quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Direto do jardim de infância


Estive vendo outro dia um filme que foi um certo clássico da minha infância, Um Tira no Jardim de Infância, onde o Arnold "Terminator" Schwarzenegger se arriscou na comédia, bancando um policial durão que precisava se disfarçar como professor de uma turma de pivetinhos para resolver um caso. Diria que foi uma das poucas comédias que o Arnoldo fez um trabalho legal, pois o filme tem um humor bem "Sessão da Tarde", que diverte de maneira inocente, e usando muito bem a situação de um ator de ação tendo que se adaptar a um ambiente com o qual não estava acostumado...


Bem, mas o real motivo da postagem é que por uma incrível coincidência no mesmo dia eu estava vendo algumas páginas na Internet, e em uma delas trazia uma postagem que tem se tornado bastante comum (e que provavelmente devo reproduzir aqui um dia), mostrando como estão hoje astros de filmes e séries de ontem, mais precisamente daquela época saudosa dos anos 80 e 90, que sempre verei como o ápice da produção cinematográfica, musical e televisiva.

E essa postagem em especial falava de algumas atrizes mirins, e como elas estão hoje. Claro, diversas celebridades do cinema como Christina Ricci (a eterna Vandinha Addams) ou Drew Barrymore (a irmãzinha no filme do E.T.) e outras personagens clássicas como Danica McKellar, sempre lembrada pelo seu papel de Winnie Cooper da série Anos Incríveis... Outro tema que deve ser usado em mais uma das minhas postagens "apelativas"...

Mas a que mais me chamou a atenção foi essa menina daqui...


Interessante como existem personagens coadjuvantes, que aparece em alguns poucos segundos em certos filmes, mas que de certa forma nos marcam. Como o anãozinho Alberto Batata, da plantação de batatas do Top Secret ou o doidão da garagem do Curtindo a Vida Adoidado, que levava a Ferrari para dar uma volta. Assim como a pequenina Rosa, a menina da turma do jardim de infância, que falava de seu pai falando em um espanhol indecifrável para o detetive John Kimble, que ficava lá só com aquela cara de bunda, sem entender nada... Uma cena bem engraçada, com destaque para o dinossauro no fundo, apesar de bobinha...

Bom, acontece que sabemos bem que o tempo passa, o tempo voa, a poupança Bamerindus se escafedeu e a menina acima, que se chama Odette Yustman, cresceu... e virou simplesmente uma über gata!


Muito linda mesmo... Quem diria que ela se tornaria esse mulherão todo?


Essa é mais uma daquelas lições de vida, em especial para os meninos de hoje: nunca maltrate as suas coleguinhas de colégio. Elas podem parecer ser bobas, sem-graça e tudo mais, mas um dia elas amadurecem, desabrochando como uma bela flor. E se vocês a sacaneavam, puxavam seu cabelo e ficavam mostrando meleca pra elas, depois de alguns anos vocês vão se arrepender...


Nenhum comentário: