quarta-feira, 16 de março de 2016

Acabou a República

Não vou me alongar muito... Simplesmente venho a dizer que acabou a República.

Hoje, neste dia 16 de março de 2016, que vai entrar para a História, o governo achincalhou o povo brasileiro. Tiveram a audácia de indicar a alma mais corrupta do planeta, o filho da puta do Lula, como ministro da Casa Civil. E o barbudo havia aceitado.

Neste momento, o país estava para mergulhar fundo em um período de trevas. Ao ser empossado, Lula estaria na prática assumindo o seu terceiro mandato. Sem ter sido eleito pelo povo. Isso mesmo, neste dia o cretino veio para se tornar praticamente o primeiro-ministro que viria a comandar o país de forma descarada, mesmo sabendo que na prática ele era quem vinha dando as cartas, enquanto Dilma era apenas um fantoche ali no Planalto.

Ou seja: o partidinho asqueroso chamado PT, que tanto enchia o peito para dizer que "não ia ter golpe", conseguiu mexer os pauzinhos para aplicar o auto-golpe. Tão magicamente esses criminosos se esqueceram do papo de democracia, usado para defender Dilma contra o impeachment, permitindo assim que Lula, sem nenhum tipo de eleição, viesse a assumir o cargo de ministro para mandar no país.

Em outras palavras... Estavam finalmente conseguindo instituir a ditadura socialista no Brasil. 

Sem falar que toda essa artimanha vinha para tentar protegê-lo da investigação da Lava Jato. Estavam chegando muito perto, a água já estava batendo na bunda, já estavam lá com uma série de provas obtidas da batida que a Polícia Federal deu no sítio dele "que não era dele", no triplex dele "que não era dele", do seu Instituto "sem fins lucrativos". Sem falar do Delcídio, com uma delação premiada homologada, prometendo ser um homem-bomba pior do que o Roberto Jefferson na época do mensalão.

Pois, afinal... Virando ministro, Lula não poderia mais ser investigado pelo juiz Sergio Moro. Ele só poderia vir a ser investigado pelo STF, que já mostra que pelo menos sua maioria está comprada, afinada com os petralhas. Em outras palavras, ele iria se livrar...

Mas... os petralhas não podiam esperar que o Sergio Moro havia sido autorizado pela Justiça para colocar escutas telefônicas no telefone do Lula. Pegaram de tudo, incluindo uma conversa dele com a Dilma, onde a presidanta o avisava que seria encaminhado o termo de posse, para que ele já tivesse em mãos caso "acontecesse qualquer coisa". Sem falar em várias outras conversas, onde ele zomba da Lava Jato, chama o Renan e o Eduardo Cunha de fudidos, teve até conversinha com o Eduardo Paes... E tudo isso aliado a uma pressa em torná-lo ministro já amanhã, com direito à edição especial do Diário Oficial, uma pressa pois parecem que eles sabem que o relógio está dando as suas últimas batidas antes do fim do jogo...

É, meu amigo... Fudeu...

Acabou a mamata... Agora não tem mais volta... Em uma incrível reviravolta, um dia que começou como sendo um dos mais fatídicos da História de nosso país, em que o Lula viria a se tornar o ditador do Brasil, liderando um governo que está mais para organização criminosa... e agora chegamos a um momento sem dúvida histórico, em que o povo está indo para as ruas, sem nenhuma organização prévia, para darmos início a expulsão desses parasitas de nosso governo. 

Que esse dia de 16 de março seja marcado como o dia em que a República acabou, e o PT seja varrido para o quinto dos infernos.


Nenhum comentário: