terça-feira, 13 de março de 2018

Bro Job?


Tem horas que eu gosto de ver algumas piadas na internet. É legal, depois de um dia cansativo de trabalho relaxar um pouco com algo engraçado, pra descansar o cérebro e ficar com o espírito mais leve. E embora existam muitos sites de piadas bons, como o 9gag, tem horas que os portais de internet brasileiros conseguem ser hilários, colocando "notícias" que vão mudar o mundo, principalmente quando temos essa era de politicamente corretos, defensores da diversidade e do diferente...

Canso de rir quando olho o site da Globo, a grande corporação "golpista" apesar de defender os interesses esquerdistas, e racho de gargalhar vendo o UOL, que só falta trocar o símbolo da bolinha vermelha e amarela por um martelo e foice. Mas dessa vez a notícia que me motivou a postagem veio do iG, lembra dele? Me surpreende que o portal de internet do cachorrinho branco ainda sobreviva hoje em dia.


Embora... acho que ele não faria muita falta, depois de uma postagem que eu tive a necessidade de replicar aqui, para o nosso deleite. E lamento ter que colocar a foto do cachorrinho tão simpático aqui, associado a esse post abaixo.

Ser hétero e desejar sexo oral com outro cara é normal e tem nome: "bro-job"
"Existem muitas definições de gênero, mas as pessoas basicamente as resumem em heterossexuais e homossexuais. Muitos homens não são gays ou bissexuais, mas sentem a curiosidade de ter uma experiência sexual com uma pessoa do mesmo sexo. Caso você tenha esse desejo, não se sinta sozinho, essa é uma fantasia tão comum que tem até um nome: “bro-job” – um termo em inglês usado quando dois homens praticam o sexo oral e um deles, ou os dois, são heterossexuais. 
A verdade é que muitos homens desejam passar por essa experiência, mas com medo de rótulos, acabam não admitindo. Porém, o bro-job  nada mais é do que explorar a sexualidade sem julgamentos e livre de estereótipo. Segundo informações do portal britânico "Metro", essa mentalidade pode estar mudando e há até aplicativos de relacionamento – que funcionam de forma semelhante ao Tinder – que foram desenvolvidos para facilitar o encontro de heterossexuais curiosos. 
Outro fato é que muitos homossexuais já foram procurados por homens heterossexuais com segundas intenções. Em relatos anônimos, homens gays disseram ao jornal que, na maioria das vezes, os héteros querem aliviar alguma frustração sexual. Esses caras são geralmente tachados como “gays enrustidos”, pois continuam tendo namoradas e esposas. Mas, pense o contrário, se um gay resolve beijar uma mulher para saber como é apenas (por curiosidade ou por um desejo momentâneo) ele vira heterossexual? (...)"
Pois é... Realmente, temos que concordar com isso. É normal que um homem heterossexual tenham a curiosidade e curtam praticar sexo oral com outro cara. Nada de mais em um sujeito querer abocanhar uma biromba, não tem problema nenhum o indivíduo curtir seu pinto sendo chupado por uma boca barbada. Isso é super natural...

...

...

...

...

...


Pôrra! Que merda é essa? Me desculpem, mas não. Não acredito nisso. Sério, onde que estão com a cabeça? Só não mando o autor do texto tomar no cu, pois pelo jeito isso deve ser algo que ele curte fazer...

Me expliquem uma coisa: a definição de homossexual é uma pessoa que gosta de fazer sexo com pessoas do mesmo sexo (sim, frase repetitiva, mas depois de let essa "notícia" eu perdi alguns pontos de QI). Homem com homem, mulher com mulher. Heterossexual, por sua vez, é quando são pessoas de sexos opostos. Homem com mulher, e vice-versa. Eu sei que hoje existe essa imensa variedade de identidades sexuais. Deve ter homem que não gosta de mulher, mas que namora com uma mulher que virou homem, ou mulher que gosta de homem mesmo, mas namora com um homem que era mulher. Tipo a filha da Gretchen, que virou filho.

Mas, simplifiquemos a bagaça: heterossexual é quando temos homem com mulher, e homossexual quando é homem com homem ou mulher com mulher.

Me explica então como que o cara levando bolada no queixo pode ser considerado heterossexual?


Não consigo entender isso... Hoje em dia existe uma necessidade em se quebrar certos paradigmas, em pôr abaixo os conceitos, tudo para atender aos ideais tuti-fruti de arco-íris dos politicamente corretos. Pois sim, tenho certeza de que isso aí é coisa deles, sempre querendo promover idéias absurdas que contrariam os conceitos de sociedade de bem. Fala sério, meu amigo... Como que o sujeito que curte "tocar flauta" pode ser considerado hétero?

O pior é como essas matérias são tendenciosas, e buscam passar uma idéia de normalidade. Dizer que "muitos homens desejam passar por essa experiência" é absurdo. Eu sou um texugo heterossexual, e nunca tive vontade de passar por isso. E conheço muitos outros homens que jamais gostariam disso (pelo menos, é o que dizem). Os que eu já escutei dizendo que curtem são gays assumidos. Não tem essa de dizer que são "muitos homens", isso aí só na cabeça dos politicamente corretos, que gostam das coisas diferentes, de ofender aqueles que tem um pensamento mais pé no chão e conservador. Só na cabeça desses imbecis que a maioria dos homens tem desejo de chupar uma espiga.

Como eu vi num vídeo que vem rolando no Whatsapp: o verbo "chupar" não deve fazer parte do vocabulário do homem. Chupar sorvete? É coisa de viado, homem morde sorvete, na base da dentada. Chupar pirulito? Nem pensar, pirulito não é coisa pra homem. Tem só algumas coisas que o homem de verdade tem permissão de chupar...


Isso aí... Só mesmo peitos e afins. E admito, foi pra dar uma melhorada no nível do post. Continuando...

O mais engraçado é ver como a "reportagem" tenta arrumar justificativas para que o ato de tocar a clarineta alheia possa ser considerado como normal para um homem heterossexual. Como copiei lá em cima, é visto como algo que pode ser apenas uma curiosidade, comparando à situação em que um gay pode ter o desejo de beijar uma mulher e isso não o tornará menos gay.

Na boa... Primeiro, se o cara é gay de verdade, ele não vai ter esse tipo de curiosidade. No máximo pode ser um indivíduo que, antes de sair do armário, beijou mulheres e não achou isso agradável. Agora, se ele já se assumiu como homossexual, significa que ele curte outros homens, e jamais teria esse tipo de curiosidade sobre beijar uma mulher. Não faz sentido, a não ser que o sujeito seja bissexual: mas aí na verdade ele já curte de tudo, e está longe de ser um heterossexual.

Além disso, convenhamos né? Comparar um beijo na boca de uma mulher com fazer/receber um chup-chups dum cara, é covardia. São dois níveis completamente diferentes...


Mas aguente que piora. Os caras do iG continuam levantando outras possibilidades para dizer que isso é normal. Por exemplo, argumentam que os homens sabem melhor do que as mulheres o que dá prazer no ato de "fumar o charuto", e dessa forma eles "podem ter certa vantagem na hora de manusear o membro" do outro. Outra possibilidade seria a sensação de perigo, que isso deixaria o sujeito excitado com o risco de poder ser pego com as calças arriadas e um marmanjo pendurado em sua tromba.

Cacetada, chegam ao ponto de dizerem que muitos homens gostam de comparar o tamanho de suas espadas, e em um momento como esse pode ser para autoafirmação, para ver que ele tem uma jeba maior que o outro. Aparentemente, na cabeça dos lunáticos que escreveram a matéria, o ideal é que se meça algo com a boca...


Sinceramente... o que esses caras fumaram?

Eu cada vez mais desisto do mundo... Não tem jeito, esses imbecis politicamente corretos querem forçar a sua forma de pensar em toda a sociedade. É foda! E não consigo entender, pois esses putos são os primeiros a defender a liberdade de gênero, de aplaudir a diversidade sexual que existe hoje em dia. Se é isso mesmo, então ser homossexual não é nenhum problema, é algo que eles já consideram como certo. Se o cara curte chupar a trolha dos outros, pode ser homossexual numa boa, e ninguém tem nada a ver com isso. 

Então, por que esse desejo em mudar também a definição de heterossexual? Por que essa necessidade em dizer que o heterossexual pode fazer algo homossexual? Por que esse inventar esse discurso de que muitos homens heterossexuais têm a curiosidade de colocar uma jibóia na garganta?


Sabe por quê? É pra chocar mesmo, pra deturpar valores. No caso, pra passar uma falsa idéia de que heterossexual também gosta de chupar o taco dos outros, tudo com o objetivo de associar algo homossexual às pessoas que são heterossexuais. Porque muitas das pessoas mais conservadoras, ou que são apenas contrárias à onde politicamente correta exagerada, são héteros. E essa gentinha escrota e moderna adora provocar os outros, parecem que têm orgasmos ao ofender aqueles que pensam diferente...

Perdoem o palavreado... mas daqui a pouco vão dizer que é normal um homem hétero dar a bunda! 

Não vai rolar não, seus filhos das putas! Não existe essa aí de homem macho que curte chupar ou ser chupado por outro homem. Se vocês gostam, fiquem à vontade, tomara é que se engasguem. Só sejam pelo menos um pouquinho coerentes e assumam a sua homossexualidade, em vez de tentarem arrumar uma desculpa. Deixem aqueles que curtem mulheres e são heterossexuais viverem suas vidas como querem, pôrra. 

3 comentários:

André Luiz disse...

Só tenho uma coisa a dizer: PUTA QUE PARIU!!!
É muito absurdo o que a mídia tenta fazer hoje em dia! É surreal! Parece que contradições obvias são ignoradas solenemente pelos "gênios" do politicamente correto! Nessa eu li outro dia em um site de "notícias": "Ousada, Pablo Vittar mostra os testículos em show"! PUTA QUE PARIU, PUTA QUE PARIU!!!! É SÉRIO ISSO!? É "OUSADA", assim mesmo, adjetivo feminino, porém mostrou os testículos!?!? Alguém me explica isso, PORRAAAAA!

Texugo disse...

Caraca... e eu achei que não poderia piorar. Pablo Vittar mostrando as bolas? Puta merda! Tá complicado entender, realmente tá surreal essa merda.

O mais engraçado é o seguinte: Pablo Vittar pode mostrar os testículos que é chamada de ousada...

Se sou eu que mostro meu saco em público, é atentado ao pudor...

André Luiz disse...

É verdade! Os politicamente corretos, os social justice warriors, também são mestres da indignação seletiva! Qualquer outro seria execrado por mostrar o saco, e, nesse caso, com razão! Mas como é o Pablo Vittar, a coisa muda de figura! Aí é ousadia, é coragem, é empoderamento, é quebra de tabus e o caralho!
Enquanto o saco do cidadão de bom senso fica cada vez mais cheio dessa palhaçada que é a mania dessa mídia de querer forçar as pessoas a pensarem em bloco!