terça-feira, 11 de julho de 2017

Photobucket Mercenário

Essa aqui é pra falar de algo que aconteceu recentemente aqui pela Internet. Algo que deixou muita gente puta (incluindo aqui este texugo), gerando uma revolta sem tamanho. Venho pra falar aqui do site do Photobucket e a sacanagem que eles fizeram recentemente.


Para começar, deixa eu contextualizar como que eu cheguei a usar tal serviço de hospedagem de imagens. Tudo por conta desse blog aqui, minha diversão e passa-tempo, que para minha surpresa está aos pouquinhos ganhando mais e mais seguidores, aos quais eu agradeço muito. 

Admito: eu escrevo muito! Não sei porque, acho que eu gosto de detalhar bem as coisas, ou talvez seja algum outro traço de minha personalidade que faz com que eu não poupe nas palavras. Até no trabalho, certa vez, levei um esporro do meu chefe, pois mandei um email longo demais. Na vida profissional eu tenho melhorado isso, mas aqui no blog tem horas que eu não consigo. Sinto a vontade de escrever mesmo, é algo que me relaxa e me dá prazer. Acontece que escrever um post que tenha trocentas palavras vai ter um efeito de sonífero na maioria das pessoas, talvez alguns aqui já estejam chutando o balde ao ver todas essas palavras aqui, e olha que só estou começando.

Aí, pra quebrar um pouco, uso o velho e bom recurso que os blogs usam: coloco alguma imagem.


A imagem acima é meramente apelativa. Continuemos.

As imagens sempre ajudam a dar um alterada no visual, e muitas vezes até ajudam a explicar algo do texto. Em certas situações, o uso da imagem é obrigatório, como quando eu faço as sátiras. Convenhamos... sem imagens um blog dificilmente consegue sobreviver.

Colocar as imagens aqui é moleza, o próprio Blogger tem como fazer o upload, ficando guardadas em pastas do Google Photos, associada ao site. Até aí tranquilo, mas comecei a perceber na época uma certa dificuldade com os populares GIFs animados. Quando eu decidi incorporá-los aqui, vi que a interface não funcionava bem, e a animação ficava estática, tirando toda a graça.


Aí, tive que recorrer a algum serviço de armazenamento de imagens, que permitisse também compartilhá-las. Comecei com o ImageShack, aquele do sapinho amarelo, mas achei ele meio instável. E então parti para o Photobucket, devido às muitas recomendações, muita gente o usa. Lancei todos os GIFs animados que eu tinha, incluindo alguns antigos do ImageShack, inclusive alguns que eu iria por ventura usar em um post no futuro. Devia ter ali em torno de cem GIFs. 

Tudo muito bem, até na hora em que eu fui fazer o post dos beatlemaníacos. Estava escrevendo a parte do Michael Jackson, e aí me deu a idéia de colocar um GIF do jogo do Moonwalker. Fiz lá o upload no Photobucket, cliquei para copiar o link para incorporação aqui no site, e o que apareceu foi a famigerada imagem que abre a postagem.

Fiquei surpreso com isso. Fui então olhar o link indicado, e vi que o Photobucket passaria a cobrar uma assinatura pra liberar o compartilhamento de imagens...

Não precisa dizer que eu fiquei muito puto.


Já estava pensando sobre arrumar um site para substituí-lo, aí tive a curiosidade de testar novamente o Blogger. Para minha surpresa, parece que melhoraram o sistema aqui e eu consegui carregar a imagem, incluindo a animação. Resolvido o problema, mas fiquei pensando em como alterar todos os GIFs que já usei aqui, pelo menos dos post mais recentes... Sorte que eu sempre tenho um backup local das imagens, já consegui rever até os textos de 2014 e acertei as animações, depois tenho que arrumar gás pra ver os anos anteriores.

Trabalheira do cão...

O que aconteceu foi o seguinte: no final do mês passado, a Photobucket fez uma singela alteração nos seus termos, bloqueando as fotos hospedadas ali de acesso externo. Tipo o que eu fazia aqui, colocando um link que buscava a imagem de lá, algo muito usado por várias outras pessoas, tipicamente para colocar imagens em fóruns ou em sites de vendas como o eBay. Para liberar o acesso a esse recurso, o usuário tem que pagar uma assinatura de 400 dólares por ano.


Sim, 400 Trumps por ano! Quer mais?

O pior de tudo é que muitas pessoas comentam que não apenas foram impedidas de colocar suas fotos em outros sites, mas estão até mesmo não conseguindo fazer o download das fotos do Photobucket. Eu pelo menos, por enquanto, consigo ir lá e baixo os meus GIFs, mas muita gente tem ali centenas de fotos pessoais que estão bloqueadas.

Como alguém comentou, a Photobucket está agindo como os hackers que invadiram milhares de computadores recentemente, pedindo um valor de resgate pelos dados pessoais de seus usuários...


O mais absurdo é o seguinte: essa mudança foi feita de uma forma canalha. Em nenhum momento foi enviado qualquer tipo de notificação de que seu serviço sofreria uma mudança assim tão drástica. Eu não recebi nenhuma pôrra de email, não houve nenhuma notícia na mídia. No máximo, os filhos das putas colocaram em seu blog que haveria uma mudança nos seus termos e condições, sem falar nada. Aí, na calada da noite simplemente bloquearam o acesso, e passaram a exigir uma taxa absurdamente cara para que as pessoas tenham acesso a seus próprios arquivos.

Eu até entendo uma coisa: provavelmente o Photobucket tem um gasto de tráfego de rede por conta de permitir a exibição de imagens hospedadas em seus serviços, talvez até possamos entender como sendo justo que eles cobrem por isso. E convenhamos, acho que muitas pessoas foram um pouco ingênuas demais em guardar suas fotos somente no site, isso vale para Photobucket ou qualquer outro serviço de nuvem. De uma hora pra outra, esses sites podem simplesmente acabar, e se você valoriza os seus arquivos, nada como ter uma cópia local em um HD na sua casa. É o que eu faço aqui no blog, todas as fotos e até mesmo textos possuem backup.


Mas isso não muda o fato de que o Photobucket fez uma putaria. Uma verdadeira extorsão escrota, considerando a forma dissimulada e chantagista. Afinal, uma mudança tão pesada, envolvendo bloqueio de imagens e um pagamento da ordem de centenas de dólares deveria ter sido notificada de forma mais efetiva, para que as pessoas pudessem tomar suas decisões, removendo as suas fotos aso não concordassem com os novos termos. 

Bom, no final das contas eles deram um tiro no próprio pé. Com um monte de alternativas gratuitas, um monte de gente vai simplesmente largar o Photobucket de lado. Enfim... mas agora que o Blogger aceita os GIFs, aí mesmo que faço questão de não usar nada deles. Deixo aqui meu recadinho pra você, Photobucket. Tomara que você se arrebente, por ser assim tão mercenário.


Nenhum comentário: