quarta-feira, 29 de junho de 2016

Apostas para a Euro 2016 - Quartas de Final

Vamos em frente, com a competição européia de seleções. Passamos pela primeira parte do mata-mata, e como é esperado muita emoção e muitas surpresas. Felizmente a maior parte dos jogos foi no fim de semana, e assim pude assistir com um pouco mais de detalhes as grandes partidas do futebol de ponta das seleções européias. Bem melhor que essa merdinha de campeonato brasileiro, onde o meu Botafogo não anda bem das pernas e provavelmente vai ser rebaixado mais uma vez.


Aliás, pra quem não sabe esse aí de cima é o mascote da Euro. Não fazia idéia? Nem eu! Pra ver como essa de criar mascote não serve pra nada. Mas me deu vontade de fazer uma postagem sobre os mascotes das Olimpíadas... Mas isso fica pra depois, vamos ver como foram os jogos dessa rodada.

No primeiro confronto, como esperado foi um jogo relativamente morno, mas com a Polônia fazendo valer a sua força com a marcação de um gol. Mas os suíços vieram a empatar, e assim ficou até o final da prorrogação. Logo de cara, uma decisão por pênaltis, em que a Suíça se deu mal ao desperdiçar uma cobrança. Comecei bem, acertei que a Polônia iria passar. E os poloneses vão seguindo, garantindo a permanência das belas torcedoras do leste europeu nas arquibancadas francesas por mais um tempinho.


Em seguida, tivemos o jogo entre os países do Reino Unido, curiosamente após o referendo sobre a permanência deles na Euro (não a competição, mas o conglomerado econômico do continente), onde a Irlanda do Norte por ficar e o País de Gales votou pra sair. E os galeses não apenas ganharam nas urnas, mas também no campo, graças a um gol contra dos irlandeses na prorrogação. Um grande feito para a seleção estreante, os dragões vermelhos parece que vem para ser a seleção azarona dessa Euro, e foi mais um acerto pra mim.


Outro jogo que só foi decidido na prorrogação foi entre Portugal e Croácia. Um jogo meio boçal de dar sono, onde os últimos cinco minutos foram eletrizantes, com os nossos patrícios deslanchando um contra-ataque fulminante. Apesar do goleirão croata ter feito um milagre para salvar a bola do Cristiano Ronaldo, outro cara empurrou pra rede e com isso selou a saída do time da toalha de mesa. Me dei mal aqui, pensei que os portugueses iam dançar, mas valeu o peso da camisa, e o galego metrossexual segue adiante.


Bom, o jogo seguinte também não foi difícil de acertar, embora os franceses levaram um susto da Irlanda no início do jogo. Mas com o apoio da torcida, os blues conseguiram passar para a próxima fase. Mas torno a repetir, eu nunca acreditei muito nesse time francês, sempre o achei menos do que falam. E foi fim da linha para os hilários irlandeses, embora acho que eles vão continuar por ali na França, torcendo para qualquer time e enchendo a cara, como todo bom irlandês.


Outro que não precisou pensar muito. A Alemanha conseguiu uma vitória de gente grande sobre a Eslováquia, se dando ao luxo até de perder pênalti. Diferente da França, a Alemanha na minha opinião é sempre franca favorita, ainda mais nos dias de hoje que tem um time que joga junto e que não se abala com a pressão. Mesmo se eles esbarrarem com os franceses, acho que não tem torcida que consiga derrubá-los. Vide o que aconteceu aqui na Copa, que adoro lembrar!


No próximo jogo, eu esperava um jogo chato. Na boa, todas as partidas da Bélgica são sonolentas como tomar sonífero com chá de camomila. Mas eles conseguiram desencantar ao sapecar uma goleada na Hungria, que se mostrou mesmo como apenas fogo de palha e foi despachada. Não vi esse jogo, mas dizem que os belgas jogam bem. Pra dar uma colorida, e considerando que não tenho nenhuma piada ou comentário espirituoso pra fazer sobre a Bélgica, vão algumas diabinhas torcedoras da seleção.


Este aqui era o jogo de destaque da rodada! Lamentei muito que não pude faltar ao trabalho para assistir a essa partida entre duas fortes seleções européias. E como diz o ditado, vingança é um prato que se come frio, e a Itália conseguiu superar a Espanha, em quem eu havia apostado. Os italianos são assim, sempre chegam meio desacreditados, ninguém acha que eles vão conseguir, mas vão lentamente comendo pelas beiradas. E com isso, os conterrâneos do Mario seguem na competição.


E terminamos com a verdadeira zebraça! Pra piorar, eu ainda consegui a proeza de acertar! Puta merda, como eu queria estar participando de um bolão agora. Já comentei aqui que a Inglaterra é quase como a seleção brasileira, está em uma decadente queda e passando por momentos vergonhosos. Amargou uma lanterna no seu grupo da Copa, vencido pela Costa Rica, e agora conseguiu a proeza de ser eliminada por um time de um país que ninguém conhecia. Sensacional, os vikings continuam seguindo, para a alegria daqueles que torcem sempre pro time mais fraco.


E não podemos deixar de dar mais uma zoada em relação a este grande feito. Pois, precisamos ter um pouco de consideração com a seleção inglesa, pois sua eliminação vergonhosa certamente teve a contribuição de uma força muito maior que estava presente no estádio na fatídica noite...


Sacanagem! Também, esse puto do Mick Jagger é pé-frio pra caralho!

Bom, e com isso já temos a fase seguinte definida, seis acertos em oito. E temos que dizer que teremos alguns jogos interessantes, e curiosamente todas as principais seleções ficaram de um dos lados da chave. Até pensei em mudar o padrão para as bandeirinhas mais estilosas, mas vamos seguindo com essas mesmo.


Este promete ser um bom jogo, disputado por seleções que eu colocaria como medianas. A Polônia traz a força do futebol do Leste Europeu e os portugueses são liderados pelo Cristiano Ronaldo, que sempre pode decidir. Tem toda a pinta de ser um jogo difícil, mas eu coloco as minhas fichas em Portugal, vejo que eles estão vindo com mais força para essa fase.


Outro conflito relativamente equilibrado. Como vimos, a Bélgica finalmente conseguiu mostrar uma maior força de ataque, e o País de Gales corre por fora. Essa é bem difícil, tem cada de ser uma partida que só vai sair na prorrogação ou decisão por pênaltis. Não sei, acho que vou de País de Gales aqui, os caras parecem mais determinados e os belgas nunca me convenceram tanto assim.


Este jogo será sensacional! E felizmente no fim de semana. Se aqui na América do Sul o clássico máximo ainda é Brasil e Argentina (embora ambos não tem mostrado muito futebol), na Europa nada supera esse duelo que vai colocar nada menos que oito títulos mundiais em campo. Não tem favorito aqui, mas eu não consigo não apostar na força da Alemanha para faturar mais essa.


E aí, o que dizer deste confronto inesperado? Todo mundo apostando num França e Inglaterra e os donos da casa vão ter que encarar a sensação do torneio. Promete ser um jogo disputado, a Islândia vem se mostrado como uma equipe bem tranquila. Apesar do fato que neste momento o peso de jogar em casa e não decepcionar a torcida se torna cada vez maior, eu ainda vou arriscar aqui na França. Mas vou acabar torcendo pros islandeses.

Vamos ver como eu me saio na próxima fase. Começa a afunilar, a pressão aumenta, e vamos ver quem é que aguenta pra chegar no final. 

Nenhum comentário: