terça-feira, 11 de outubro de 2016

As Gatas do Need For Speed


Sou um texugo que curte jogos de videogame, mas mesmo assim faz tempo que não faço postagens sobre o assunto. O curioso é que esse texto em particular estava aqui já faz um bom tempo, faltava praticamente só as fotos, e decidi resgatá-lo para trazer o assunto de jogos da forma mais marcante possível.

Entre os estilos que mais gosto estão os jogos de corrida, e dos jogos dessa categoria uma série que sempre gostei foram os jogos do Need for Speed. Sempre curti muito esses jogos, desde o primeiro deles, ainda com seus gráficos pixelados, um dos poucos onde se podia correr com uma Ferrari. Sempre foram jogos muito legais, apesar de seguir uma premissa que já era bem manjada: colocar carros esportivos correndo em um circuito ou numa pista de início e fim, colocando em algumas oportunidades a polícia na perseguição, como já fazia o mega clássico Road Rash. Ou seja, nada de muito especial...

Mas a série viria a dar um novo gás indo no embalo do Velozes e Furiosos, começando com o Need for Speed Underground. Apesar de manter boa parte do jogo convencional, com os circuitos e sprints, viria a trazer novos elementos sensacionais, como as corridas de racha, as competições de drift, e principalmente a grande novidade de permitir a customização do carro. Para quem estava acostumado a só poder trocar a cor do veículo, ter a capacidade de escolher pára-choques, aerofólios, rodas, neons e vinis foi gratificante... Uma possibilidade de deixar o carro do jeito que você queria.


Acontece que, quem já viu os filmes de Velozes e Furiosos sabe muito bem que outra coisa obrigatoriamente faz parte desse universo de corridas ilegais pelas ruas: mulheres! Sim, unindo duas coisas que os garotos gostam, carros e mulheres, não haveria dúvida que os jogos do Need for Speed iriam a agradar muito aos jogadores. E até que diria que os produtores do jogo não foram tão apelativos, como poderia se esperar. Quero dizer, nada de trajes sumários e exagerados, algo relativamente razoável. Até em alguns jogos da série, as mulheres viriam a ter uma participação importante na história, e não apenas como um bando de peitudas pulando na linha de chegada.

E o mais interessante é que nos jogos se optou por usar atrizes e modelos reais como base para as personagens. Por exemplo, a partir do Most Wanted já passavam a haver vídeos, logo havia sim uma atriz ali atuando no papel. O suficiente para deixar a marmanjada babando ainda mais. E como era época do avanço da internet, permitia até mesmo aos interessados uma "pesquisa bibliográfica" mais aprofundada a respeito das beldades.

Com isso, decidi fazer aqui mais um daqueles posts de listas, agora sobre as garotas que dividem a atenção com os carros tunados nos jogos da série Need for Speed. Vamos de ordem cronológica, para facilitar a minha vida.


Samantha (Cindy Johnson) e Melissa (Amy Walz)
NFS Underground

Eram as duas personagens femininas do primeiro jogo que incorporou as corridas ilegais, sendo Samantha a de cabelos escuros curtos, amiga do jogador, e a loira Melissa a namorada do rival do jogador.


Confesso que só as coloquei mais para "compor a lista", pois em termos de beleza e participação do jogo elas são bem discretas. Eram tempos onde o jogo ainda não tinha histórias muito rebuscadas, e assim elas não tinham apareciam tanto. Além disso, elas eram representadas por modelos virtuais, criadas à sua semelhança, lógico, mas ainda parecendo um tanto artificiais...



Rachel Teller (Brooke Burke)
NFS Underground 2

Bom, agora estamos falando... Rachel era a amiga de Samantha do jogo anterior, vive na cidade (fictícia, como em praticamente todos jogos da série) de Bayview, sendo responsável por agenciar uma série de corridas para o jogador, além de dar uma série de dicas a respeito das corridas. Já traz assim uma participação mais colaborativa, embora ainda apenas em imagens paradas e retocadas como se fosse um desenho.


Em termos de visual, podemos dizer que os criadores do jogo acertaram... Brooke Burke é muito gata, uma modelo de tirar o fôlego!



Nikki Morris (Kelly Brook)
NFS Underground 2

Essa aparece bem pouco, faz parte da gangue do bandidão Caleb, o careca tatuado que é o rival do jogador. Como fica meio aparente de que a Rachel acima não vai se render aos encantos do jogador (principalmente se no início você pegou o carro dela para dar uma volta), tiveram que criar uma garota pegável... Nikki acaba disputando uma corrida, mas depois que ela perde, acaba se juntando ao seu time.

Mostra como as mulheres vão atrás de poder... Parece que ela estava vendo que Caleb logo iria se tornar o merda, e ela decide ficar com o corredor que está bombando.


Quem personifica a personagem é Kelly Brook, uma modelo de biquini fantástica, e que inclusive já passou até pelas páginas da Playboy.



Mia Townsend (Josie Maran)
NFS Most Wanted

Como podemos ver, a cada jogo da série as personagens femininas mais participação na trama do jogo, e com Mia não foi diferente. Ela flerta com o jogador logo no início, mostrando que quando você tem um carrão a mulherada não resiste, e logo começa a ajudá-lo a enfrentar e vencer o putinho do Razor, que roubou o seu carro.

Ela ajuda o jogador em diversas ocasiões, até quando no final ela se revela como sendo uma policial infiltrada na gangue, com a intenção de prender todos os corredores. Mas, em um último gesto de boa vontade, ela acaba liberando o jogador, só para ser perseguido pelo negão policial.


Josie Maran, a atriz que personifica Mia, viria a ser uma das primeiras atrizes de fato, embora sua contribuição cinematográfica seja tão modesta como a importância das Guianas e do Suriname para a economia da América do Sul. Seu papel mais conhecido foi de uma das vampiras macabras no filme Van Helsing.


Eu disse, contribuição cinematográfica modesta... Mas que ela é uma das mais gatas da série, não resta dúvidas. Vale até uma segunda foto mais interessante...



Policial (Simone Bailly)
NFS Most Wanted

Só a citei por ser bem bonita e atraente, a policial que acompanha o negão Cross nas perseguições. Mas sua participação é insignificante, não fazendo nada de útil, a não ser algemar o jogador no início do jogo.


Curioso ver como a atriz Simone Bailly tem muito mais experiência em séries (é só ver no IMDb) mas mesmo assim ficou relegada a um papel sub-coadjuvante...



Nikki (Emmanuelle Vaugier)
NFS Carbon

Esse foi na minha opinião um dos melhores jogos da série, por trazer uma série de aspectos mais legais, incluindo a possibilidade de aliados durante as corridas. Nikki é a namorada de Darius, o maior corredor da cidade, mas que era amiga do jogador, apesar de depois de toda uma trama de mal-entendidos ela ficava meio puta com ele. Mas logo ela acaba descobrindo o quanto Darius é podre, largando o cara de mão e se juntando ao jogador. Como se na vida real fosse tão fácil o bad-boy se dar mal...


Claro, outra razão que torna esse jogo um dos meus favoritos é o fato de Emmanulle Vaugier ser na minha opinião a mais gata que já passou por todos os jogos da série! Pode ser mais discreta que muitas heroínas dos jogos, mas tem uma classe de tirar o fôlego.


A bela canadense também tem uma certa fama, já tendo aparecido em séries como CSI NY e Two and a Half Men, onde fazia uma mulher que quase se casava com o Charlie.



Yumi (Melody Miyuki Ishikawa)
NFS Carbon

Parece que o Need for Speed Carbon foi mesmo o jogo com a maior concentração de beldades. Yumi fazia parte da gangue de corredores de carros tunados, mas que decide se juntar ao jogador, ajudando nas corridas indicando atalhos. Toda cuti-cuti, com o seu cabelo rosa e jeitinho meigo de garota colegial japonesa.


