terça-feira, 29 de novembro de 2011

Princesas Guerreiras

Quando você pensa em Walt Disney, é bem provável que lembraremos do viadinho do Mickey e do fudido do Pato Donald, que sempre se dava mal, ou então das muitas princesas do universo de contos de fadas. Sim, as leitoras aqui do blog certamente viram quando pequenas as super-produções animadas que traziam aquelas que viriam a se tornar as princesas mais queridas dos desenhos animados.

Que mulher nunca sonhou, quando menina, em ser uma princesa? Ser acordada do sono profundo pelo beijo de um belo príncipe ou salva de uma prisão em uma torre muito alta... Enquanto eu quando garoto queria ser astronauta e brincava de Comandos em Ação, as meninas se divertiam com suas Barbies e passavam horas sonhando em ser princesas de verdade...

Aí então elas crescem, querendo ainda ser tratadas como princesas... Mas acabam cedendo aos encantos dos Lobos Maus...


Brincadeiras à parte, todas as princesas da Disney tem uma coisa em comum: são retratadas como epítomes de delicadeza e pureza, todas elas doces como um quindim e frágeis quanto um vaso de porcelana, verdadeiras donzelas em apuros à espera de um príncipe encantado. Bom, com exceção da Bela, que teve que se virar com o irmão do Chewbacca...

Bom, hoje vivemos em um mundo de igualdades, e as mulheres não são mais o sexo frágil, exceto quando vêem uma daquelas baratas jurássicas. Pensando nisso, um sujeito (muito bom de desenho) decidiu retratar as princesas da Disney como guerreiras, o que ficou muito legal. Reproduzo abaixo os desenhos, mas vale a pena conferir o site dele, tem muita coisa legal lá...

Começamos com Ariel, a Pequena Sereia. Ficou bem interessante, parecendo uma versão de saias do Aquaman. E ficou com um visual bem sexy... Afinal de contas, uma sereia ruivinha é uma coisa irresistível, não concorda?


Não entendi muito bem essa... Aurora acho que é a Bela Adormecida, que virou uma wrestler. Sei lá, acho que no mundo do faz de conta não existe WWF para justificar essa idéia...


A Bela tem que se virar com um bicho peludo em casa, e educar uma criatura como aquilo só na base da porrada. Ficou bem legal, até o detalhe da tatuagem no braço. Sem falar em um über par de pernas!


Cinderela de ninja? Meio sem graça na minha opinião...


Juntamente com a Pequena Sereia, a princesa Jasmine é uma das que achava mais bonitinha nos desenhos... E como lutadora, ficou ainda mais gata! O Aladdin que se cuide, pra domar essa aí só mesmo o Prince of Persia.


Bem, a Mulan já era uma guerreira, mas eu não a achava muito bem desenhada... E aqui ela ganhou um ótimo upgrade, parece aquela menina meiga e doce mas que pode quebrar seu pescoço com um chute! E achei legal o leque à la Kitana...


Agora temos a Pocahontas... Ficou legalzinha, talvez não mudou muito em relação ao original... Mas como a Mulan, traz um traço muito mais bonito que do desenho da Disney.


A Rapunzel, com seus longos cabelos, ganhou um visual que mais parece de uma feiticeira. Ficou interessante, ia ser difícil lutar com cabelos de metros de comprimento atrapalhando...


Aqui vem a mudança mais radical: a Branca de Neve deixou de ser uma princesa doce para virar uma punk gótica de maquiagem pesada e piercing! Ficou show de bola, ainda mantém as características originais mas com uma repaginada total!


Tiana é daquele desenho da princesa com o sapo, talvez não tão badalada como as demais... Bom, aqui não se fez muita coisa, ela parece ter invadido o guarda-roupa da Lara Croft...


Bem legal, né? De uma forma geral, foram idéias bem criativas e bem-boladas. Quando ao desenho, simplesmente fantásticos, é impressionante como existem tantas pessoas talentosas por aí...

Fico imaginando se inventam um jogo de videogame, no estilo de Street Fighter, seguindo essa idéia... Seria legal pacas!

domingo, 27 de novembro de 2011

Saga Crepúsculo

Não acredito que vou escrever sobre isso aqui... Mas (infelizmente) é difícil ficar completamente isolado de toda um auê que rola no momento, com o lançamento do novo filme da saga Crepúsculo alguns dias atrás, que conta a história do triângulo amoroso entre Edward, Bella e Jacob, ou como prefiro chamá-los, o vampicha, a sem-sal e o gaysomen...

Trata-se de mais uma daquelas super produções destinadas a uma geração de adolescentes tapados, inundados por uma onda politicamente correta e afrescalhada. Começou com Harry Potter, aquele bruxinho de araque quatro-olhos e agora vem com essa série de vampiros afetados e lobisomens descamisados, destinados a agradar as garotinhas... Não vou aqui me ater a descrever os filmes, até porque jamais iria chegar aos pés de um review fantástico feito por esse blog que acompanho, que apresenta de forma super original e engraçada uma análise dos filmes da série, aqui, aqui e aqui. Mas ainda vale uma análise rápida e geral sobre essa saga...

Sinceramente, considero essa série de filmes absurdamente insuportável, além de extremamente difamatória contra duas das criaturas de filmes de terror mais assustadoras. Fala sério, depois do vampicha a honra e a reputação dos vampiros foi por água abaixo... Mesmo os vampiros gays interpretados por Tom Cruise e Brad Pitt não causaram o mesmo estrago de Edward. Pombas, vampiro que é vampiro não fica se apaixonando pela garota, apenas a seduz para depois cravar seus caninos no pescoço dela e torná-la sua escrava...


Mas em Crepúsculo os vampiros são bonzinhos, vivendo em harmonia com os humanos. Tanto que eles só se alimentam de sangue de animais, que meigo! Fala sério, uma viadagem sem tamanho, cacete! Será que o Drácula seria a criatura tão temida por todos se ele só bebesse sangue de cachorros e gatos? Quanto aos vampiros desse filme, imagino que eles tomem sangue de gazelas, veados e cervos, para ficar com esse visual todo afeminado...

Isso sem falar nas fraquezas dos vampiros... Todos sabemos que eles não resistem ao sol, que os raios solares são capazes de queimá-los. Já havia comentado aqui, por exemplo, no desenho do Don Drácula, a horripilante cena em que ele se desfazia em pó quando atingido pelos raios solares. Mas em Crepúsculo, os vampiros ficam brilhando, como uma drag-queen purpurinada! Mais gay que isso impossível... Bela Lugosi deve estar se revirando no túmulo, aquele que fez um dos melhores Dráculas do cinema.


E o gaysomen? Nessa série, os lobisomens são sempre sujeitos que andam de bermuda e sem camisa que ficam pulando de precipícios, coisa mais ridícula! Sem falar que parece que se esqueceram que os lobisomens só se transformam em noites de lua cheia, aqui eles são como Transformers que fazem sua mutação quando bem entendem. E, para piorar, não viram lobisomens, mas apenas lobos gigantes. Tá tudo errado nessa merda! Só falta eles não serem mortais apenas quando alvejados por balas de prata.


Entre os dois viadinhos, está Bella, desejada por ambos, embora eu acredite que na verdade o vampicha quer dar uma mordida no pescoço peludo do gaysomen...

Me lembrei das dobradinhas MAD agora!

Quanto à Bella, simplesmente é uma das atuações mais sofríveis que eu já vi! Tudo bem que ela até não é tão feia assim, ainda mais quando não está atuando...
Link

... mas, sem brincadeira, ela fica com essa cara de (*) sem pestana durante horas e horas! É uma falta de expressividade incrível, uma rocha consegue atuar melhor que ela! Você nunca sabe se ela está satisfeita, se está triste, se está puta... É a mesma cara durante todos os filmes, um boneco de posto faria uma atuação mais convincente do que ela.


Acho que a atriz que interpreta a heroína deve ter tido aulas de interpretação e teatro com nosso grande amigo, o Cigano Igor...

Cigano Igor, radiando de felicidade por ter sido lembrado

Eu não consigo entender todo o sucesso desses filmes... Acho que no final das contas é toda essa historinha de bosta do romance entre os três, onde o vampicha é mostrado como o sujeito meloso e emo, todo conflitado com o seu relacionamento com Bella, enquanto que o gaysomen é colocado quase como o bad boy que tenta conquistá-la, apesar de ser aquele que a trata melhor. Ou seja, passando uma imagem para as garotas que o homem ideal é aquele carinha frágil, metrossexual.

Foi até algo que constatei ao ler os reviews no blog citado acima, pois o gaysomen é o que realmente a trata bem, estando sempre do lado dela, enquanto que o vampicha viado fica todo cheio de medinho, larga ela sozinha e cria toda uma frescura ao redor do relacionamento com Bella. Interessante que, embora sejam claros os rótulos gaysomen=bad boy e vampicha=príncipe encantado, o dentuço é o que a trata como um verdadeiro malandro, sem se preocupar com os sentimentos dela, agindo de maneira egoísta, enquanto que o lobo mau não era tão mau assim, sendo aquele cara que a respeitava de verdade e queria o seu bem.

Com isso, a autora dos livros faz toda uma imagem de que o cara ideal não é aquele que trata a garota bem, mas sim aquele que foge dela, que banca o complexado e difícil. O gaysomen é apresentado como o tipo de cara que a sem-sal quer, mas ela acaba se derretendo ao vampicha. Ou seja, já temos uma sociedade que parece dar valor aos homens metidões e aproveitadores, mas que tem boa lábia e boa pinta, colocando em segundo plano aqueles que tentam ser corretos e respeitar a garota de quem gosta. E aí me vem essa puta dessa autora e colabora em tornar isso ainda forte, como se o egoísmo e a falta de consideração pelos sentimentos é algo natural de um cara fazer com uma garota que gosta dele...

Sabe, seria ainda mais escroto se o vampiro fosse retratado como o galã e o lobisomem como um cruzamento entre Ronaldinho Gaúcho e Datena, mas no quesito aparência é feito o contrário: afinal de contas, é o gaysomen quem fica por aí desfilando sem camisa... Bom, por mais gay que esse meu comentário possa soar, o gaysomen tem mais pinta de macho do que o vampicha, com sua pele delicada, cabelinho com gel e aparência frágil. Mas, mesmo assim Bella resiste aos instintos mais primitivos e acaba se derretendo mesmo pelo vampicha. E com isso, acaba se criando um novo paradigma, começa a se criar uma nova tendência para as garotas...

E isso que é, na minha opinião, o pior de tudo é ver justamente a influência que esse filme proporciona para as garotas, de todas as idades eu temo... Da mesma forma que Justin Bieber, Jonas Brothers e Restart, o vampicha Edward de Crepúsculo coloca em destaque o estilo de "homem afeminado", que passa maquiagem, passa creminho no rosto antes de dormir, vai no manicure e fica todo afetado e bobo com relacionamentos com as garotas. Fala sério, é isso que as mulheres querem? Consequentemente, muitos garotos acabam também se vendo obrigados a acompanhar essa tendência, para que não fiquem na pista. É só passar na porta de qualquer escola, e você vai perceber a quantidade cada vez maior de carinhas afeminados e com visual fresco...

Exemplos de "homens" modernos...

Enfim, só tem uma coisa que salva na saga Crepúsculo: é a vampirinha Alice, meigamente interpretada por Ashley Greene. Ah, essa gracinha podia morder meu pescoço que eu não iria reclamar nem um pouco!

Opa, eu disse isso em voz alta? Bom, sem dúvida a linda vampirinha, interpretada pela graciosa Ashley Greene, é a melhor coisa de toda a trama dos vampiros!


domingo, 20 de novembro de 2011

Use o cinto

Um breve momento de utilidade pública aqui no blog. Sempre use o cinto de segurança quando estiver no carro. Não apenas isso vai aumentar as suas chances de sobrevivência no caso de um acidente, mas principalmente para vocês mulheres, pode evitar uma situação constrangedora ao encarar uma prova de drift...



É, os air-bags entraram em ação nesse passeio...

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Direto do jardim de infância


Estive vendo outro dia um filme que foi um certo clássico da minha infância, Um Tira no Jardim de Infância, onde o Arnold "Terminator" Schwarzenegger se arriscou na comédia, bancando um policial durão que precisava se disfarçar como professor de uma turma de pivetinhos para resolver um caso. Diria que foi uma das poucas comédias que o Arnoldo fez um trabalho legal, pois o filme tem um humor bem "Sessão da Tarde", que diverte de maneira inocente, e usando muito bem a situação de um ator de ação tendo que se adaptar a um ambiente com o qual não estava acostumado...


Bem, mas o real motivo da postagem é que por uma incrível coincidência no mesmo dia eu estava vendo algumas páginas na Internet, e em uma delas trazia uma postagem que tem se tornado bastante comum (e que provavelmente devo reproduzir aqui um dia), mostrando como estão hoje astros de filmes e séries de ontem, mais precisamente daquela época saudosa dos anos 80 e 90, que sempre verei como o ápice da produção cinematográfica, musical e televisiva.

E essa postagem em especial falava de algumas atrizes mirins, e como elas estão hoje. Claro, diversas celebridades do cinema como Christina Ricci (a eterna Vandinha Addams) ou Drew Barrymore (a irmãzinha no filme do E.T.) e outras personagens clássicas como Danica McKellar, sempre lembrada pelo seu papel de Winnie Cooper da série Anos Incríveis... Outro tema que deve ser usado em mais uma das minhas postagens "apelativas"...

Mas a que mais me chamou a atenção foi essa menina daqui...


Interessante como existem personagens coadjuvantes, que aparece em alguns poucos segundos em certos filmes, mas que de certa forma nos marcam. Como o anãozinho Alberto Batata, da plantação de batatas do Top Secret ou o doidão da garagem do Curtindo a Vida Adoidado, que levava a Ferrari para dar uma volta. Assim como a pequenina Rosa, a menina da turma do jardim de infância, que falava de seu pai falando em um espanhol indecifrável para o detetive John Kimble, que ficava lá só com aquela cara de bunda, sem entender nada... Uma cena bem engraçada, com destaque para o dinossauro no fundo, apesar de bobinha...

Bom, acontece que sabemos bem que o tempo passa, o tempo voa, a poupança Bamerindus se escafedeu e a menina acima, que se chama Odette Yustman, cresceu... e virou simplesmente uma über gata!


Muito linda mesmo... Quem diria que ela se tornaria esse mulherão todo?


Essa é mais uma daquelas lições de vida, em especial para os meninos de hoje: nunca maltrate as suas coleguinhas de colégio. Elas podem parecer ser bobas, sem-graça e tudo mais, mas um dia elas amadurecem, desabrochando como uma bela flor. E se vocês a sacaneavam, puxavam seu cabelo e ficavam mostrando meleca pra elas, depois de alguns anos vocês vão se arrepender...


segunda-feira, 14 de novembro de 2011

Top 5 - Aviões Comerciais

Já comentei aqui algumas vezes que sou um grande fã da aviação em geral. Sempre que viajo de avião é uma experiência legal, assisto sempre que posso as corridas aéreas do Red Bull (inclusive estive na primeira edição que foi aqui no Rio de Janeiro) e alguns de meus jogos favoritos são simuladores de vôo ou aqueles clássicos jogos de tiro. Certamente uma das grandes invenções da Humanidade, um dos poucos motivos que levam nós brasileiros a ter orgulho de alguma coisa importante, ao saber que foi Santos Dummont o grande inventor do avião...

Bom, juntando algo que eu gosto bastante com a sempre interessante postagem de listas, aliados com a falta de idéias que me atinge no momento, decidi então fazer aqui uma relação dos aviões comerciais que acho mais legais. Tem tantas opções, mas acredito que cheguei em uma lista legal. E, como sempre, a lista é pessoal, fique à vontade para concordar ou discordar nos comentários, mas pelo menos tenha a decência de respeitar a minha opinião e seja educado, ok?

5 - Lockheed L-188 Electra

Começo com um clássico da aviação brasileira, o Electra ficou famoso por fazer a ponte aérea Rio-São Paulo durante anos. Infelizmente nunca tive o prazer de voar nesse avião, mas mesmo assim sempre me lembro de vê-lo no aeroporto ou voando ali perto. Hoje está bem sumido do serviço...

4 - McDonnell Douglas DC-10

Nesse eu cheguei a voar, e sempre o achei interessante e original. Achava um barato o fato de haver uma turbina na cauda. Além de ser confortável, me lembro do espaço que havia neles (ou talvez era só impressão, pois eu era pequeno). Fora algumas empresas de nenhuma importância, hoje os DC-10 são usados mais como cargueiros.

3 - Concorde

Sem dúvida, não tem avião mais estiloso! Sem falar na sua super velocidade, fazendo a travessia do Atlântico em tempo recorde. Parecia mais um foguete, com suas asas em delta e turbinas alucinantes. Mas era um avião caro, apenas quem tinha grana podia pagar essa passagem, e depois do acidente ele foi aposentado.

2 - Boeing 747

Simplesmente é uma das maiores maravilhas da engenharia em operação. O famoso Jumbo faz jus ao nome, nele tudo é superlativo... Pensar que esse monstro foi projetado nos anos 60 e continua operando firme e forte até hoje é fantástico. Já voei algumas vezes nele, e é uma sensação incrível imaginar que são quase 400 toneladas decolando com uma facilidade imensa. Sem falar que seu visual é show, diria até que tem uma cara ameaçadora...

1 - Boeing 727

Nunca voei nesse avião, mas eu acho ele simplesmente do cacete! Na minha opinião, um dos aviões comerciais mais bonitos, com seu perfil baixo, sua cauda em T, com as três turbinas na traseira. Tudo bem que era considerado um doa aviões mais barulhentos já feitos, mas era extremamente versátil e eficiente para vôos curtos, mas acabou perdendo espaço para seu irmão mais novo, o 737, e hoje é usado mais para carga. Mesmo assim, é o meu favorito!

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

11

Há aproximadamente dois anos, fiz uma postagem muito escrota, a respeito do número 9, apenas para marcar uma data rara no calendário, 9 de setembro de 2009, ou 09/09/09, que malandramente programei para ser postada exatamente às 9 horas e 9 minutos. Uma postagem tão escrota, mas tão escrota, que acabei meio que inconscientemente pulando a data de 10/10/10 ano passado. E dessa vez, decidi dar uma chance para o número 11...

Pra variar, muitas pessoas ficam meio preocupadas com datas assim tão peculiares, devem ter até algumas profecias catastróficas que alguns malucos devem estar dizendo por aí. Você sabe, existe alguma convenção cósmica que grandes tragédias globais esperam para acontecer nessas datas, como grandes asteróides que destruirão a Terra ou o nascimento do anti-Cristo (lembra a histeria no dia 06/06/06?). Mas certamente uma vez mais o dia 11/11/11 será apenas um dia normal que parece engraçado no calendário.

Enfim, seguindo o que fiz para o número 9, vamos ver algumas curiosidades a respeito do número 11, com a ajuda do nosso amigo Wikipedia, para adicionar mais uma postagem tapa-buraco aqui no blog.
  • É o primeiro número que não conseguimos contar com os dedos das mãos, já que temos 10 dedos. Claro, para o Lula nem contar até 10 dá, mas acho que não apenas pelo fato dele ter 9 dedos nas mãos, mas por ser burro mesmo;
  • O polígono de 11 lados é chamado hendecágono ou undecágono, um bom nome para colocar no bichinho de estimação;
  • Na química, 11 é o número atômico do sódio;
  • No dia 11/11 de 1926 foi criada a histórica Route 66;
  • Nesse dia se celebra também a independência da Angola, em 1975;
  • Apenas 3 filmes conseguiram a proeza de ganhar 11 estatuetas do Oscar: Ben-Hur, Titatic e O Senhor dos Anéis - O Retorno do Rei;
  • Também é o dia do aniversário do ator Leonardo di Caprio, do piloto brasileiro Gil de Ferran e das atrizes Demi Moore e Calista Flockhart;
  • Para a astronomia em geral, o 11 é bem famoso graças à missão Apollo 11, primeira a pousar na Lua (embora ainda tenha muitos boçais não acreditam);
  • Não é só no futebol que existem 11 jogadores em cada time, mas também no críquete e no hóquei na grama;
É, chega... Me dei conta de como essa postagem é escrota mesmo...

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Japinha linda!

Lá vou eu de novo com mais uma daquelas postagens apelativas, para a alegria dos mela-cuecas e para a ira daquelas que me consideram um porco chauvinista. E o tema de hoje é sobre a capa da revista Sexy desse mês de novembro. Normalmente eu não costumo fazer postagens desse tipo, mas decidi abrir uma exceção...

Exceção? Tá de sacanagem?

Sei, você deve achar que estou de sacanagem ao dizer isso, né? Muita cara-de-pau eu chegar aqui e falar que não faço posts com fotos de mulheres, é um dos temas que mais passa por aqui. Eu merecia até ganhar um prêmio Óleo de Peroba por isso...

Mas em parte é verdade... Claro que fotos de mulheres aqui são bem frequentes, e algumas vezes elas até se soltam um pouquinho mais, sabemos bem disso. Só que eu não pude evitar, não conseguiria deixar passar o lançamento da revista na qual a capa é uma mulher pela qual eu simplesmente me derreti totalmente... Me refiro à Carol Nakamura, uma dançarina maravilhosa, que participa do Domingão do Faustão. De longe, a única coisa que dá prazer de ver nesse programa abominável de domingo...


Sim, e ela posou nua para a concorrente da Playboy, nas areias de Cancún. Claro, não vou colocar aqui fotos mais reveladoras, vocês sabem que embora exista aqui a política de "peito aberto" não vamos além disso por aqui. Quer ver as fotos completas, deixa de ser folgado e procura no Google ou compra a revista. Mas certamente essas que coloquei aqui já dão uma noção de como essa mulher é linda!


Confesso, tenho uma queda incrível por orientais. Diria que todo homem no fundo gosta de uma japonesinha, mas eu realmente caio de queixo no chão pelas beldades da terra do Sol nascente... E quando se tem essa mistura perfeita da graciosidade, delicadeza e doçura das orientais com a sensualidade e as curvas das brasileiras, temos uma combinação de tirar o fôlego, como a Carol Nakamura...


Muita linda mesmo... Pena que o babaca que scaneou essas fotos fem questão de botar um mega logotipo em cima das fotos, atrapalha tudo... Ainda bem que a beleza dela chama mais a atenção...


Nossa... Me apaixonei! Inacreditável como essa menina é linda! Corpo perfeito, rostinho doce e toda a delicadeza das orientais! Ah, se eu tivesse uma namorada como essa, pode apostar que eu estaria nas nuvens de tanta felicidade, e nunca mais faria essas postagens apelativas de mulheres por aqui...

É, sonhar não custa nada, né?