domingo, 31 de julho de 2011

Estatísticas interessantes




Tem horas que fico sem muitas idéias sobre o que postar... Aí fico divagando e passeando pelas páginas de meu blog, para ver se me inspiro. E só agora percebi aqui na página de configuração do blog uma aba que fala das estatísticas de acesso de um dos sites menos visitados de toda a Internet. Embora tenha a consciência que o Texugo Maluco é tão popular quanto fotos da Preta Gil pelada, sou um texugo brasileiro e não desisto nunca. Apesar de tudo, acho legal colocar aqui postagens sobre diversos assuntos, e após ver as estatísticas, vejo que parece existir um pequeno grupo de pessoas que aparece aqui de vez em quando.

Pelo que parece, essas medições começaram a ocorrer em maio de 2009. Como o site começou em janeiro do mesmo ano, acredito que não vou ter uma perda tão grande em termos de estatística, até porque imagino que nos primeiros meses eu era o único a passar por aqui mesmo! E me impressionei que mesmo nos primeiros dois anos o site estava tendo em torno de 2 mil visitas mensais. Reproduzi abaixo o gráfico que mostra a evolução das visitas, e fiquei ainda mais surpreso em ver como até que está havendo um certo crescimento.


Esse ano parece ter sido bem positivo, o mês de maio foi o recordista de toda a história, com aproximadamente 11 mil visitas! Puta merda, nunca imaginaria tudo isso... E mesmo esse último mês de julho chegou bem perto, com em torno de 10.600 visitas. Vendo como comecei o ano, tendo aproximadamente 5 mil visitas mensais, é um crescimento de mais ou menos 100%! Que legal!

As estatísticas conseguem ir mais a fundo, avaliando quais as postagens que foram mais vistas. E aí fazemos jus ao fato de que "putaria vende"... Claro, o Texugo Maluco não tem a intenção de ser um blog de sacanagem, aqui se fala de tudo um pouco, mas confesso que em muitas ocasiões aparecem aquelas postagens sobre o tema "mulheres", recheadas de belas fotos de lindas representantes do sexo feminino. Talvez possa ser algo patético, ainda mais quando sou um texugo solteiro, desajeitado e sem sorte com as mulheres, mas uma coisa é certa: até que isso ajuda a trazer mais visitas pra cá... Principalmente depois de ter adotado a política de "peito aberto"...


Reproduzi acima a imagem das 10 postagens mais vistas da história, mas sei que a imagem deve ter ficado uma merda de pequena, então vou tentar indicar abaixo quais foram as mais votadas, inclusive colocando os links:
Das postagens acima, cinco delas possuem como tema principal mulheres, e a postagem da Obama Girl versus o bichinha do Dilma Boy até poderia se enquadrar nessa, com a estonteante fã do presidente americano. Comprovando que tem muito cueca vindo aqui no site para ver as fotos de mulheres. E o destaque fica para as sempre encantadoras jogadoras de vôlei, como a sempre deliciosa Francesca Piccininni...


E fica visível que meu blog não é necessariamente de putaria... Das postagens acima relacionadas com mulheres, a imensa maioria é relativamente bem comportada. Apenas aquelas das participantes do BBB que posaram na Playboy é que eu classificaria como mais pesada, após a promulgação da política de "peito aberto". E mesmo assim, ainda mais comportada que muitos sites mais comuns e novelas da Globo.

Mas realmente putaria vende, ainda mais quando é sobre algo recente que está na mídia e na boca do povo. Fiquei muito surpreso por exemplo com a postagem sobre as torcedoras peruanas, que mesmo sendo relativamente recente está na quinta posição. Quase 3 mil visitas em 20 dias, uma média de 145 visitas diárias! Nunca imaginava que um par de biscates peruanas com os peitos de fora faria tanto sucesso...


Agora outro tema que até se fez relativamente presente e bem colocado foi recorrer à nostalgia e trazer postagens sobre desenhos antigos. A Corrida Maluca e o He-Man ficaram bem cotados, tendo um bom número de visitas. Legal saber, pois tenho coletado muito material sobre outros desenhos clássicos, o problema é que essas postagens são relativamente longas e preciso de tempo para prepará-las. Por exemplo, Thundercats e Super-Amigos são apenas alguns que já estão no forno, em breve serão postadas.

Ui, mal vejo a hora de ver o Lion dos Thundercats e a sua espada que cresce!

Outra estatística interessante é ver o que traz as pessoas para cá. Dificilmente os internautas procuram exatamente pelo meu site ou pelos assuntos postados, chegando aqui por meio de pesquisas realizadas em sites de busca. A maioria esmagadora vem após fazer uma procura no Google, lógico, mas é interessante ver como a imensa maioria das palavras-chaves que levam ao meu blog são nomes de mulheres... Só o Muttley é que foge à regra!


São diversos nomes, indo desde jornalistas (que sempre me atraem, você sabe) como Renata Vasconcellos e Flávia Freire, passando pela Obama Girl e pela ajudante do Mister M Allie Cohen e chegando até modelos de pornografia como Melisa Anton, que apareceu aqui em apenas um foto totalmente comportada, mas mesmo assim contribuiu mais para as visitas do meu blog do que o cachorro risonho do Dick Vigarista. Aliás, Melisa Anton é na verdade um dos nomes que essa bela "modelo" usa, na verdade usou em apenas poucas oportunidades, sendo conhecida por outro nome mais famoso, que vou deixar para o internauta mais tarado procurar... Muito gracinha, por sinal...


Uma pausa para recuperar o fôlego!

...
...
...
...
...

Ok, vamos em frente então...

Mas a grande campeã em termos de trazer pessoas para o site é a gatíssima Juliana Salimeni, do Pânico. Muitas das vezes as pessoas se deram conta da existência do meu blog ao procurar por imagens dela, sendo que o mais interessante é que não me lembro de ter colocado fotos muito picantes da bela ajudante de palco, todas antes da implementação da já mencionada política mais liberal de aceitar imagens das mulheres de topless. Certamente a maioria dos marmanjos estava procurando as fotos da Playboy ou outras mais reveladoras, em homenagem a esses mela-cuecas que passaram aqui pelo site, uma fotinho mais reveladora da Juliana Salimeni.


Engraçado... Já percebeu que essa postagem está trazendo um monte de fotos de mulheres também? Melhor parar por aqui, antes que isso vire um blog de putaria...

Por fim, as estatísticas também mostram uma visão mais técnica e "nerd", exibindo por exemplo a quantidade de visualizações por país. Era esperado a maioria esmagadora ser do Brasil, seguido lá de longe pelos EUA. Na terceira posição fica Portugal seguindo bem de perto, parece que o site está tendo um pequeno sucesso lá na terra de nossos colonizadores. Incrível é ver que na quarta posição fica a Turquia! Quem diria?

As estatísticas também avaliam qual navegador as pessoas, e aí uma certa surpresa: 45% dos visitantes usam o Internet Explorer! Putz, muita gente ainda submissa ao domínio do tio Bill Gates. Firefox (que é o navegador que uso) e Chrome vem na sequência, com 28% e 23% respectivamente. E o mais bizarro é ver que existem acessos de navegadores que eu nem fazia idéia que existiam: alguém sabe que diabos é Version ou Netfront?


Bom, interessante saber que existe sim alguém visitando aqui o site, depois de pouco mais de dois anos no ar. E claro, nada como colocar novamente alguns temas que atraíram muita gente, para ver se traz mais visitas (ora, todo mundo que tem um blog faz isso...). Vamos ver quanto tempo mais isso aqui dura...

sexta-feira, 29 de julho de 2011

Maus exemplos

Certamente você já deve ter visto esse comercial do Pharmaton, uma daquelas vitaminas que diz que melhora a concentração e traz mais vitalidade, mostrando o dia a dia do casal que consome esse produto.



Bem, sempre teve algo que percebi nessa propaganda, em como o casal apresenta dois grandes maus exemplos para a sociedade em geral. Viagem minha? Pois vamos ver...

A historinha mostra os dois saindo de casa, aparentemente para se encontrarem. Ela segue em seu carrinho popular, e ele vai encarar o metrô.


E lá vai a mulherzinha dirigindo, numa boa, quando algum moleque sem noção que estava jogando pelada no meio da rua com seus amigos acaba dando um chute torto e a bola é isolada na direção da rua. Detalhe que me parece que a bola é uma daquelas dente-de-leite, aquela porcaria que nada mais era que um balão de borracha.

Acontece que a bola vai na direção do carro da mulher. Aí ela faz uma puta manobra evasiva, jogando o carro pra esquerda. Tudo pra se desviar de uma insignificante bola, que no máximo iria apenas ricochetear no seu capô e ir embora. Ela me vem e faz essa manobra arriscada, imagina se tivesse um carro ou motociclista do lado dela? Quanta imprudência no volante!


O pior é que parece que é uma rua estreita... Então ela precisou jogar o carro na contra-mão! Mais sem noção ainda!


Enquanto isso, o babaquara vai pegar o metrô e aparentemente está atrasado. Ou então ele andou muito no metrô aqui no Rio, sendo atingido pela pressa excessiva que atinge a todos os seus passageiros...


E lá vai ele, cortando as pessoas na escada rolante e mantendo o passo apressado, mostrando que realmente ele deve estar no metrô do Rio. Falta de educação da pôrra!


Bem, a cena então mostra o metrô já fechando as portas, e o cara vai destemidamente na direção das mesmas. Afinal de contas, ele tomou uma colherada de Pharmaton de manhã e está com a mesma vitalidade do Super-Homem, e não serão meras portas de metrô que vão interrompê-lo. Pôrra, o cara cagou pro aviso sonoro e saiu entrando, colocando sua segurança em risco, sendo incapaz de esperar a próxima composição.


Pior é a cara de "eu sou foda" que ele faz, depois de ter vencido a corrida e entrado no metrô antes dos outros. Dá vontade de encher ele de porrada!


Tudo bem, fica claro qual foi a intenção da propaganda, em mostrar que a mulher está mais concentrada e com seus reflexos mais rápidos e o cara está com mais vigor e energia por ter tomado o Pharmaton, embora eu não acredite que essa vitamina seja tão milagrosa assim. Só que eles dão uma série de maus exemplos para o trânsito e a vida social em geral!


Só se tomar essa vitamina faz com que você se torne tão imprudente no trânsito quanto um japonês pilotando na Formula 1 e também mal-educado e apressado como um passageiro do Metrô Rio...

quarta-feira, 27 de julho de 2011

Como o vinho

Dizem que quanto mais velho fica, melhor o vinho. Realmente, tem algumas coisas que parecem melhorar consideravelmente com o passar dos anos. E diria que isso se aplica a certas atrizes mirins...

Você se lembra da novela Chiquititas? Cara, eu achava aquilo um porre, coisa mais insuportável da pôrra, cópia descarada da Carrossel mexicana, outra bosta sem tamanho. Sendo que uma das meninas mais chatinhas era a tal de Maria.


Antes que me sacaneiem, nem fazia idéia do nome da personagem até dois minutos atrás, só vendo no Google para eu saber disso.

Bem, a mesma atriz mirim viria a participar de outras novelas igualmente intragáveis. Uma delas foi a tal "O Clone", mais um daqueles folhetins da Globo tematizados em algum povo ou cultura, nesse caso tudo girando em torno dos árabes e seus "Hare Babas"...


Pois muito bem, a pirralha acima se chama Carla Diaz, e passados alguns anos ela desabrochou como uma bela flor, para se tornar uma gatíssima. Hoje com 20 aninhos e um corpo escultural, ela veio a estampar as páginas da revista VIP desse mês de julho...



Simplesmente sensacional, quem diria que aquela pirralha lá de cima viria a se tornar uma garota tão bela e sensual? Isso é pra nós, marmanjos, aprendermos que quando moleques nunca devemos maltratar as meninas do colégio... Imagina só se aquela sua coleguinha pentelha, dentuça e chata que você não suportava passa pela puberdade e se transforma em uma gata?


Tá bom, mais uma vez estou chegando atrasado aqui... Mas mesmo sabendo que essa revista foi lançada no início desse mês, só agora é que me dei conta dela, e não ia deixar passar, né?

segunda-feira, 25 de julho de 2011

Toalha de hotel

Imagino que o leitor que está aqui de passagem no blog menos visitado (e relativamente bem xingado e hostilizado) já deve ter feito alguma viagem, pelo Brasil ou pelo mundo. E provavelmente deve ter ficado em um hotel, a não ser que tenha ficado em casa de amigos ou parentes, ou prefira se acomodar debaixo da ponte. Não duvido que ao entrar no banheiro de seu quarto, você se deparou com um aviso similar a esse.


Sim, é cada vez mais comum ver esse tipo de pedido a respeito das toalhas. De uma forma geral, deixando a toalha usada pendurada, você indica que ainda vai reuntilizá-la, não sendo necessário que a camareira a substitua por uma nova. Isso só é feito se você largar a toalha no chão. É uma das poucas vezes que uma atitude desleixada como largar a toalha em qualquer canto do banheiro é admissível. Quem dera que eu pudesse fazer a mesma coisa com minhas cuecas...

Enfim, tudo isso não se trata de uma tática feita à toa. A intenção é reduzir o desperdício e preservar o ambiente. Afinal de contas, para lavar as toalhas consome-se água, lavando-se menos as toalhas estamos economizando esse recurso natural tão fundamental para o nosso planeta. Pode parecer bobagem, mas pensando em um hotel com aproximadamente 100 apartamentos, com dois jogos de toalha por quarto (o que é comum), se metade dos hóspedes reutiliza sua toalha, certamente é uma quantidade bem grande de água que se economiza.

Tem até alguns hotéis que adotam uma política ainda mais "verde". Como fazem nos populares estabelecimentos da rede Íbis, facilmente encontrados em qualquer cidade e perto de aeroportos: eles por exemplo plantam uma árvore para cada 5 toalhas reaproveitadas.


Claro que no final das contas os hotéis não incentivam o reaproveitamento das toalhas apenas pela questão ambiental... Lógico que eles não reclamam da economia que estão fazendo em água e detergente. Mas vamos não pensar por esse lado por enquanto...

Embora eu não seja um eco-chato paranóico, sou um texugo que procura ter práticas, digamos, environment-friendly. Existem certas pequenas coisas que podemos fazer em nosso dia-a-dia que certamente não dão muito trabalho e colaboram para evitar o desperdício de certos recursos e minimizar a agressão dos seres humanos com a natureza. Coisas simples como jogar o lixo na lixeira ou não deixar a torneira aberta quando escovamos o dente ou fazemos a barba. Dessa forma, não custa nada reaproveitar a toalha, e de quebra ajudar ao meio ambiente...

Até porque pergunto: com que frequência você costuma lavar a toalha que você usa em casa? Certamente ela não deve ir para a máquina de lavar diariamente... Então não há nada demais em você aproveitar a mesma toalha durante sua estada em um hotel, o que provavelmente não será mais que alguns dias. A não ser que a toalha fique toda amarela depois que você se enxuga ou ela seja capaz de ficar em pé sem ajuda de ninguém... Mas aí nesse caso o maior dos problemas não tem a ver com a troca de toalha, mas sim com noções elementares de higiene.


Bom, mas aí sempre acontece uma coisa engraçada, pelo menos comigo sempre é assim. Vou lá, tomo meu banho de manhã e deixo a toalha pendurada, para que eu possa usá-la mais tarde. Normalmente acabo ficando fora o dia inteiro, seja por motivos de trabalho ou por estar aproveitando minhas férias, e retorno no final da tarde ou de noite. E quando chego no banheiro, vejo que mesmo tendo deixado a toalha pendurada, ela foi trocada!

Cara, isso acontece em qualquer lugar... Já fiquei em hotéis de todos os tipos, desde espeluncas xexelentas com baratas, hotéis caseiros do interior, redes econômicas para pernoites e até estabelecimentos de certo luxo. Em todos eles as toalhas são trocadas diariamente, independente de onde elas foram deixadas, não fazendo diferença do quanto o hóspede se preocupe com o meio ambiente.

Fico me perguntando por que isso acontece... Afinal de contas, estamos fazendo a nossa parte, tentando aproveitar as toalhas, mas o hotel parece cagar e andar para isso. Será que esses avisos são só para posar de "ecologicamente corretos", mas na verdade são os maiores poluidores do planeta. Ou então as camareiras não fazem idéia de que precisam deixar as toalhas penduradas, será? Pode ser até um complô das lavanderias do hotel, já que a redução das lavagens iria também provocar demissões do setor...

Alguém sabe me explicar o motivo disso? Todas as vezes quando viajo penso nisso, acho que vou ter que botar um mega aviso colado na toalha para dizer "olha, eu quero ajudar com sua política pró-ambiente, não troque a p%&&@ da toalha!"

sexta-feira, 22 de julho de 2011

Miss Brasil 2011

Ah, as mulheres... Sem dúvida, a mulher é o que há de mais belo no mundo, nada tão cativante e atraente como uma bela garota... Sem querer posar de superficial dizendo que a beleza é a única coisa que conta, sabemos muito bem que uma mulher de beleza exemplar é sempre agradável de se ver. Diria que é algo genético, da mesma forma que as garotas se derretem pelo galã de novela, nós marmanjos ficamos babando quando vemos uma garota linda...

Essa questão da beleza é tão presente em nossa sociedade a ponto de termos competições para dizer qual a mulher mais bela. São os concursos de Miss, que ocorrem anualmente e começam com eliminatórias estaduais, escolhendo a mais bonita de cada um dos 27 estados, e depois elegendo a Miss Brasil, que nesse ano será escolhida amanhã, no sábado 23 de julho. A vencedora vai para a competição principal do Miss Universo.

Pausa para uma piadinha escrota: realmente o Miss Universo é uma grande marmelada... Após mais de 60 edições, todas as vencedoras foram do planeta Terra!


Tá bom, piada muito ruim... Voltemos à programação normal...

Como um texugo grande admirador da beleza feminina, admirador de apostas, interessado em listas e de pouca imaginação para pensar em algum assunto, decidi dar uma olhada nas candidatas desse ano e fazer uma lista daquelas que achei mais atraentes, e que imagino que possam vencer a competição nacional. Interessante que eu pessoalmente não achei as representantes de estados famosos por possuírem belas mulheres muito bonitas, como as concorrentes vindas de Minas Gerais, Santa Catarina e Rio de Janeiro. A maioria, por incrível que pareça, vem da região Norte! Vamos a elas então.

5º lugar - Miss Rondônia
Aline Cabral, de 19 anos

4º lugar - Miss Espírito Santo
Marcela Granato, de 21 anos

3º lugar - Miss Roraima
Nel Anne Rodrigues, de 19 anos

2º lugar - Miss Ceará
Anastácia Duarte, de 22 anos

1º lugar - Miss Amazonas
Tammy Cavalcante, de 23 anos

Muito bonitas, né? Essa menina do Amazonas é muito gata, dá de 10 a zero em muitas cariocas daqui. Se quiser ver as fotos das outras candidatas, é só ir aqui.

Mas nenhuma dessas vai superar aquela que eu acho uma das mulheres mais lindas do universo, a sempre encantadora Natália Guimarães...

Caramba!

quarta-feira, 20 de julho de 2011

Metrô do Rio... Um inferno!

Sou um texugo não-motorizado, logo dependo muito do transporte público para poder ir e vir, quando a distância ou a preguiça são muito grandes. Normalmente costumo usar o ônibus, mas em diversas oportunidades o metrô tem se mostrado mais prático. Indo por baixo da terra e sem trânsito, seria de se imaginar que esse seria o meio de transporte ideal para se usar. Mas acredite, pelo menos aqui no Rio usar o metrô é um grande exercício de paciência...

Para o leitor que não mora no Rio de Janeiro e não conhece o metrô, posso dizer que ele é um grande superlativo. É o metrô mais caro do Brasil (e acho que até do mundo), cuja tarifa é de R$ 3,10. Se esse custo estivesse associado à uma destacada qualidade de serviço, até vai... Mas nossa linha metroviária, apesar de caríssima, é extremamente mal planejada e mal distribuída. Existem duas linhas, que formam uma espécie de Y: a linha 1 começa na Praça General Osório em Ipanema e vai até a Praça Saens Peña na Tijuca, enquanto que a linha 2 começa em Botafogo e vai até a Pavuna. E no trecho entre Botafogo e Central as linhas se revezam no mesmo trilho, em vez de serem linhas separadas. Clique no mapa para ampliar.


Claro, não estou considerando a tolice do Metrô na Superfície, que tem duas linhas que partem da General Osório indo até a PUC e à Barra. Vai se fuder, trata-se apenas de ônibus que fazem a integração para aqueles lados, chamar isso de metrô é ridículo!

Me desculpe, isso não é metrô!

Apenas para você ter uma idéia da "grandeza" do metrô carioca, dá só uma olhadinha no mapa do metrô de Nova Iorque, com suas 24 linhas e 468 estações transporta mais de 5 milhões de pessoas por dia. Faz nosso metrô parecer um trenzinho de brinquedo, com suas 2 linhas e 35 estações. Mas apesar de ter quase um décimo do tamanho do sistema da metrópole norte-americana, transporta quase 1 milhão de pessoas ao dia... Bom, já dá para ver como estamos na merda.


Mas apesar de sua pequena extensão, preço elevado, constantes congestionamentos (só aqui mesmo para escutar a mensagem "estamos aguardando a liberação do tráfego à frente") e freadas bruscas, na minha opinião a pior coisa no Metrô Rio não é o serviço, mas as pessoas que andam nele. Sinceramente, acho que o metrô daqui tem a maior concentração de gente mal educada por metro quadrado! Toda vez que decido usar esse meio de transporte, me aborreço pra cacete e perco cada vez mais a fé na Humanidade...

Uma coisa que percebo é que as pessoas que andam de metrô tem uma pressa incrível, quase doentia. Sei lá, parece que eles jogam alguma coisa no ar condicionado das estações que provoca uma ansiedade incrível nos passageiros. Antes mesmo da viagem, quando você entra na estação, as pessoas estão com o passo acelerado e quase correm em direção às roletas. Nas escadas então nem se fala, tem gente que só falta empurrar os outros que andam mais devagar para abrir caminho.

Principalmente quando há uma grande maré de gente vindo no sentido contrário... Isso normalmente quer dizer que o trem acabou de desembarcar, e está lá na plataforma. Nas estações terminais é possível observar esse caos, com alucinados que correm pelas escadas e corredores para pegar o trem ao ver aquele monte de gente desembarcando.

Sabe, eu nessas horas costumo desejar que aconteça pelo menos uma das duas coisas: ou que o apressadinho(a) tropece e se estabaque no chão, ou que simplesmente perca o trem. Dá uma satisfação enorme eu ir andando com meu passo normal e, depois de ser ultrapassado por um alucinado, ver o imbecil lá na plataforma, após ter corrido em vão... Fala sério, se tem toda essa pressa, é porque deve estar atrasado. Se for isso, então que bote a pôrra do despertador pra tocar mais cedo!

Mas como eu disse isso não está associado a uma pressa para não se atrasar para o trabalho. Se fosse, as pessoas não demonstrariam a mesma ansiedade na volta para casa ou durante qualquer outra hora do dia. Tampouco essas pessoas iriam perder tempo na fila dos guichês com os atendentes para comprar o bilhete, quando há máquinas automáticas sub-utilizadas, sempre vazias. Apenas por estarem no metrô essas pessoas ficam alucinadas, com uma pressa louca para sair na frente de todos. No final, é tudo falta de educação mesmo.

Como acontece na continuação deste nosso tour pelo Metrô Rio. Após comprar seu bilhete e passar na roleta, começa então o desespero na plataforma de embarque. Eu costumo ficar afastado dos trilhos, observando as pessoas ali novamente com a ansiedade aflorando, como se eu fosse um daqueles caras do National Geographic observando a fauna selvagem da floresta. Apesar de todas as recomendações de segurança, solicitando aos passageiros que não ultrapassem a faixa amarela, a cambada fica ali em cima dela, quando não a ultrapassa descaradamente. Tudo para ficar o mais próximo da entrada, para entrar primeiro no vagão.


Principalmente quando a estação tá muito cheia eu prefiro ficar de longe... Isso porque a cambada ali é, como eu disse, extremamente mal educada. Puta merda, se você estiver meio palmo atrás da faixa amarela, pode ter certeza que vai ter um filho da puta que vai cortar na tua frente. Ou pior, se houver um mínimo espaço entre você e outro cidadão ao seu lado, algo como 15 centímetros, vai aparecer um apressadinho se enfiando ali no meio. Chega a ser engraçado ver certas estações, fica aquele bolo de gente toda espremida na plataforma para entrar... Bom, aí chega o trem. É a hora que fode tudo, mal a composição parou o pessoal sai se aproximando, quase abraçando o trem. E quando a porta abre então...


Parece estouro da boiada, mal as portas se abrem e o pessoal sai correndo para o interior do trem, buscando bancos e lugares menos desconfortáveis. Quando nego não tá correndo, tá com o passo acelerado, e se necessário cortando na frente dos outros. Já disse para você que esse pessoal é mal educado? Nas estações onde a mesma plataforma é usada para embarque e desembarque, aí é o caos. Se vivêssemos em um país com educação, as pessoas esperariam de maneira ordenada ao lado das portas, aguardando até que os passageiros desçam do vagão. Mas como aqui é o Brasil-il-il... É um empurra-empurra tremendo, os animais que querem embarcar saem abrindo caminho através das pessoas que estão saindo, principalmente em estações de movimento pesado como na Central.


E todo esse problema no embarque é ainda pior nas primeiras estações, nas quais o trem está vazio: abriu a porta e aquele mar de gente corre para pegar os bancos vagos. No final do dia é simplesmente lastimável, quando toda aquela turma da Zona Norte via embarcar na General Osório ou em Botafogo... As pessoas correm mesmo, correm de verdade para dentro do vagão. Aquela cara de desespero na porta do trem, esperando pela porta se abrir, aquela ânsia e falta de educação ao sair empurrando quem estiver pela frente, e para completar aquele sorriso amarelo e desdentado dos poucos sortudos que conseguiram "vencer a corrida"... Já vi até um sujeito tacando sua mochila da porta do metrô em direção a um dos bancos, para reservar o lugar... Realmente, somos um povo muito civilizado...

Mas essa ansiedade e correria não são exclusivos dos moradores lá de cima, antes que venham me acusar de preconceito. Pois nessas mesmas estações pela parte da manhã a turminha que se acha superior que mora na Zona Sul faz a mesma coisa. Podem não tacar suas mochilas, mas a pressa alucinada, falta de educação e empurra-empurra também são usados pelas madames de Copacabana e os boyzinhos de terno e gravata metidos à besta. Tudo gente mal educada!

Para ilustrar um pouco esse desespero em busca dos bancos, peço ajuda ao Kramer do Seinfeld... Embora aqui seja o metrô de Nova Iorque, o clima é parecido por aqui. Embora esse metrô é bem mais vazio que o daqui.



Quando eu entro no vagão, logicamente tento arrumar um banco para ir sentado, de preferência um daqueles bancos que ficam de frente ou de costas para o trajeto e na janela. Não faço questão apenas de ficar nos bancos virados para a frente, a maioria dos animais que andam de metrô preferem esses, e por essa razão até costumo me dirigir para aqueles bancos virados de costas, menos visados, e consequentemente, corro menos risco de levar uma bordoada de um alucinado ou alucinada. Minha preferência pela janela não é por um motivo infantil de ficar na janelinha, como crianças e adultos estúpidos gostam: gosto de ficar ali pois existe pelo menos um lado que não fico perto de nenhum outro passageiro, dessa forma tenho sempre para onde respirar e desviar meu olhar...

Entretanto, mesmo estando em um desses lugares, certamente vai ter alguém do seu lado. Logicamente, minha esperança quando eu estou sentado na janela é que uma garota bonita sente do meu lado. Não apenas para, pelo menos por um momento, eu ficar com uma garota linda e cheirosa sentada pertinho de mim, mas porque essas mulheres costuma ser muito menos trogloditas e expansivas que os demais passageiros, sentando-se de maneira comportada e dentro do espaço que lhes é reservado. Embora eu possa imaginar que elas ficam dessa forma pelo fato de seu ser mais feio que um cotovelo esfolado...

Mas apesar de torcer por uma garota bonita sentada ao meu lado, na imensa maioria das vezes é um dos dois tipos mais insuportáveis que podem sentar ao seu lado em um banco de metrô ou ônibus: a empregada gorda e suada ou o babaca de pernas abertas.

A empregada gorda é uma figura bastante comum nos transportes públicos. Trata-se daquela mulher cuja bunda é tão grande que cada uma das nádegas está em um diferente fuso horário, e que em função da quantidade obcena de gordura qualquer mero movimento faz com que ela transpire em bicas. Lembrando que as pessoas ficam apressadas no metrô, logo bem provável que ela tenha vindo correndo para pegar o banco ao seu lado. Tão gorda que quando ela senta, o vagão balança! E uma vez sentada, sua bunda enorme te espreme contra a janela, sufocando você contra o canto. Por um lado é até melhor, pois sem conseguir respirar de tão esmagado pela jamanta, pelo menos aquele cheirinho agradável de mistura de cecê com desodorante Avanço não poluirá seus pulmões...

Não, esse não é o tipo de empregada que encontramos no metrô...

Igualmente desagradáveis são aqueles putos que sentam com as pernas abertas. Já havia falado desses cretinos nessa postagem há um bom tempo atrás... Normalmente é um daqueles suburbanos com bermuda até os tornozelos e penteado do Neymar ou então um dos típicos advogados arrogantes e engravatados que se acham melhor que todo mundo, que parecem que querem mostrar para todo o vagão que tem genitais tão grandes, que impede que eles sentem como pessoas normais, precisando ficar com suas pernas a 120 graus como se estivessem em uma cadeira ginecológica. Se um filho da puta desses está sentado na janela então, aquele que se sentar de seu lado vai precisar se equilibrar no pouco espaço que lhe restará...

Exemplo de um fela da puta sentado de perna aberta, incomodando os demais passageiros

Existem outras situações onde as pessoas incomodam também. Tem aqueles expansivos que sentam nos bancos laterais e que se apóiam no encosto dos mesmos com seus ombros, praticamente deitados e com as pernas chegando até o meio do vagão. Não sei se fazem isso para impedir que alguém fique na frente deles, ou é para atrapalhar a passagem mesmo. Certa vez eu vi um desses abusados, um magricela indo pra zona Norte e cara de babaca, e meti um bico na perna dele pra abrir caminho. Ficou putinha ainda, embora estivesse incomodando os outros.

Aliás, eu diria que essa parece ser uma tática usada por muitos dos mal educados que andam de metrô, muitas vezes para pegar um lugar mais confortável ou apenas para incomodar qualquer um que esteja em uma posição melhor do que eles. Por exemplo, quando sento no banco do corredor, não demora para que apareça alguém para ficar ali quase no seu colo... Ou é uma bolsa que fica ali, pendendo diante de sua cara, ou em alguns casos são uns putos que ficam quase enfiando seus pintos na cara dos outros, para tornar a sua viagem a mais desagradável possível. Mesmo quando estamos em pé em um canto mais sossegado e espaçoso, tem cretinos que fazem isso, como jogando o corpo em cima e tentando ganhar seu espaço. Parecem acreditar no ditado "os incomodados que se mudem": fazem o possível para incomodar a pessoa, na esperança que ela saia dali, para tomar o seu lugar...

A falta de educação e o incômodo são ainda mais constantes quando não se tem onde sentar, restando ficar em pé. Nesses casos, procuro lugares o mais distantes o possível do fluxo de pessoas, como os espaços ao lado das portas ou as extremidades dos vagões. Principalmente se vou descer após muitas estações. Claro, quando é possível ficar nesses lugares, pois normalmente sempre tem alguém ali...

Puta merda, viajar em pé é uma droga... Além de ser cansativo, acabamos sofrendo ainda mais com a falta de educação das pessoas. Começa com os desgraçados que andam com as mochilas nas costas, e ficam esbarrando em todos. Aí tem aquelas pessoas que levam um monte de sacolas e largam no meio da passagem, outros grandes pés-no-saco. Tem uns cretinos que parecem gostar de calor humano, e ficam encostando em todos. Outro exemplar insuportável dessa fauna são aqueles que ficam respirando seus germes em cima das mãos das pessoas que se seguram. E ainda existem aqueles que praticamente abraçam as barras de apoio, que não só impedem que outra pessoa possa se apoiar, mas também esfregando seus sovacos suados e fedidos, dessa forma deixando o apoio mais sujo que um poste de pole-dance...


Nem preciso falar que o pior de tudo é encarar esse desconforto em um vagão putamente lotado. Felizmente eu não tenho que pegar o metrô nas direções críticas (sentido Zona Sul de manhã ou sentido Zona Norte no final do dia), que é algo simplesmente épico... É impressionante ver como essa merda enche, as postas se abrem e há uma parede de gente ali, e a cada estação vão entrando outros animais... Condições desumanas, acho que sardinhas ficam mais confortáveis na lata do que as pessoas que precisam pegar o metrô nessas condições.


Após sofrer na viagem, chega então a hora do desembarque. E mais uma vez, reina a completa falta de educação por parte da corja que viaja no metrô. O primeiro problema é que chegar até a porta de saída é um inferno, não adianta pedir licença que ninguém vai te abrir passagem, só na base do empurra-empurra para abrir caminho entre o mundo de gente. Mas pior que isso são aqueles desgramados que ficam plantados bem em frente das portas, mesmo quando vão descer daqui a oito estações. Correndo o risco de soar repetitivo, mas é a pressa exagerada, as pessoas ficam ali para ficar mais perto da saída, e assim sair ASAP.

Outra grande merda já foi citada, são as pessoas que querem embarcar e não esperam que os outros passageiros saiam do vagão. São seres incapazes de ter um mínimo de educação para esperar, será que eles não percebem que ao deixar as pessoas saírem vai disponibilizar mais espaço para que esses ignorantes entrem? Mas não, de novo é a pressa... Precisa entrar logo no trem, pra conseguir o melhor lugar, então que se fodam aqueles que estão saindo...


Acontece isso comigo várias vezes. E eu não fico acuado, não abro passagem. Vou em frente, trombando contra qualquer um que venha invadindo o metrô antes da hora. Dane-se se é homem, mulher, velho ou criança. Um dia tinha um sujeito que veio se empremendo para entrar, meti uma puta ombrada nele, ficou puto e me xingou, e só retalhei "é pra esperar as pessoas saírem, seu filho de uma puta mal-educado".

Por fim, outra coisa que me deixa emburrado e puto da vida são aqueles calhordas apressados que ficam trafegando dentro do vagão para se posicionar em frente à porta mais próxima das escadas. Falo sério, sei que parece ridículo mas não é...

Acompanhe comigo: o vagão tem 3 portas, vamos chamá-las de portas A, B e C. Agora, imagine um imbecil mal-educado e apressado que está próximo à porta A. O trem se aproxima da estação, só que quando ele parar, a porta A ficará um pouco afastada da escada rolante, enquanto que a porta C ficará em frente. O que esse pústula faz? Antes mesmo do trem parar, ele começa a andar dentro do vagão para se posicionar em frente à porta C. Isso mesmo! Para economizar 4 segundos que gastaria saindo pela porta A e andando a mesma distância na plataforma, esses energúmenos fazem isso. E claro, empurrando quem estiver pela frente, "atrasando" seu cronograma...

Pensa que acabou? Não, mesmo depois de sair do metrô, ainda será necessário enfrentar o mar de mal-educados para sair da estação. Na grande maioria das vezes, é necessário pegar uma escada rolante para sair da plataforma e em direção da saída. E a estreita escada rolante é disputada por um monte de gente, continuamente tomados pela pressa excessiva, querendo passar na frente dos outros e sair na frente. Sério, eu fico ali, de longe, esperando o mundaréu de filhos e filhas das putas se degladirem no caminho.


Puxa... Só de fazer essa postagem me deu uma canseira tão grande quanto andar de metrô. Realmente um dos meios de transporte mais insuportáveis de se andar aqui no Rio, precisa de uma dose cavalar de paciência para aturar centenas de indivíduos mal-educados e apressados.

terça-feira, 19 de julho de 2011

Riquelme 2

É, não tem jeito... Essa Copa América vai acabar ficando famosa não pela horrenda participação da seleção brasileira ou pelo jogaço entre Argentina e Uruguai. O que mais chamou atenção nessa competição estava nas arquibancadas, com torcedoras de excelentes dotes pulando e comemorando a atuação de seus times. O mais interessante é que, apesar do Brasil posar como nação onde temos as mulheres mais lindas do mundo, não vimos nenhuma brasileira chamando tanta atenção como as demais latinas...

Já que o Brasil não tem torcedora oficial, vamos com as peruanas mesmo...

Bom, a musa das arquibancadas original dispensa apresentações, a sempre maravilhosa Larissa Riquelme. Não preciso falar dela, que já teve duas postagens exclusivas para ela aqui no blog (aqui e aqui), além de ter tido participações especiais em outras. Continua sendo sempre a minha favorita... Não sei explicar, tem algo nela que me enfeitiça, não apenas o seu corpo escultural mas o rostinho de menina é encantador. Não deu pra resistir, mais uma fotinho da musa paraguaia saindo!


Outras que surgiram nessa Copa América foram as peruanas Irina Grandez e Daysi Araujo. Falei delas aqui nessa postagem recente. Não questiono que elas são bem atraentes, mas confesso que vejo elas como mais uma daquelas popozudas de baile funk... Podem até ter corpos de tirar o fôlego e menos pudor, mas a cara de putas delas... Sei lá, não me convence muito...



E faltava falar apenas da loira que ilustra as próximas imagens. Diria que essa é uma verdadeira seguidora de Larissa Riquelme, até pelo fato de ser paraguaia também e dizem ser amiga da musa da Copa. Patty Orué é o nome dela, e pelo menos nas arquibancadas ela tem se comportado bem, sem os exageros das peruanas.


Claro, é apenas questão de tempo para que ela seja convidada para posar nua em alguma revista, como provavelmente vai acontecer com as peruanas Irina e Daysi (aliás, elas eu tenho certeza que vão ficar peladas, pelas putas que são).

Ainda dou um certo destaque para outra beldade paraguaia, a Egni Eckert. Na minha opinião, essa loirinha de nome difícil de se pronunciar é mais bonita e atraente do que a Patty Orué. Mostrando que não é preciso botar os beitos de fora ou exibir decotes provocantes para ser bela...


Mas todas elas ainda estão há anos-luz da Larissa...