sábado, 25 de abril de 2015

Descendo Escada


Sou um texugo muito observador. Tantas vezes me vejo observando as pessoas na rua, percebendo certos comportamentos e manias que me fazem pensar e refletir sobre como é o ser humano. Mesmo eu tendo uma aversão total à qualquer coisa relacionada às Ciências Humanas, tenho que confessar que me intrigo em muitas situações como se eu fosse um psicólogo. Mas aí caio na realidade e vejo que toda essa observação na maioria dos casos é para ficar revoltado e abismado com alguma estupidez que alguém está fazendo. E hoje não será diferente.

Dessa vez, eu estava indo pegar um metrô, era na estação da General Osório bem no fim da linha. Mas eu estava na verdade entrando não pela praça que fica em Ipanema, mas pelo acesso que tem em Copacabana, perto do Posto 6. Para quem não é do Rio e não conhece, entenda que a entrada na praça General Osório é a principal, toda fuderosa, só falta ter alguns anjos com trombetas voando na porta de tão chamativa que é; por sua vez, essa entrada de Copacabana por onde eu estava indo é como a entrada de serviço de um prédio, sem graça, cheio de lixo na entrada, e sequer uma pôrra de ventilador pra refrescar a caminhada até o metrô.

A única vantagem é que por ela se anda muito menos, enquanto que entrando pela General Osório é quase como a jornada ao centro da Terra...

Mas mesmo com uma distância menor a ser caminhada, essa é uma daquelas entradas do metrô onde a escada rolante é só pra cima, e para descer tem que ser a escada normal mesmo, a não ser que você faça parte de uma das minorias, como deficientes ou idosos, que pode usufruir do elevador, quando funciona. Não precisa dizer que esse elevador trabalha mais que não sei o quê, em função da grande população de velhinhos de Copacabana, assim como do grande número de mal educados preguiçosos que não descem pelas escadas.

Bom, e é sobre o ato de descer escadas que me traz aqui. Nesse dia, eu fui lá descendo pela estação, no meu passo normal, sem muita pressa, até porque eu estava carregando algumas sacolas de compras e a última coisa que eu queria era me desequilibrar e me estabacar lá embaixo. Aí percebo que passa um cara do meu lado, aqueles típicos adolescentes recém-admitidos em universidade de Direito, com seu terninho comprado à prestação e mochila nas costas, descendo a escada saltitando.


Sim... Saltitando como uma gazela...

Pior que logo depois me passa outro, esse não apenas saltitando, mas com os braços pulando para cima e para baixo, como duas mangueiras de jardim penduradas. Depois passa uma garota, também dando saltinhos para descer as escadas, com direito às suas bazingas pulando para cima e para baixo como gelatina.


Tudo bem que essa última foi até agradável de se ver, ainda era uma mocinha bonita, e com um belo decote que quase deixava os peitos pularem para fora... mas aí estou fugindo do foco.

Enfim, mas que pôrra! Puta que pariu! Por que as pessoas fazem isso? O pior de tudo é que passei a perceber isso em outros lugares com escadas, e não são poucos aqueles que descem dessa forma. Fora pequenas variações, tipo a forma como balança os braços ou se os passos são contínuos ou com paradinhas, tá cheio de gente que desce escada saltitando.

Não consigo ver nenhum tipo de motivo para se fazer isso. Sei lá, cheguei a pensar que poderia ser uma forma de forçar menos as articulações, talvez poupando um pouco mais os joelhos. Mas por outro lado ao saltitar você acaba provocando um impacto maior nos pés, ainda mais se estiver um pouco acima do peso. Não, na boa, se algum médico especialista na área aparecer por aqui e conseguir me esclarecer, ótimo. Mas eu sinceramente não consigo ver como descer uma escada dessa forma possa ser mais saudável.


Sem falar que em certas situações pode ser até perigoso. Já vi pessoas carregando coisas, mulheres de salto alto, só para citar alguns exemplos de sujeitos que na minha opinião se arriscam tremendamente ao descer lances de escadas com pulinhos. Qualquer desvio, qualquer escorregão, e a pessoa se fode bonito, vai levar um tombaço daqueles. E aí vai dar trabalho para os outros, sem dúvida!

Eu suspeito que uma das razões é pressa... Já comentei aqui sobre a minha teoria de que lançam algum produto no ar dentro das estações de metrô que deve deixar as pessoas mais apressadas, e talvez essa seja uma razão, pois ao descer saltitando dessa forma normalmente se desce mais rápido. Embora já vi pessoas descerem assim em outros lugares além de estação de metrô. Mas chega a ser curioso, pois certa vez fiz uma observação em outra vez que eu fui nessa mesma estação: estava andando na calçada em direção ao metrô e havia um sujeito que estava na minha frente, pois era um flamenguista que por aquela postura arrogante e convencida estava usando o trapo rubro-negro mesmo depois de ter perdido no fim de semana...

Estava andando em um passo relativamente lento o filho da puta. Tanto que eu o ultrapassei, sem precisar fazer muito esforço. Chego então na escada e começo a descer como uma pessoa normal, e daqui a pouco passa o mulambo, saltitando como se tivesse uma lanterna enfiada na bunda! Depois das escadas, voltou a seu passo devagar, e eu o alcancei mais uma vez!

Aí eu fico me perguntando: se fosse pressa mesmo, as pessoas não iriam apenas saltitar nas escadas, mas também manter um passo rápido quando andassem em uma superfície plana. Se não é por querer economizar alguns segundos de sua vida, me explica então por que alguém precisa descer escadas como se fosse um dos Bananas de Pijamas?


É realmente curiosa a natureza humana, não é mesmo? São coisas que me fazem pensar... Não consigo realmente imaginar uma razão plausível para pessoas descerem as escadas dessa forma, com pulinhos afrescalhados e ridículos. Pra mim não existe nenhum objetivo prático em fazer isso, mas mesmo assim muitas, mas muitas pessoas o fazem. Não tem razão de saúde, não tem a ver com pressa... Ou é simplesmente uma modinha, uma forma que todo mundo quer imitar por que todos fazem, ou é mesmo algo inexplicável.

Tudo bem, sei que estou me emputecendo por bobagem. Cada um desce a pôrra da escada como quiser! Se quiser descer saltitando, vai lá; se quer pular de dois em dois degraus, tranquilo, só não me pede ajuda se cair depois; se quer aplicar um Moonwalker ou outra bizarrice, siga em frente. Mas realmente queria muito saber um motivo para as pessoas descerem saltitando, tem que ter algum porquê! Se alguma nobre alma puder me esclarecer, eu agradeço.

Ou então vou passar a descer sempre de elevador... Assim evito de ver essas tosqueiras quando estou descendo uma simples escada.


Nenhum comentário: