terça-feira, 7 de abril de 2015

Princesas da Disney

Bom, eu já imagino pra começar que vai ter alguns babacas aqui me chamando de viado e bicha só por conta do título da postagem, dizendo que escrever aqui sobre princesas é coisa de quem gosta de sentar num charuto. E para esses panariços minha resposta é com um singelo dedo médio em riste, aqui eu escrevo sobre o que me der na telha. Além disso, sou um texugo completamente seguro de minha sexualidade, e não é por conta de uma postagem que significa que eu tenha desistido de vez das mulheres. Na minha visão, babaquinha que fica com esse tipo de zoação, tipo chamando alguém de viado só porque usa camisa rosa ou outra coisa, é na verdade um enrustido que no fundo adora os carinhas do One Direction e aproveita o Carnaval pra botar uma roupa de odalisca...

Enfim, e se esses putos parassem um pouco pra ler a postagem, iriam ver que de homossexual esse post não tem nada...

O que me motivou a essa postagem aqui foi uma constatação que me veio à tona outro dia, enquanto eu estava zapeando pelos canais de televisão. Em um dado momento, passei por um canal onde estava passando o desenho do Aladdin, e como não havia nada mais pra se ver, fiquei ali um pouco...


Até que então me vi ali admirando a princesa do desenho, a Jasmine, achando ela muito jeitosa e bonita.

Nessas horas eu fico meio preocupado, pois fico com medo de que se trata de descer a ladeira, depois de tanto falhar com as mulheres podia ali estar indo para um caminho sem volta onde iria começar a me apaixonar por desenhos animados, culminando depois em algum absurdo como comprar bonecas de hentai para colocar aqui na estante ou me casar com uma almofada de uma heroína de desenho japonês. Será que eu estava prestes a me tornar um desses japoneses tarados?


Mas eu comecei a perceber que eu não sou o único. Na verdade, existem muitos caras por aí que de certa forma acham as princesas dos desenhos da Disney bem bonitas. Lógico, não vou chegar ao nível dos doentes que levam isso para um lado mais sacana, criando inclusive montagens que arruínam a infância de muita gente. Mas acho curioso como elas acabaram caindo no gosto popular, fala-se mais das tais princesas do que das próprias histórias e filmes lançados, mesmo quando elas não são as protagonistas. Pessoas de todas as idades, homens e mulheres, sempre acabam em algum momento comentando a respeito de uma delas, ou mesmo de todas. Vide aquele episódio do The Big Bang Theory.


Já disse isso e vou dizer mais uma vez: que Penny que nada, gata mesmo é a Bernadette.

Aliás, como esse episódio da série dos nerds mostra bem, fantasia de princesa da Disney é um fetiche para muitos. Sex-shop que se preze deve ter fantasias de Branca de Neve ou Pocahontas à disposição, para aqueles casais que querem fazer um "coito de fadas" entre quatro paredes...

Vamos voltar, esse não é o objetivo da postagem, eu juro...

Fato é que as princesas dos filmes de Walt Disney parecem cada vez mais em voga ultimamente, é como se fosse uma franquia ou franchise da empresa do Mickey Mouse, mesmo considerando que elas vêm de filmes totalmente independentes e que não tem nada a ver uns com os outros. Sei que franquia pode ser uma denominação meio sem noção, mas é algo como a Patópolis da mesma Disney, onde criaram uma cidade onde os seus moradores são patos (ou pelo menos sua maioria), e dessa forma uniram em um mesmo universo o Pato Donald, a Margarida, o Tio Patinhas, os sobrinhos, o Professor Pardal e assim vai.


Mesma coisa com as princesas. Todas elas acabaram sendo unidas sob a original alcunha de "Princesas da Disney", aparecendo sempre juntas em diversas ocasiões. Embora isso não ocorra muito em termos de desenhos, se mostrando mais evidente na forma de produtos, como linhas de roupas, materiais escolares e brinquedos, mostrando que no final das contas a idéia de juntar as principais princesas da Disney tem como objetivo faturar dinheiro dos pais de meninas que desejam ter os mais diversos produtos da marca...

E é uma franquia bem "organizada" vamos assim dizer, pois os criadores para começar fizeram meio que uma seleção de quem poderia fazer parte. Por exemplo, a Sininho, aquela pequeninha que era amiga do Peter Pan, foi durante um breve momento parte do grupo, mas foi meio que "expulsa" do time, talvez por ela não ser uma princesa de verdade, estando mais para um vaga-lume; as duas princesas do filme Frozen, até o momento não foram convocadas para a seleção, talvez pelo fato de ninguém aguentar mais aquela música "Let It Go". Curioso como até algumas princesas da era digital, como Rapunzel e Merida do filme Valente, foram incluídas no grupo com versões em desenho mais clássico, algo bem interessante. Outras como Jane, a namorada do Tarzan, a Alice do País das Maravilhas, aquela cigana do filme do Corcunda de Notre Dame e a outra que era amiga do Hércules também ficaram de fora.

Bom, e considerando essa questão da seleção das princesas, uma pergunta que não quer calar desde que a Disney comprou os direitos da série Star Wars é se a Princesa Léia fará parte do time.


Sei não, tudo bem que o biquíni dourado da Princesa Léia é uma das coisas mais sensacionais do universo (é outra fantasia clássica que deve vender muito em sex shop), mas eu acho mais bonitinha a princesa Amidála... E realmente o Jabba The Hutt parece algo que a gente encontra na privada de um banheiro de rodoviária.

Um detalhe curioso, que li na Wikipedia, é que o sujeito que bolou essa idéia de juntar as princesas ainda estabeleceu uma regra que dita que em todos os anúncios de itens da franquia, nenhuma princesa pode estar olhando para a outra, todas precisam estar mirando para alguma outra direção. Isso era explicado pois cada uma vem de uma realidade distinta, e essa regra fazia com que nenhuma princesa tivesse idéia da existência das demais. Só de olhar a imagem abaixo você pode perceber isso.


Na boa, acho meio estúpido isso... Se vai juntar todas elas, deixa pelo menos que elas possam olhar umas para as outras.

Interessante que, olhando para a imagem acima, podemos ver como que a Disney busca algo como a imagem politicamente correta. Lógico que a maioria faz parte da "elite branca", como dizem os petralhotários, mas temos a representante asiática, a negra, a muçulmana e a índia, de forma que assim qualquer garotinha possa se identificar mais com a princesa que é mais parecida com ela. Claro, a não ser que a garotinha seja de origem latina, pois não tem nenhuma princesa com traços hispânicos. Aí ela vai ter que se espelhar, por exemplo, na personagem Chel do filme "O Caminho Para El Dorado" da DreamWorks, que no final das contas não deixa de ser um dos "filhotes" da Disney.


Pela carinha dela, dá pra imaginar que ela não deve ter a delicadeza puritana típica de uma princesa Disney...

Voltando, o que eu particularmente acho interessante é como muitos artistas amadores usam as princesas da Disney como inspiração para seus desenhos. Quem costuma passear pelo site 9gag ou por fóruns de desenho, certamente já deve ter visto em alguns momentos postagens que trazem algumas das princesas, muitas vezes mostrando sob uma ótica diferente, como se elas fossem super-heroínas, pessoas comuns de nossa sociedade, guerreiras medievais ou mesmo zumbis. Alguns podem dizer que é preguiça, mas acho interessante quando alguém pega personagens relativamente conhecidos e lhes dá um novo visual, uma nova roupagem seguindo um determinado tema.





Essa baseada no desenho Hora da Aventura ficou hilária!

Lógico que sempre tem alguns mais pervertidos que fazem desenhos semelhantes mas que já descem um pouco mais o nível. Como diz a tal da Lei #34 que conheci em sites de piadas, "if it exists, there is porn of it", o que coloca não só as princesas mas inúmeros outros personagens de nossas infâncias, que guardamos em nossas queridas lembranças de forma pura e inocente, em situações dignas de um filme do Brasileirinhas. Não vou colocar nenhuma dessas aqui, lógico. Me impressiona como que tem gente doente que parece sentir um prazer em criar tais desenhos de todo e qualquer personagem, eu já tive a infelicidade de receber de meus amigos desenhos desse tipo que me causaram muito desconforto e até um certo nojo... Como é que pode? Sério, certa vez me mandaram uma imagem que envolvia o Pernalonga e a Lola Bunny, que foi um verdadeiro chute nos bagos de minha saudosa infância...


Enfim, mas deixando de lado esses doentes que cismam em destruir a reputação dos nossos queridos personagens de desenhos animados, existem aqueles que fazem sim alguns desenhos relativamente mais comportados, embora que se aproveitam da beleza das princesas e as coloca com um visual mais sensual e digamos, caliente. Fica ainda relativamente interessante, sem descer ao nível de uma Gillette deitada.




Interessante... Muito interessante...

Confesso que essas três aí de cima são de longe as minhas favoritas. Como havia mencionado, a Jasmine é bem gata, na verdade é talvez uma das únicas princesas dos desenhos que mostra um pouco mais de decote. Olho para o passado, quando eu jogava Prince of Persia e imaginava que a princesa que você resgatava no final era ela, muito mais atraente e curvilínea do que a mulher original do videogame pixelado. Sem falar que o visual mil e uma noites é sem dúvida bem agradável aos olhos...


A Bela, outra que sempre achei bem bonitinha e doce. Embora eu vou dizer que ela é a que aparenta ser a de coração mais meigo e honesto, afinal de contas, se apaixonar por um sujeito que mais parece um Chewbacca da Renascença não é algo para mulheres superficiais. Ou seja, fica aquela impressão de que ela não é superficial, enxergando além da aparência horrível e animalesca, algo de que este pobre texugo aqui também é dotado, talvez uma que poderia na vida real se interessar por mim.


Claro, esqueci do detalhe que, embora tendo um visual de monstro, a Fera tá cheio de grana... Talvez seja por isso que a Bela gostou dele...

Porém, a que se destaca lá na frente como uma das minhas favoritas é a Ariel, a Pequena Sereia. Não vi o filme até agora, e acho que o fato dela vir acompanhada de um crustáceo falastrão que chega a ser mais escoto que o Senhor Sirigueijo pode até ser meio brochante... Mas a Ariel é bem cuti-cuti, é muito linda, com seus longos cabelos ruivos e tem aquele toque meio sensual com o sutiã de concha. Ah, como eu seria feliz tendo uma dessas em minha cama... Ou aquário, sei lá.


Deve ser meio que uma certa queda pela figura de sereia... Sereias sempre tiveram esse efeito sobre homens em geral, pelas histórias mitológicas e o caramba.

Fica só a dúvida a respeito de se seria ela na forma 100% humana, apesar de ser mais desajeitada com um par de pernas do que um trêbado perneta, ou na forma de sereia. Bom, como eu sou um texugo que não resiste a um belo par de peitos, acho que ela como meia mulher meio peixe não seria de todo ruim, apesar dela, nas palavras de um colega de faculdade meio pôrra louca, "não ter fendas".


Mas digo que é melhor sereia com a parte de cima humana do que só com a parte de baixo, não concorda?

Agora, é que certos sujeitos como eu, que ficam achando as princesas muito gatas, olhando para elas de uma forma mais peculiar, admirando certos aspectos de sua beleza, com alguns indo mais além com desejos mais carnais, vem a revelação bomba, que os mais espertos já deviam ter percebido: se você for considerar a idade verdadeira delas, verá que elas são praticamente crianças...


Cacetada! Como dizem, verdadeiro jail-bait essa turminha! A Branca de Neve, pombas, só 14 anos, como é que pode? Jasmine, toda decotada e tudo mais, só tem 15 anos! É até algo de se questionar, pois em quase todos os filmes essas princesas chegam e se casam com outros sujeitos, desde quando uma garota lá com seus 15 anos já vai querer casar? Tudo bem, é conto de fadas, talvez nessas histórias era mais comum o pessoal juntar as escovas de dente mais cedo, mas é foda. Pior ainda é como os desenhistas da Disney ainda as fizeram de forma muito atraente, algumas até relativamente mais sensuais, e todas são menores de idade.

Bom, aposto que tem muita gente que deve estar se sentindo agora como ele...


Baseado nessa revelação... Acho que pode ser interessante eu cogitar um pouco mais a Rapunzel, que apesar do cabelo imenso que poderia provocar muitos acidentes e situações embaraçosas, pelo menos já alcançou a maioridade...


Ou então fazer como mais um desses desenhistas amadores fez, considerando como ano de nascimento de cada uma das princesas a data na qual o filme estreou. Mais um desenho original, onde vemos a pioneira Branca de Neve como uma anciã de mais de 70 anos, e as minhas favoritas Ariel e Jasmine como mulheres nos seus vinte e poucos anos, já mais acessíveis.


Enfim, não resta dúvidas que as princesas da Disney mexem muito com a imaginação de muitos, não só das meninas (e diria que até muitas mulheres) que sonham em ser como elas, dos meninos mais jovens que as vêem somente como donzelas indefesas que não são páreo para os Comandos em Ação ou Transformers, mas que com um pouco mais de idade elas começam a personificar outros interesses menos nobres. No meu caso, um texugo sempre sonhador e romântico, sempre vi essas princesas como exemplos de doces e carinhosas damas, mulheres que sabem ser fortes e independentes quando precisam (como algumas das princesas da Disney mostram bem), mas que também têm o seu lado mais vulnerável e delicado, esperançosas de encontrar um homem que venha a torná-las felizes para sempre...

Difícil pra mim está em encontrar uma mulher que aceite ser a minha princesa... Estou vendo que parece que meu destino é continuar sendo sempre um sapo.


Um comentário:

Haitou_88 disse...

Não sei pq achei esse post muito interessante, hahaha. Posts desse jeito com um tom mais humorado e com algumas curiosidades são bem interessantes de ler. Abraços