quinta-feira, 26 de março de 2015

Super Amigos - Super Clones



Esse é outro daqueles episódios bizarros dos Super Amigos. Sempre que os assisto, penso o que os roteiristas tinham fumado para pensar nessas idéias bizarras. Difícil levar a sério, ainda mais com aquelas situações onde aborrescentes entram em apuros e os heróis chegam para dar lição de moral. Mas esse aqui foge à regra, trazendo um dos vilões no episódio de hoje, entitulado Os Super Clones.

A história de hoje começa na ilha de Lost... ou melhor, no Havaí, onde um monte de banhistas estúpidos estão fingindo que estão surfando, simplesmente boiando em suas pranchas e não se movendo sob a ação das ondas.


Um loiro decide então parar com a babaquice e vai surfar...


Pôrra, é o Ken do Street Fighter!


Ele logo se assusta, ao ver alguma coisa aterrorizante. Seria o M.Bison voando na direção dele com um Torpedo Flamejante, o Akuma mandando uma bola de fogo dupla ou o Zangief dando um peido e rasgando a sunga?


Não, na verdade era um tubarão tosco vindo pra comê-lo. Embora penso que com essa cara, é sorte que esse tubarão consiga nadar em linha reta, deve ter comido um banhista bêbado antes de atacar o Ken.


Ken decide dar um Tap Tap Tarugen no pobre peixe, mas acaba tropeçando na própria perna, com resultados extremamente danosos para seu ego. Ainda bem que o Ryu não estava lá para zoá-lo.


Parece que é o fim do Ken, prestes a levar um Fatality do tubarão. Ou seria um Animality?


Admito, estou com saudades de jogar Street Fighter e Mortal Kombat. Continuemos...

Acontece que então chega o nosso grande herói, o Aquaman, que estava pelas redondezas. Afinal de contas, considerando que 3/4 da Terra é de água me admira como o cara consegue sempre chegar tão rapidamente ao lugar onde acontece algum problema.


Ou podemos até pensar que o Aquaman mandou o tubarão atacar o Ken. Afinal, já que nos Super Amigos ele é um zero à esquerda, talvez no plantel do Street Fighter ele teria mais sorte como o substituto para o lutador loiro.

Aquaman continua então seu ataque ao peixe, praticamente querendo estuprar o pobre tubarão, que olha para o Super Amigo com uma cara de "não vem que não tem".


Com medo de ser enrrabado pelo herói da DC, o tubarão se manda, mas não sem antes cortar a mão de Aquaman. Isso porque ele estava usando luvas, deve ter comprado essas numa liquidação nas Casas Pernambucanas.


Com a ameaça do tubarão longe, Aquaman vai falar com o Ken, para perguntar se ele tem planos para mais tarde e se gostaria de participar de um campeonato de porrinha só entre loiros, mas o Street Fighter agradece, dizendo que já tem um encontro com a Cammy logo mais, onde vão jogar strip-poker. 


Observem que o desenhista comete uma gafe, ao desenhar o Aquaman sem luvas. Ou ele teria as tirado, algo extremamente sensato: nada como expor sua mão cortada à água salgada do oceano, para aumentar ainda mais a chance de uma infecção.

Enquanto isso...


Sério, nunca entendi essas merdas desses raios! Coisa mais escrota!

Enquanto isso, nos Andes temos dois montanhistas, que chamarei de Alvarez e Sanchez (típicos nomes de figurantes latinos em filmes), que tentam chegar ao topo de uma montanha. E aparentemente os dois compraram suas roupas na mesma loja, inclusive a bandana vermelha para fingirem serem iguais ao Rambo.


Do nada, aparece então uma águia, com uma cara ainda mais de retardada do que o tubarão. Deve ter cheirado algumas essa merda.


A águia então misteriosamente fica com a cabeça laranja, mostrando que continuidade é o fraco dos desenhistas dos Super Amigos, e começa a roer as cordas, para jogar os dois chicanos no abismo.


Pausa para uma observação. Veja que tem duas roldanas presas na rocha, por onde passa a mesma corda que os dois montanhistas se penduram...

Pombas! Eu posso não ser um alpinista profissional, mas pergunto como diabos eles colocaram essas roldanas na rocha? Não faz o menor sentido! Alguém teria que chegar lá em cima para cravar elas na montanha, como pode então? Sem falar que os dois usam a mesma corda... Ação e reação, caralho! Quando um fizer força na corda para subir, o outro estará puxando a corda no sentido oposto, assim não saindo do lugar. Que merda...

Bom, voltando para a história, eis que aparece nosso amigo El Dorado, o Super Amigo mais escroto que eu já vi, que se teletransporta ali do lado, prestes a ofender o Ibama ao dar um bico na águia.


Logicamente a águia fica puta da vida, dando aqueles berros genéricos de águia que já havia sido usados umas dez vezes nesse episódio, e parte ao ataque contra o herói asteca, sabendo que ele é um boçal. Com isso, consegue arranhar seu braço.


Uma pausa para falar do herói latino... Sabemos que no desenho dos Super Amigos eles chegaram e inventaram alguns personagens só com o intuito de se tornarem politicamente corretos, incluindo além do El Dorado outras figuras como o Trovão Negro, o Chefe Apache e o Samurai. Em outras palavras, um latino, um negro, um índio e um oriental. Conseguiram com isso criar uma trupe de malucos, heróis totalmente escrotos, só não sendo mais ridículos que os Super Gêmeos. E o El Dorado, diga-se de passagem tem toda a pinta de ser uma bicha, andando por aí sem camisa, cheio de adornos de ouro e uma capa vermelha...

Vamos voltar para a história... Depois de deixar uma marca no El Dorado, a águia se manda.


Os alpinistas ficam todos felizes, agradecendo a ajuda, para que eles possam continuar sua escalada fisicamente impossível. Nenhum dos putos pergunta se o El Dorado precisa de um band-aid para colocar no machucado. Bando de ingratos!


Depois do Aquaman e do El Dorado pagarem esses micos com animais (com trocadilho, por favor), vamos para uma ilha misteriosa no Pacífico, agora sim a ilha do Lost, para onde a águia e o tubarão se dirigem. Águia foda essa, que conseguiu voar dos Andes até o meio do Pacífico.


Onde então percebemos que nosso grande amigo sem calças Brainiac estava se escondendo nessa ilha, após ter se apoderado de uma das estações da Iniciativa Dharma. Isso explica então que tanto a águia como o tubarão deviam ser robôs controlados pelo andróide.


Não, na verdade não explica... É só suposição, pois é ruim de acreditar nos dotes de adestrador de um robô que mais parece uma réplica do Lex Luthor com hepatite.

A águia pede um biscoito pro Brainiac, que responde que não vai ter biscoito pôrra nenhuma, que biscoito é pra papagaio. Se ela estivesse com fome, que fosse numa praia comer uma criança.


Após a troca de gentilezas entre a ave e o andróide de cueca, percebemos então qual era o plano de Brainiac: mandar os bichos arranhar os heróis para pegar amostras da pele deles. Interessante como a pele do El Dorado ficou tão clarinha...


Brainiac leva então os pedaços de pele para uma máquina exageradamente grande, nos lembrando como os computadores da época eram gigantescos. Faz a gente pensar em como hoje temos mini computadores em nossos bolsos mas ainda não conseguimos criar andróides como o vilão verde do desenho. Embora esse computador mais pareça uma caixa de papelão onde Brainiac pintou alguns botões.


Após apertar alguns botões, começam a surgir cagalhotos dentro de dois tubos de ensaio tamanho XGG.


Por pouco, não são dois pedaços de merda, mas sim clones do Aquaman e El Dorado, criados com base no DNA que ele havia conseguido com seus bichinhos de estimação. Felizmente para nós, de alguma forma o Brainiac conseguiu encontrar nas células dos Super Amigos alguma coisa que conseguiu clonar as suas roupas (por mais absurdo que isso possa parecer), ou nós teríamos a situação extremamente desagradável de ver os dois heróis completamente pelados.


Só que os clones têm aparentemente a mesma inteligência do Lula, então o andróide coloca duas cuias na cabeça dos clones, para fazer um transplante de cérebros. Quase igualzinho àqueles desenhos do Pica Pau.


Fico pensando em como Brainiac deve estar se arrependendo, ao ter escolhido os Super Amigos mais inúteis. Em todo caso, ele os envia para a segunda parte de seu plano.


E essa segunda parte consiste em pegar os heróis de verdade. O primeiro é Aquaman, que se borra nas calças ao ver o seu clone, e se dar conta de como sua roupa é extremamente ridícula.


Começa então uma pancadaria submarina, e eu já me perdi, não sei mais qual é o Aquaman de verdade e qual é o clone. Imagino que o clone seja aquele que está ganhando a luta.


Mas Aquaman se lembra de que ele tem sim super poderes. Tudo bem que são os poderes mais inúteis da face da Terra, mas debaixo d'água até que dá pro gasto. Ele usa então a sua telepatia marinha...


... para chamar o polvo que adivinhava os vencedores dos jogos da Copa, que estava lá no canto dele tirando uma pestana. Pombas, nem pra chamar um peixe acordado, Aquaman!


Que moleza, né? Sem precisar fazer muito esforço, Aquaman consegue prender o clone.


Mas acontece que o clone também tem os mesmos poderes de telepatia marinha do original, e manda o polvo pegar o outro Aquaman. 


É, por essa você não esperava. O polvo, que devia estar ficando confuso com essa zorra, leva então o Aquaman para a ilha do Brainiac. E me pergunto se o poder de telepatia só pode ser usado uma vez por dia ou se o Super Amigo é um burro retardado mesmo, pois bastava ele usar novamente o seu poder para pedir que o polvo o soltasse.


Voto na segunda opção.

Enquanto isso, o El Dorado estava fazendo sua pose de fodão no alto do morro enquanto pensava em suas próximas férias em Acapulco, e o El Clone aparece.


Podemos nos preparar para mais uma luta...


... não. Simplesmente o clone enrola o verdadeiro El Dorado em sua capa e o teletransporta para o covil de Brainiac.

Puta que pariu! O El Dorado conseguiu ser ainda mais merda do que o Aquaman! Pelo menos o herói marinho lutou um pouco, esse chicano duma figa ficou só olhando e foi facilmente capturado. Pela madrugada...

Com os dois heróis presos, o plano de Brainiac entra então na fase três. Coisa típica de um computador, criar um monte de fases, sub-rotinas, loops e etc. Vamos então para um mar gelado, onde em outro episódio o monstro Titanic deu com as fuças em um iceberg, e temos agora um barquinho de brinquedo navegando.


Os clones do mal aparecem em um iceberg, prestes a fazer uma traquinagem.


El Dorado então usa um de seus poderes de araque, segundo o narrador a visão holográfica de três dimensões. Engraçado isso, esse sujeito era tão merda que em cada episódio tinham que inventar um super poder novo que se enquadrasse na história.


Enfim, usando a sua visão holográfica, ele cria o monstro do lago Ness, que faz aqueles sons genéricos de lagarto (igual ao cagalhão que tinha dentro do Titanic). O capitão então, acostumado a enfrentar criaturas do mar, simplesmente manda o timoneiro virar pra bombordo...


Ou seria estibordo? Sei lá... Sempre confundi isso.

E parece que o timoneiro também, pois com sua genialidade, ele consegue acertar uma porrada em um iceberg, que pela imagem acima deveria estar a algumas centenas de quilômetros de distância. Deve ser um navio com casco de adamantium, o Titanic deu uma pancada similar e afundou, e esse navio segurou numa boa.


O capitão então fica todo contente com a chegada dos Super Amigos. Tudo bem que nessa hora o monstro já tinha desaparecido, e o navio estava inteiro, então não havia necessidade de uma super ajuda. Mas ainda assim, era bom que eles estivessem ali, muitos marinheiros, secos de tanto estarem no mar, certamente apreciariam ver o El Dorado dançar no mastro.


Só que os clones tem outros planos, anunciam "perdeu, playboy!" e pedem pro capitão barba negra passar a grana, o celular e os cartões de crédito, e que não fizesse nenhuma gracinha ou ia levar um teco no meios dos cornos.


O barba negra decide arriscar e aperta o botão do alarme silencioso, pra chamar o Bope.


E logo aparecem dois brutamontes, que dão um abraço de urso nos dois. É de se esperar que os heróis dêem uma coça nos dois marujos, mas eles ficam ali simplesmente parados! Puta que pariu! Os marinheiros nem parecem ser tão fortes assim! A não ser que eles tivessem gostado desse abraço por trás. Aposto que o Brainiac deveria estar se arrependendo profundamente de ter escolhido Aquaman e El Dorado para clonar, certamente um Super-Homem, Batman ou mesmo os Super Gêmeos não seriam assim tão facilmente dominados.


Observe uma coisa interessante na figura acima. Não, não vou fazer uma comparação do sujeito acima com o capitão Hancock, amigo do Tintin. No desenho, ao entregar o dinheiro o capitão dizia "cem mil, dólares, é tudo que tenho". Raciocine comigo:
  1. O que diabos o capitão está fazendo com cem mil dólares em um navio em pleno oceano ártico? Por acaso ele é um pirata e aquele dinheiro é a pilhagem que ele fez depois de atacar navios de passageiros? Ou no final das contas aquele na verdade era um navio-forte fazendo transporte de valores? Explicaria o fato de ter batido num iceberg e nada ter acontecido.
  2. Veja de novo na figura. Nunca, mas nunca cem mil dólares iria caber naqueles dois saquinhos minúsculos! A não ser que seja em ouro ou jóias, o que faria sentido se fosse um navio pirata.
 Cem mil dólares... Me lembrou de outro desenho...


Voltando, o capitão então manda os seus homens jogarem os Super Amigos no porão, onde vão ficar descascando batatas até eles serem entregues pra polícia de Metropolis. E se eles não gostassem, iriam andar na prancha. Ar, ar!


Mostrando como a justiça norte-americana é muito mais rápida do que a nossa, logo no dia seguinte o Aquaman e o El Dorado estão no banco dos réus para serem julgados, onde boa parte dos Super Amigos estão lá, para entender que pôrra era essa de dois de seus amigos estarem atacando um navio. E veja que o capitão barba negra também é advogado, e iria fazer a acusação.


E o juiz era o Professor Girafales!


Os dois então se levantam e se dizem culpados da acusação. Assim, sem nenhuma defesa, se entregando de vez. E se você olhar essa imagem de relance, pode ter uma falsa impressão homoerótica dos dois.


Os demais Super Amigos não acreditam, e tem reações diversas. O Super Homem no fundo fica contente, por se livrar de vez do inútil do Aquaman, a Mulher Maravilha sente uma dor no coração, pois estava se apaixonando pelo El Dorado, o Lanterna Verde fica tão horrorizado que seus olhos ficam todos tortos.


E o Homem Águia achava que era um peido mas na verdade era uma cagada.

Nessa hora o El Dorado começa a bancar o dedo-duro, dizendo que eles não estavam sozinhos e todos os outros Super Amigos haviam ajudado. Lembrando que o maldito do barba negra estava ali no mesmo tribunal, e não tinha visto nenhum dos demais heróis.


Enquanto isso, na Ilha de Lost, o Brainiac está assistindo tudo pelo gato-NET. Esse era o plano dele, provocar toda essa zorra para que os Super Amigos fossem colocados na cadeia, e assim ele pudesse dominar o mundo, depois que ele assaltasse a C&A para arrumar um par de calças decentes.


Claro que Brainiac sofre da mesma estupidez aguda de todos os vilões, pois ele faz seu monólogo dizendo os seus planos com o Aquaman e o El Dorado de verdade ali do lado, presos em um campo de força. Em vez de já ter dado cabo nos dois, o andróide de cueca os deixou ali vivinhos.


Para alguém que se acha mais inteligente que a raça humana, você é meio idiota, Brainiac.

Como seu poder de teletransporte é uma merda e incapaz de teletransportá-los para fora (ou El Dorado é um merda e não sabe como fazer isso), eles decidem fingir que se teletransportaram, para enganar Brainiac. Um plano de fuga que eles combinam em alto e bom tom, certamente algo meio estúpido de se fazer quando o seu sequestrador está a menos de meio metro de distância.


Acontece que Brainiac é meio burro mesmo... Nem fazer uma expressão de estar puto ele consegue fazer direito.


Tanto que o idiota acaba desligando o campo de força. Ou ele estava querendo dar uma reduzida na conta de luz ao desligar o campo de força, ou os Super Amigos precisam agradecer por ter inimigos tão cretinos de burros.


El Dorado e Aquaman nem acreditam... Conseguiram achar um vilão mais incompetente do que eles, e que se veste pior também.


Brainiac decide então ativar seus dispositivos de segurança...


Ui! Que mãozinha de boiola é essa, Brainiac?

Acontece que os dispositivos de segurança foram baseados na tecnologia de mira dos Stormtroopers, e não conseguem atingir os dois heróis. Sério, quero ver o dia quando finalmente algum vilão de desenho animado vai acertar alguma droga de tiro.


Outro dos dispositivos falhos do Brainiac é um robô que parece o Boba Fett depois da gripe...


... é que literalmente leva um olé do El Dorado e se espatifa no chão.


Como era esperado, Brainiac é facilmente capturado pelos dois. Algo nesse desenho, que todo mundo consegue ser capturado com uma enorme facilidade, basta alguém te abraçar por trás e pronto, fudeu de vez. El Dorado usa sua capa para teletransportá-los dali, enquanto Aquaman dá uma encoxada no Brainiac.


Voltamos então para o tribunal, onde o Professor Girafales está dando a sentença de que todos os Super Amigos são culpados e vão para o xadrez, ficar junto com o Fernandinho Beira-Mar. Os Super Gêmeos, por serem menores de idade, iram pra Fundação Casa e depois de três anos sairiam com a ficha limpa, enquanto que Gleek seria levado prum zoológico.


Só que aí aparecem os Super Amigos verdadeiros, juntamente com Brainiac. Há claro espaço para as piadinhas, como "vocês não estão vendo dobrado", e outras babaquices. Aquaman explica então o plano maléfico do andróide, dizendo que aqueles ali eram na verdade clones dele e do El Dorado. 


Perceba que o Átomo está bancando o papagaio de pirata, em cima do ombro do Lanterna Verde. Muito tosco esse baixinho.

Diante das explicações, o juiz Girafales dá a sentença, a qual eu faço questão de reproduzir exatamente como foi dita no desenho: "o presente caso é um exemplo típico de prejuízo dobrado".


Puta que parola! Caso de prejuízo dobrado, que pôrra é essa? E ainda por cima, exemplo típico? Que tipo de tribunal é esse, parece que é a coisa mais natural julgar disputas entre clones. Pela madrugada, o que os caras tinham pensado quando bolaram essa tradução.

Comprovando a incompetência dos vilões, Brainiac e seus clones são levados para a cadeia por um único polícia, sem esboçar nenhum tipo de reação ou luta. Como todos os demais aqui nesse episódio.


E ainda temos tempo para uma piadinha do Super Homem, que aparentemente queria aparecer mesmo em um episódio onde ele não era o protagonista. Vinha dizer que ainda bem que Brainiac é um andróide mecânico e não pode clonar a si mesmo.


Claro, Super Homem... Mas como um andróide mecânico ele não precisaria se clonar, seria só montar uma linha de produção e sair produzindo um exército de Brainiacs, todos eles de cueca! Perdeu uma ótima oportunidade de ficar com a boca fechada, Super Homem!

Um comentário:

Soull Vanns Neves disse...

Muito bom esse post, ja estava esperando a algum tempo XD