terça-feira, 31 de maio de 2016

Peidaço

Essa eu não resisti... Saiu em uma notícia do Globo que você pode ler aqui. Em um colégio, durante uma aula de Português, um aluno estava lá e, talvez devido a uma combinação perigosa mas mortal de repolho com ovo, soltou um peido no meio da aula. Aí a escola mandou esse bilhetinho abaixo para a mãe do garoto.


Fala sério... Fico imaginando o tamanho do estrago a ponto de prejudicar o planejamento do professor e o aprendizado dos alunos. Deve ter sido uma verdadeira bomba química, aquele que faz a tinta das paredes descascar e as árvores apodrecerem, daqueles que geram até aquela nuvem. Imagino que não tenha sido um peido-ninja (silencioso mas mortal), pois assim dificilmente iriam descobrir o autor da cornetada. 

Ou será que o aluno pagou o pato? Vai que ele foi culpado pelo peido de outro? Tipo, o professor perguntou quem tava com a mão amarela e o coitado não conhecia a piada e olhou pra própria mão? Sacanagem...


Imagina só o estrago... Acho que não precisava todo esse tipo de chamada de atenção. Por mais que possa parecer sujo, soltar um pum é algo natural. Claro que o ideal numa hora dessas é pedir licença e ir no banheiro, mas muitas vezes a bolha vem de repente e não tem como segurar. Tudo bem que tem gente que abusa disso, lógico que existe até a possibilidade do aluno ser um pestinha e ter feito de propósito para sacanear o professor. Na minha turma de colégio tinha lá um sujeito que adorava fazer "ruídos corporais", por exemplo. Tudo bem que ele era mais adepto dos arrotos, soltando alguns de tremer a vidraça, mas quando estava com disposição gostava de soltar uns gases e depois ria que nem um bocó.

Mas, pensem só nas consequências de você ser levado para a coordenação por conta disso? No mínimo o garoto já ganhou um apelido como "Peidão" ou "Cueca Rasgada".

O mais curioso é que os pais se revoltaram com esse tipo de comunicado. Afinal de contas, trata-se apenas de uma manifestação biológica do intestino após processar certos alimentos. Aí então como a moda é protestar hoje em dia, muitos sugeriram fazer um "peidaço" na frente da escola, como você pode ver aqui. Tanta coisa pior pra se preocupar em nosso país, e tem gente pensando em um protesto assim. Fico imaginando um monte de pais, todos eles se preparando previamente com uma refeição regada à feijão, brócolis, repolho e outros agentes potencialmente flatulantes, e depois baixando as calças pra peidar na frente da escola. 

Por algum motivo, me lembrei do Terrance e Phillip do South Park...


Agora, uma coisa precisa ser dita: a escola vai lá e demonstra a sua incompetência quando o assunto é ensino, ao escrever "mal" odor. Alguém lá não sabe a simples diferença entre "mal" e "mau", nem pra dar uma revisada antes? Na boa, sendo um bilhete vindo de uma escola, pega muito mal dar uma mancada dessas. Aí sim, nessa situação é "mal" com a letra L.

Sei lá, talvez tenha sido o professor de Língua Portuguesa quem escreveu... 


Só vai faltar ele dizer que errou na escrita pois estava ainda sob influência do peido do aluno. Desculpa...

Um comentário:

Jean Neves disse...

Solidarizo-me com os pais do aluno e gostaria de participar ao "peidaço".