sábado, 22 de outubro de 2011

A beleza das aeromoças...

Embora eu seja um texugo, como tantos outros em diversas oportunidades eu estou à bordo de um avião, seja viajando para um destino legal para as minhas férias ou para um lugar sem graça à serviço. E infelizmente tenho viajado muito mais à serviço, passo boa parte do meu tempo durante a semana encarando a ponte aérea, maior parte dele preso nos aeroportos ou no trânsito caótico de São Paulo.


Apesar de tudo, eu pessoalmente gosto muito de viajar de avião. Sempre fui fã da avançada tecnologia das aeronaves, com toda a potência ensurdecedora dos motores na decolagem, a aerodinâmica para cruzar o céu azul em altíssima velocidade e toda a emoção da porrada dos trens de pouso durante a aterrisagem. É a melhor coisa, pois contar com os lanchinhos dos vôos nacionais é difícil, apesar de algumas companhias como TAM e Azul ainda manterem algo razoável, outro dia na TAM o lanche era cachorro-quente! Bem melhor que Webjet e Gol...

Mas eu estaria mentindo se eu dissesse que nada mais me agrada ao viajar de avião. Sim, o leitor de longa viagem sabe que nunca perco uma oportunidade de apreciar a sempre cativante beleza feminina, e dessa vez venho aqui para falar daquelas profissionais que estão nos aviões para servir lanchinhos, apresentar instruções de segurança e tornar as viagens agradáveis para todos os passageiros, as aeromoças...


Seja sincero, nobre leitor que já teve a oportunidade de viajar de avião... Vai me dizer que você nunca babou por uma aeromoça? Sempre elegantes e sorridentes, não tem como não ficar cativado por uma bela comissária de bordo. É mais um daqueles fetiches que atrai nove entre dez homens... Dando uma viajada psicológica, acho que no fundo todo homem gosta de ter uma mulher que cuide dele, que seja a sua servente, e o trabalho da aeromoça é esse mesmo, de atender os passageiros do vôo da melhor maneira possível.


Feministas de plantão, esse é o momento para vocês descerem a porrada em cima de mim, mas acho que não estou sendo preconceituoso ou ofensivo ao dizer isso, diria que é quase um fato consumado. Por mais que os homens modernos digam que admiram a independência da mulher e defendam a igualdade (o que eu acho justo), a carne é fraca e ter uma bela mulher que cuide de seu bem-estar dá uma sensação de segurança e conforto muito grande.


É só ver os principais fetiches que os homens têm: afinal de contas, o que a aeromoça, a enfermeira, a secretária e a empregada (de preferência vestida com aquele traje francês) têm em comum? Todas elas cuidam do homem, e é por isso que digo que 99,99% dos marmanjos se derrete quando aquela comissária gatíssima de debruça sobre eles para oferecer um lanche, mesmo que seja um mísero pacotinho de amendoins...


Claro que nem sempre temos essa sorte... Muitas vezes somos obrigados a encarar vôos com comissárias que já passaram do ponto, verdadeiras aerovelhas com cara enrrugada e algumas toneladas de maquiagem para tentar esconder a idade. Aí o fetiche da aeromoça gata perde espaço para um pesadelo como uma professora velha do colégio que te colocava de castigo ou aquela tia peruona que viva enchendo teu saco.


Toda profissão tem sua duração, e principalmente no trabalho de comissária de bordo isso tem que levar em conta a jovialidade e vitalidade da garota (pronto, se as feministas ainda não pediram a minha cabeça, agora certamente vão querer me ver pendurado pelas bolas!). Certa vez vi num vôo da TAM uma comissária que era tão velha que devia ter começado na profissão trabalhando a bordo do Zeppelin. É de doer a vista, nada mais decepcionante que uma aerovelha jurrásica e pelancuda... E o pior de tudo, fazendo toda uma pose de gostosona! Nada mais broxante que ver uma mulher com idade para ser sua avó dando em cima de você.

Bom, mas certamente não é tão ruim quanto os aerogays... Antes que venham me criticar por preconceito e tudo mais (fico feliz em saber que cada vez temos mais "liberdade de expressão"), nada contra o cara querer ser homossexual... Mas bem que eles poderiam manter um pouco a compostura! Fala sério, você vê as comissárias mulheres todas recatadas e discretas como verdadeiras damas, e do outro lado ficam os aeroboiolas desmunhecando, cheio de exageros... Em outro vôo da TAM tinha uma dessas "moças", que ficava andando toda rebolativa pelo corredor e se dirigindo aos passageiros com uma voz forçada, parecendo querer mostrar para todo mundo que gosta de ser abraçado por trás pela causa gay... Muito desagradável...


Pior ainda quando eles ficam falando dos passageiros homens! Teve uma vez num vôo da Gol que tive o azar de ter duas aero-bichas, uma mais fresca do que a outra. Eu estava sentado bem na frente, perto da porta de entrada, e dali dava pra escutar as duas "donzelas" falando que tinha passado um passageiro bonito e outras bobagens... Nessas horas agradeço por ser mais feio que um ornitorrinco, pois só assim para não ser alvo de cantadas de aerogays.

Mas vamos voltar ao que interessa, as belíssimas aeromoças, muito melhor não concorda? Acho que depois de ter que aturar a jurássica e os dois bambis acima, posso abusar um pouco mais...


Falando a nível de Brasil, voei uma única vez pela Azul e poucas vezes pela Avianca (antiga Ocean Air), e embora ambas tenham se tornado as minhas favoritas pela qualidade de seus aviões, com direito a TVs individuais e ótimos lanches, devido às poucas horas de vôo acumulados pouco posso falar a respeito do contingente de comissárias dessas companhias. Quanto à Webjet, já voei algumas vezes pela empresa (afinal, é a mais barata e lá onde eu trabalho estamos sempre em épocas de sérias restrições orçamentárias), e me recuso a falar dessa companhia sofrível, na qual hoje precisamos pagar por até um maldito copo d'água. Maldita política de corte de gastos das companhias aéreas... Se pelo menos os cortes estivessem chegando também aos uniformes das aeromoças...


Cacetada, mais uma daquelas piadas estupidamente escrotas para a minha vergonhosa coleção. Melhor parar de tentar inventar e seguir em frente, para fechar logo esse post...

Vou começar pela Gol, pela qual eu comecei a voar com mais frequência, depois do fim da Varig. Ultimanente ela se porta como uma empresa popular, logo o serviço de bordo vai ficando cada vez mais e mais simples, com as famosas barrinhas de cereal ou amendoim para qualquer vôo no território brasileiro. Mas não posso deixar de notar que o vestuário das comissárias da gol é bem sensual, com aquela blusa branca bem justinha... Sem falar no toque especial da manga: pode parecer bizarro, mais parece uma manga cortada, deixando uma pequena e discreta camada dos braços expostos... Mas funciona!


Por sua vez, a TAM é mesmo a empresa de ponta na atualidade no Brasil. Embora não chegue aos pés da Varig em seus tempos áureos, é realmente a que tem de melhor a oferecer em termos de qualidade. Quanto às suas comissárias, elas adotam um visual mais clássico e padrão, com o blazer azul e sempre com um lenço vermelho enrolado no pescoço.


O que acontece é que a proporção de comissárias gatas nos vôos da TAM é impressionante, uma coisa de louco! Certa vez peguei um vôo para Porto Alegre, e lá havia uma comissária encantadoramente linda, uma japonesinha maravilinda, com aquela beleza exótica que apenas a miscigenação de orientais e brasileiros proporciona. Fiquei a viagem todo ali, babando que nem um velho desdentado pela garota, me apaixonei...


Outra vez, estava fazendo uma ponte aérea, e havia uma comissária da TAM simplesmente maravilhosa, um absurdo de linda! A mulher tinha mais curvas que a pista de Mônaco, com todo respeito ela tinha um corpo que parecia ser de atriz pornô, porém super doce e meiga... Sem brincadeira, parece muito com a da foto de baixo... Desde o momento que entrei no avião e fui recebido por ela e seu singelo "boa noite" até a hora que desci do avião, não tirava os olhos dela...



Falando sério (pelo menos em um parágrafo), as comissárias merecem mesmo nossa consideração. Sim, falo na boa agora, e incluo nessa todos os tripulantes, contando também pilotos, co-pilotos, aero-velhas e aero-gays... É uma profissão que é bem desgastante, tendo que trabalhar horas em um ambiente relativamente nocivo para o ser humano: afinal de contas, ficar dentro de um avião em um constante decola-e-pousa não deve ser muito agradável, só com uma viagem de 40 minutos para São Paulo fico com a cabeça doendo e o ouvido zumbindo, imagina isso toda hora. Principalmente aqueles que fazem vôos internacionais. Sem falar que fico imaginando o que as comissárias gatas devem sofrer nas mãos de passageiros tarados...

"Tarados como você", devem estar berrando agora as feministas! Calma, não façam acusações precipitadas! Admito que não resisto ao charme das aeromoças, e até admito que em algumas raras ocasiões ficava tão encantando a ponto de flertar um pouquinho... Mas nada demais, só aquela troca de olhares, e nada mais. Porém, não duvido que devem ter caras que são tarados mesmo, que devem tentar passar a mão na bunda delas quando passam pelo corredor ou soltam cantadas horríveis como "você pega meu amendoim?"... Deve ser bem desagradável, já imagina se a aeromoça mete um tapão na cara dos abusados?


Enfim, realmente as aeromoças me encantam demais... Depois dessa postagem, estou achando que vou começar a largar de procurar garotas na noite e ir no aeroporto. Quem sabe não arrume uma namorada comissária? Ia ser bem interessante, chegar no final do dia e buscá-la no aeroporto, e ela vindo toda elegante... Bom, e mesmo que não consiga uma namorada aeromoça, sempre se pode arrumar uma fantasia para aqueles momentos a dois...


Pior que acredito que toda essa minha fascinação fantástica não é tanto pela questão serviçal que mencionei acima, diria que é pela sua elegância. Sim, mulher elegante pra mim é algo que não resisto, e da mesma forma que acontece com as repórteres de TV (as quais já falei aqui e aqui), as aeromoças sempre vão ser admiradas por esse humilde e solitário texugo.



Pra finalizar, uma piadinha, vamos ver se consigo melhorar a qualidade de meu humor (embora claro que a piada não é minha):

Estava lá o vôo numa boa, onde haviam uma comissária escandalosamente gostosa. Ela está lá atendendo os passageiros, quando o piloto dá alguns anúncios pelo sistema de som, dizendo a velocidade, a altitude e outras bobagens que ninguém está interessado. Depois de terminar seu comunicado, ele se vira para o co-piloto:

"Cara, segura aqui pra mim... Eu vou lá dar uma cagada e depois vou traçar aquela aeromoça gostosona!"

Só que o idiota havia se esquecido de desligar o microfone, e assim todo mundo no avião ficou sabendo de seus planos. No desespero, a comissária larga tudo que estava fazendo e corre em direção da cabine, para avisar o comandante da gafe, mas acaba tropeçando e caindo no colo de uma velhinha... A senhora então sorri e diz:

"Calma, moça... Ele vai no banheiro primeiro..."

É... meu humor continua uma merda mesmo! Melhor encerrar por aqui...


8 comentários:

Anônimo disse...

Caraca! Coloca mais fotos daquela gatinha japonesa lá do início! Show!!!!!!!!!

Allan disse...

é, a japinha é gostosa!!! coloca mais foto dela

Anônimo disse...

+ fotos da japinha, please!!!!

Allan disse...

Pô cara! Tu não tem mais fotos da japinha? Mó gostota ela, muito gata!

Ícaro Damaceno Romano disse...

LOLz, nem sabia que existiam comissários de bordo, pensava que eram só moças ou mulheres... "maduras".
Mas assim, na verdade, (aero)gays não forçam nenhuma voz.
Aliás, acho que ninguém força a voz de qualquer jeito... se bem que tem uns gays que ficam se vigiando pra se "disfarçarem" mais, ou aquelas pessoas que tentam disfarçar o sotaque... mas em geral acho que ninguém. Falei isso porque tem rolado por aí essa crença de que alguns gays forçam "a viadagem". Mas concordo que, num trabalho formal como comissário de bordo, a pessoa tem que ser bem "neutra". Não é à toa que jornalistas, por exemplo, são assim bem neutros.
Enfim, gostei do post. Um dia quando viajar de avião eu vejo como funciona.

Texugo disse...

Valeu pelo comentário, pra variar um que não está pedindo pela comissária japonesa... :P

Não sei os gays forçam ou são assim mesmo, mas já vi muitos casos assim nos comissários, e mesmo em outros lugares também. Teve um vôo que eu fiquei sem graça, pois tinha um comissário lá que era todo afrescalhado com os passageiros homens!

Às vezes acho que eles fazem isso por auto-afirmação, como se quisessem mostrar para o mundo que são gays. É como acontece na parada gay, ficam ali se exibindo e tudo mais, para fazer questão de mostrar ao mundo que são gays

Tenho amigos que são gays e comentam isso, que hoje tem muitos que exageram na "viadagem", algo que eles próprios não concordam e acham forçado...

Anônimo disse...

Aerogay é foda! Odeio isso!

Quem dera que aqui tivesse aeromoça que nem a japonesa!

Vlw!!!

Lucas disse...

É, TAM tem uma aeromoças muito gostosas! Sensacional

Po, e essa japinha é muito gatosa! Bota mais dela!