Claro, a atriz não tem cabelo rosa, e trata-se de mais uma das típicas filhas de imigrantes japoneses nascida no Havaí. Melody Miyuki é uma cantora na terra do sol nascente, muito bonitinha como é costume ver nas paradas musicais japonesas.



Flag Girl (Krystal Forscutt)
NFS ProStreet

Esse foi um jogo da série que honestamente me decepcionou. Tudo bem que ele trouxe mais realismo para as pistas, mas ao levar os carros para competições legalizadas e aumentando ridiculamente a complexidade da simulação, ProStreet perdeu muito da graça em relação aos demais jogos.


Mas não podemos deixar de citar uma das beldades do jogo, a gatíssima Krystal Forscutt, que emprestou as suas curvas para representar uma das garotas que dá a bandeirada de largada. Pelo que sei, ela não fez nada de extraordinário, a não ser ter participado do Big Brother australiano, onde constantemente colocava suas bazingas de fora...



Chase Linh (Maggie Q)
NFS Undercover

Felizmente, logo no jogo seguinte tivemos uma retomada do ambiente de corridas fora-da-lei nas cidades com Need for Speed Undercover. Se bem que dessa vez o personagem bancava o policial que se disfarçava de corredor de rua (ou seja, uma cópia descarada do primeiro Velozes e Furiosos), tendo como chefe a oficial Chase Linh.

E a cada jogo o elenco do jogo vai se tornando cada vez mais famoso. Tudo bem que Maggie Q não é nenhuma grande figurona de Hollywood, mas já é uma carinha mais conhecida, tendo participado de filmes como Duro de Matar 4 e Missão Impossível 3, além de ter sido a protagonista da reedição da série Nikita. Pode até não agradar os fãs de mulheres mais curvilíneas, mas sem dúvida é de se cair o queixo.


Um pouco de cultura videogamística inútil: sabia que Maggie Q personificou a lutadora Mai Shiranui, na adaptação (que felizmente não fazia idéia que existia) do The King of Fighters? Logicamente, uma representação pífia, já que a lutadora de um dos concorrentes do Street Fighter era dotada de dois globos terrestres no seu sutiã...



Carmen Mendez (Christina Milian)
NFS Undercover

Carmen é uma estudante que acaba se envolvendo com os corredores e criminosos do jogo, fazendo o típico papel da mocinha em perigo que se envolve com os bandidos. E que depois acaba contando com a ajuda do jogador para ser salva. Estava demorando para colocarem na série a personagem indefesa que precisa ser resgatada...


Só tolero isso por Christina Milan é uma gracinha! Você certamente deve se lembrar dela no Be Cool, filme que tem o Travolta como produtor musical e o The Rock como um babaca afrescalhado louco pela fama. Mas ela é mais conhecida pela sua atuação musical, como pôde ser visto no Be Cool, quando ela faz um dueto com o escalafobético drogado do Steven Tyler do Aerosmith.



Sam Harper (Christina Hendricks)
NFS The Run

Depois de Undercover vieram vários jogos com uma temática diferente, uns voltando para a simulação exagerada como NFS Shift e outros resgatando as clássicas e empolgantes perseguições policiais como NFS Hot Pursuit. E apenas alguns jogos depois voltamos a ter um jogo com uma história, ambientada em corridas pelas estradas. E Sam é a amiga do jogador, ajudando ele na longa jornada pelo país.


Trata-se de outra atriz de relativa fama, a belíssima ruiva Christina Hendricks personifica Sam Harper. Ela pode ser vista na série Mad Men, e é mesmo uma über gata, sensual de dar gosto. Sem falar dela volta e meia nos hipnotizar com um dos decotes mais fantásticos e atraentes que já se tem notícia!  


Bom, acho que chega, né? Já deu para melhorar a qualidade do blog aqui e atrair alguns meladores de cueca de plantão. E de quebra ainda deu para tirar a poeira de uma postagem que estava aqui largada faz tempo na pasta de rascunhos. Ainda tem várias com a temática de jogos que preciso recuperar, só tenho que arrumar disposição...

Nenhum comentário: