quinta-feira, 15 de fevereiro de 2018

Como Não Odiar os Correios? (III)

Mais uma vez... Eu estou ficando extremamente puto com os Correios. Prometo ser um pouco mais econômico na postagem, mas não posso prometer nada quanto aos adjetivos que eu vou usar aqui. Cara, como eu estou puto! Olha que detesto serviços públicos de forma geral, mas os Correios estão se superando.


Recentemente eu tenho começado a comprar algumas coisas no exterior. É a saída que encontramos, pois o Brasil é um país de merda, um shit hole atrasado em que não temos acesso ao que há de mais moderno no mundo. E quando temos, precisamos desembolsar uma fortuna em impostos, para sustentar a máquina pública que não faz pôrra nenhuma. Claro que ao trazer de fora existe o risco da Receita sacanear e taxar, são 60% de imposto sobre o valor total. Pagamos imposto até no frete... Mas ainda assim em muitos casos sai mais em conta. Ou muitas vezes são produtos que não temos aqui no Brasil, e só encontramos no exterior.

Acontece que trazer qualquer coisa de fora, se não for por uma empresa de courier, você precisará de uma boa dose de paciência, pois os Correios farão tudo para dificultar a sua vida e entregar seu pacote o mais lentamente possível.


Procure aí na Internet, em todo lugar tem gente reclamando. Eu mesmo já fiz dois posts sobre isso (aqui e aqui), de encomendas que solicitei no final do ano, e que tiveram grandes atrasos. Inclusive encomendas nacionais, levei 16 dias pra receber uma vinda do interior de São Paulo. 

Talvez alguns possam dizer que eu estou sendo chorão demais, que estou sendo impaciente. Sei que tem muita gente na Internet que é assim, que acha que a encomenda vai levar poucos dias pra chegar em casa e logo depois começa a espernear. Longe disso, eu não estou reclamando tanto pela demora, apesar de achar um absurdo que um pacote leve cinco dias pra viajar dos Estados Unidos pra cá e depois vinte dias pra vir de Curitiba pro Rio. Não é tanto pelos prazos, mas sim pela falta de informação, e o total descaso que esses filhos das putas têm com os seus clientes.

Como, por exemplo, dizer algo assim "olha, a encomenda ainda não chegou na unidade, e não sabemos onde ela está" ou "vai haver dificuldade para entregar na sua casa pois está em uma zona de risco, mesmo agente tendo entregue algo aí no dia anterior". Uma verdadeira falta de respeito, em que eles parecem não se preocuparem sobre onde estão nossas correspondências.

Enfim... o que me motivou a fazer mais uma postagem aqui é por ter percebido a nova tática dos Correios para tirar o deles da reta. Pois, afinal de contas, antes de atender bem aos clientes, eles querem se isentar de responsabilidades, principalmente na eventualidade quase que certa de atrasos ou extravios.

Pois muito bem, segue aí o caso da vez. Outra encomenda vinda dos Estados Unidos. Postada no dia 11 de janeiro e deixando a terra do Trump no dia 14 do mesmo mês.


Isso aí... Um mês e a encomenda ainda está a caminho, dos Estados Unidos até o Brasil. Alguém consegue entender?

Na boa... Eu acho que se eu viesse dirigindo não levaria tanto tempo... Sinceramente, vou até fazer a conta. Considerando que meu pacote saiu de Miami e chega no Brasil em São Paulo, a grosso modo seriam 10 mil quilômetros percorridos em terra firme.


Assuma uma velocidade média de 50 km/h, entre estradas de alta velocidade nos Estados Unidos e vias fudidas na América Latrina. Seriam necessárias 200 horas para fazer tal trajeto. Considerando que a cada dia você dirija por 10 horas, levariam 20 dias pra chegar em São Paulo. 

E a minha encomenda está há 30 dias a caminho do Brasil...

Logicamente que não está levando todo esse tempo, afinal a encomenda é aérea. Pra levar essa eternidade, apenas se estivesse vindo no avião do Lost e tivesse caído em uma ilha doida com um monte de gente maltrapilha e uma fumaça preta assassina. Como essa ilha fica no Pacífico, não é por isso...


Mas eu estou me dando conta do porquê... Percebi quando fui tentar abrir uma reclamação no site dos Correios e apareceu essa mensagem abaixo.


Tá explicado! Não entendeu?

Trata-se da provável malandragem dos canalhas dos Correios. Sabemos muito bem que não tem como uma encomenda levar um mês para vir de avião dos Estados Unidos ao Brasil. Em uma das minhas postagens anteriores, deu pra ver que leva em torno de cinco dias, o que na minha opinião é muito, considerando um vôo de oito horas, mas que está dentro do aceitável se considerarmos toda uma logística e organização dos aeroportos. Só que estamos falando de uma semana, e não um mês...

Porém, uma vez os Correios recebam a encomenda, começa então a contar o relógio, começa a valer o prazo que é de responsabilidade deles. Como é um pacote pequeno, ele vai pra Curitiba, onde passa pela fiscalização aduaneira, que com sorte, pode ser bem rápida caso a encomenda não seja taxada. Se fosse, provavelmente já teria chegado aqui o aviso de que eu teria que pagar. Aí, liberada da receita Federal, é o prazo de entrega até nossa residência.

Considere então uma encomenda pequena com rastreamento completo, aquelas do tipo prime que possuem código de rastreio iniciando por L. Veja a informação disponível no próprio site dos Correios.


Vejamos então... Uma vez liberada pela Receita, existe o prazo de 12 dias úteis para que seja tratada e entregue. Esse é teoricamente o compromisso que os Correios assumem com a gente.

A fiscalização, certamente que pode demorar... Embora não seja o comum. Repito, recebi encomendas recentes que não ficaram nem dois dias paradas na Receita. Mas conheço muitos casos em que esse processo demorou bastante, fruto da falta de pessoal para fiscalização aduaneira. Mas, nesses casos, os Correios se isentam da responsabilidade, pois essa parte não é com eles. Razão pela a qual a seta em branco ali em cima não tem prazo. Se o destinatário ficar puto, tem que reclamar com a Receita, os Correios lavam as mãos.

E, tá certo. É assim mesmo. Cada macaco no seu galho. 


Por essa razão, não me parece ser atraso na fiscalização, pois os Correios lançam a informação de quando a encomenda tenha sido recebida pela Receita. Não que eu ache que eles vão querer expor o mau trabalho dos fiscais (até porque não duvido que estejam em parceria), mas considerando que muitas encomendas não precisem de fiscalização rigorosa (devido ao baixo valor, por exemplo), era de se esperar que teriam informado que elas já chegaram ao Brasil.

Por que então parar a informação na seta em azul claro, que é a chegada ao Brasil em até oito dias úteis? O que os Correios ganhariam com isso?

Porque essa etapa não é de responsabilidade deles. A principal responsabilidade dos Correios é com a seta azul escura, que é o tratamento e entrega da correspondência. A vinda do exterior para cá depende do serviço lá de fora, que pode levar mais que oito dias úteis. Mas aí a culpa não é dos Correios, pois eles não tem controle sobre o processo.

Mas... era pra atrasar tanto assim? Repito, já recebi encomendas vindas dos Estados Unidos, que levaram cerca de cinco dias corridos para chegar ao Brasil. Passou um mês e continua a caminho?

Aí é que está a malandragem, ié ié!


Devido à sua grande incompetência, até os Correios sabem que não são capazes de cumprir os prazos. Ou por reconhecer falta de estrutura ou por preguiça mesmo, com o objetivo de fuder a população. Repito, tem muito funcionário público que parece ter múltiplos orgasmos ao dificultar a vida do povo, é uma sensação de que podem tornar as vidas dos outros mais difícil. E uma das formas é justamente isso: dificultar a entrega, deixar as pessoas ansiosas, impedir que elas aproveitem os bens que compraram fora. Certamente tem um bando de filho da puta que deve se divertir em saber que estamos aqui na espera, à mercê deles, esperando um raro momento de boa vontade em que venham a nos entregar o que é nosso, o que compramos.

Aí, como assegurar o não-cumprimento dos prazos sem assumir nenhum tipo de responsabilidade? É só jogar a culpa no envio do exterior!

A partir do momento em que o rastreio fica travado nessa informação de "objeto encaminhado para o Brasil", os Correios não têm nenhuma responsabilidade, o atraso não é com eles. Vão dizer que a culpa é do serviço lá de fora, que eles não podem fazer nada. Mesmo que a encomenda já esteja aqui no Brasil, mesmo sabendo que o atraso é por conta da lentidão deles. 

Mas como eles têm o controle do sistema... É só não atualizar a chegada da encomenda no Brasil... Aí o relógio fica congelado. A encomenda, que era pra estar aqui em casa depois de aproximadamente um mês, vai levar pelo menos dois. Tanto que eu não consegui criar a reclamação no site deles, justamente por conta daquela mensagem lá em cima. É a forma deles dizerem "não é nossa culpa". 

Quando na verdade são esses filhos das putas desgraçados que estão enrolando.

Sabe o mais engraçado? Se eu pesquiso pela mesma encomenda no site do serviço postal norte-americano, veja só a última informação que aparece.


Perceba que essa última informação indica que a encomenda chegou sim ao Brasil, e saiu do aeroporto de Guarulhos, com destino certamente à Curitiba.

Então por que os calhordas dos Correios não atualizam essa informação lá no rastreio, caralho? Os americanos lá não têm como saber disso, a não ser que vocês tenham informado, seus filhos das putas! 

Isso só comprova que é realmente algo de má fé. Só isso explica o fato de que lá no site do USPS já consta como encomenda recebida no Brasil (e assim deixando de ser responsabilidade deles) enquanto que no site nacional aparece que ela ainda está a caminho (e assim, teoricamente, sem a responsabilidade dos Correios). Ou seja, a minha encomenda está no limbo, e não posso reclamar com ninguém! Tenho que enfiar os dez dedos no rabo e rasgar! 

É muita putaria mesmo... Digo mais uma vez, tem que privatizar essa merda. É um verdadeiro descaso com a população. Claro que deve ter gente de bem dentro dos Correios, e sei que os carteiros que fazem as entregas sofrem muito... mas tem ali por trás uma verdadeira máfia de cretinos, de sanguessugas que estão preocupados apenas com o interesse próprio e estão pouco se fudendo para a população. É um serviço péssimo, horrível, sem o menor comprometimento com a qualidade. 

Depois eu volto aqui, talvez depois de um mês, para contar como que esse caso terminou...

***** UPDATE - 07/03/2018 *****

Será que alguém se lembra ainda disso? Confesso que eu ainda me lembro dessa encomenda que justificou a minha postagem. Apesar de eu já estar quase desistindo, imaginando que ela havia sido perdida. Imagina a minha surpresa ao olhar hoje, 7 de março, no site de rastreio.


Sinceramente... puta que pariu!

Eu acredito que eu não estou sendo escroto... mas eu acho que uma encomenda vindo de avião dos Estados Unidos até aqui no Brasil levaria bem menos tempo pra chegar aqui. Tipo, um dia no máximo. Mas levou 52 dias pra chegar aqui, segundo os "Cúrreios".

Agora, quero só ver quanto tempo que vai levar para percorrer o trajeto "mais longo" da viagem, que é de Curitiba até aqui em casa...

***** UPDATE - 26/03/2018 *****

Acabou que dessa vez fui em quem esqueci. A encomenda que eu menciono nesse post finalmente chegou no final de março, mais precisamente no dia 20 de março. Ou seja, levou 68 dias para chegar dos Estados Unidos até aqui. Treze dias pra vir de Curitiba pro Rio.

Sério, não tem serviço pior que os Correios.

Nenhum comentário: