou o meu caráter.

terça-feira, 10 de novembro de 2009

Chega pra lá!

Como sou um texugo não motorizado, dependo quase que exclusivamente do transporte público para me locomover pela cidade, seja indo para o trabalho ou para ir em algum lugar qualquer. Como o Rio de Janeiro está repleto de linhas de ônibus, percorrendo os principais bairros da cidade, normalmente essa é a melhor opção, embora tenham vários problemas intragáveis. E uma dessas coisas insuportáveis são os cretinos egoístas que sentam todos espalhados nos bancos, sem o mínimo de respeito pelos demais passageiros.



É sempre a mesma história: entramos no ônibus, com pouquíssimo lugares disponíveis. Aí vemos um banco vazio, mas ao lado de um sujeito sentado com as pernas abertas, como se estivesse cheio de assaduras no saco, ocupando mais que o espaço ao qual teria direito. E não adianta pedir licença, ou mesmo tentar chegar mais perto, na esperança que o folgado venha a se mancar, a não ser que apareça outro banco vago, você terá que passar o desconforto de ficar toda a sua viagem se equilibrando na beirada do assento, sendo esbarrado por qualquer um que passe no corredor...

Observei isso nessa semana mesmo: estava no ônibus e vi um velho com cara de arrogante que praticamente ocupava o banco inteiro. Com as pernas todas abertas, ele quase estava com o pé no meio do corredor. Subiu então um garoto, estudante de escola pública, e o único lugar vago era ao lado do cara. Ele veio, se sentou no estreito trecho do banco ainda disponível, ficando quase de lado. E o velho ainda fez uma cara de quem não estava gostando, de que se sentia incomodado! Ele ficou ali, como uma estátua, e até se expandindo mais, certamente querendo que o pobre estudante fosse jogado no chão, constantemente olhando para o lado com aquela expressão de revolta, achando que estava certo. O garoto tentava em vão uma posição ergonomicamente mais adequada, até que surgiu um outro lugar e ele foi para lá. E me deu um ódio do velho, que ainda se espalhou mais, para mostrar para todos que aqueles dois bancos eram dele e ninguém iria sentar ali.

É um tipo de gente muito desagradável mesmo, dava vontade de encher de porrada. A não ser nos casos de obesidade mórbida, as pessoas com um porte físico normal devem se sentar no espaço reservado para ela, além disso é falta de educação. Afinal, não existe o famoso ditado "o direito de um termina quando começa o de outro"? Sei que seria muito de se esperar bom senso e consideração pelo próximo de um povo ignorante, estúpido e metido a esperto como o brasileiro, mas acho que caberia nessas situações uma adaptação tal como "o conforto de um não pode provocar o desconforto de outro".

Claro, essa revolta não se aplica apenas aos cretinos expansivos que já tomam conta do banco, mas também àqueles abusados que vêm e sentam do seu lado, ocupando o máximo de espaço. Quantas vezes não estou ali, sentado próximo da janela, no meu canto sem incomodar ninguém e ocupando o espaço de uma pessoa, e aparece algum cretino que senta do meu lado se esparramando, me espremendo contra a lateral. E algumas vezes ainda fica com cara de zangado, como se eu tivesse que abrir mais espaço para ele! Sem falar que caso você queria saltar, normalmente essas pessoas chatas não te dão um mínimo de passagem, só se viram um pouco. Acho que eles esperam que a gente dê um salto mortal por cima das cabeças delas. Quando me deparo com esses abusados, não quero nem saber, saio empurrando mesmo.

E o leitor que já passou por essa situação sabe muito bem que quando senta um passageiro expansivo desses, sempre é alguém gordo, suado, fedido e seboso, para tornar a viagem o mais desagradável possível. Queria que pelo menos uma vez sentasse do meu lado uma passageira como essa, não reclamaria nem um pouco se ela viesse pra cima de mim...


Tá certo, não perco uma oportunidade de colocar uma foto de uma mulher bonita num post... É a solteirice que provoca isso, é mais forte do que esse solitário texugo. Vamos voltar ao tema...

Ah, e se os abusados fossem só os que ficam sentados... Tem muitos que ficam em pé quando o ônibus enche, e são tão mal-educados quanto. Não adianta pedir licença, ficam plantados no meio do corredor, ou então fazem o "favor" de se deslocarem 7 milímetros para abrir a passagem. E se você partir pra ignorância e abrir seu caminho na base dos empurrões, ainda te xingam! Isso sem falar naquela turma que traz caixas, malas e isopores e os coloca no meio do corredor, normalmente nos ônibus indo pra Rodoviária, ou então aqueles apressadinhos que só vão saltar no ponto final mas fazem questão de ficar plantados na porta de saída, para ficar mais fácil de descer e para atrapalhar ao máximo quem for descer antes deles...

Enfim, andar de ônibus está se tornando uma coisa cada vez mais desagradável. Já não basta o stress do trabalho e da vida, aqueles que dependem do transporte público sofrem mais. Tenho a plena consciência de que o transporte por ônibus é deficiente, e que as empresas e o governo deveriam dar mais atenção e investir mais verba, mas o que podemos esperar quando o povo não sabe se portar de maneira civilizada dentro de um ônibus ou metrô? Tem vezes que o pior do transporte público é realmente o "público" que viaja nele...