sábado, 21 de março de 2015

Dieta Exagerada

A postagem que eu venho fazer aqui acabou sendo influenciada por duas notícias que eu vi nessa semana, ambas associadas a mais uma das modinhas dos tempos atuais, que é a dieta dos fanáticos por academia e fitness. Uma dessas notícias eu vi numa revista, falando a respeito do badalado Whey Protein que faz parte da dieta dos marombados de plantão, e outra eu vi aqui nesse site do UOL, entitulada "Dieta ou fanatismo?" falando a respeito das pessoas que chegam ao ridículo de levar suas marmitas com comidas saudáveis até mesmo para os restaurantes.

Lá vamos nós de novo, outro assunto relativamente polêmico. Não faz nem muito tempo que eu escrevi aqui a respeito das mulheres que exageram no físico, se tornando verdadeiras Schwarzeneggers, buscando um corpo de dar inveja a muitos homens.


Realmente hoje em dia muitas pessoas, em especial as mulheres, foram tomadas por uma onda viciante de entrarem em forma. Mas no meu ponto de vista, de uma forma exagerada e desenfreada. Como já comentei aqui várias vezes, nada contra a pessoa querer entrar em forma, eu acho válido sim, queria eu mesmo ter um pouco mais de tempo e disposição para manter uma rotina de exercícios um pouco mais frequente. Acho que devemos sim cuidar de nossa saúde, evitando a tentadora vida sedentária a qual a tecnologia nos seduz a ter, assim como buscando se alimentar de forma equilibrada, sem certas comidas que são relativamente nocivas.

Mas tudo tem um certo limite, não podemos nos deixar levar por isso. Uma pessoa pode sim levar uma vida saudável, mas não precisa ficar horas suando na academia, ninguém vai morrer se um dia comer um sanduíche do McDonald's. Acontece que muitos transformam essa busca por uma vida saudável em praticamente uma doença, em algo que move suas vidas 100% do tempo. São pessoas que só ficam pensando em fitness, que regem todas as suas atividades pensando na sua alimentação de duas em duas horas, e que muitas vezes ainda ficam se achando melhores e superiores àqueles que não seguem o mesmo estilo de vida. 

Sim, é tão doentio que chegou a um ponto que está prejudicando as relações sociais. Tenho alguns conhecidos que estão cada vez mais distantes de mim: primeiro, por eu já estar ficando de saco cheio dos mesmos papinhos de boa-forma que me dão nos nervos; e segundo, por essas pessoas darem somente atenção para seus companheiros pela cruzada fit, por só quererem estar e serem vistos com quem tem um dígito de gordura corporal.


Um dos personagens de toda essa história é o tal do Whey Protein. Trata-se de um suplemento feito a partir do soro de leite e rico em proteínas, algo como um Sustagen bombado, que é vendido naqueles potes imensos. Penso que é até jogada de marketing vender essa merda em potes gigantescos, de mais de dois quilos, justamente para passar uma imagem de força, para impressionar todo mundo e chamar a atenção. É usado como um suplemento para dietas ricas em proteínas, pelo o que eu entendo, ajudando na recuperação de exercícios e no desenvolvimento da musculatura, com pesquisas inclusive atestando sua contribuição ao prevenir contra certas doenças, como do coração.

Nada contra, lógico. Mas eu particularmente sempre vi o "suplemento" como algo auxiliar, um item que visa contribuir com o restante da alimentação. Pense como um Centrum da vida, que traz ali uma mistureba de vitaminas para suprir aquelas que por ventura você não esteja consumindo em sua dieta. Até porque entendo que o corpo humano tem a sua capacidade de absorção de certos nutrientes e vitaminas, e por mais que você ingira quilos de uma determinada vitamina, você usa até um certo limite, o excedente vai acabar sendo descartado quando você for sentar no trono. E mesmo em alguns casos, uma ingestão em elevada quantidade de alguma coisa pode até causar problemas. Por exemplo, ingerir cálcio ou sódio em demasia pode resultar em pedras nos rins. Como todas as coisas na vida, nada em excesso é bom.

Só preciso fazer um parênteses aqui: não sou médico, nutricionista ou similares. Não levem aqui meus comentários ao pé da letra, falo aqui com base nas experiências e no que vejo em jornais, internet e revistas. Posso até vir aqui e falar uma merda grande (podem inclusive me corrigir nos comentários, logicamente mantendo a boa educação), portanto quando o assunto é saúde, vá consultar seu médico de confiança.

Mas, enfim, voltando ao Whey Protein... Mais uma vez eu enxergo como algo auxiliar, como um contribuinte para uma determinada dieta. Só que o que vejo é que os marombeiros de plantão usam esse Whey como parte principal de sua alimentação! Em tudo, e digo TUDO que comem... sempre está lá o Whey. Quando não é ali só no formato de bebida (o tal shake de Whey), ele é usado de alguma forma na alimentação. De manhã, de tarde, de noite, a toda hora, devem borrifar isso em cima da comida como se fosse sal ou açúcar. Chegam até a inventar receitas das mais variadas, onde o ingrediente obrigatório é algumas colheradas de Whey Protein. O fanatismo é tanto que podem inventar uma gororoba que tenha gosto de terra, mas vão dizer que é uma delícia, só porque possui o milagroso ingrediente.

Tenho uma colega, uma dessas que se afastou de mim por eu não ser adepto da malhação, que tinha mania disso. Certa vez fui com uns amigos na casa dela, antes dela sair de viagem para o exterior, quando veio nos oferecer uma de suas invenções, o brigadeiro fit, feito com alfarroba, água mineral, Whey Protein e algumas outras coisas. Fui experimentar a bagaça...


Puta que paril! Caralho! Aquilo ali devia ter o gosto de adubo cultivado nas entranhas do inferno! Ruim pra cacete, sorte que eu estava com um guardanapo onde cuspi aquela merda, depois pedi licença para ir no banheiro e despachei pelo vaso. Em tudo que essa mulher faz, sempre é obrigatório que tenha Whey... Como um colega em comum disse, bobeando até quando ela está com o namorado, na hora de "tocar a flauta" dele, deve até jogar um pouco de Whey em cima pra deixar mais nutritivo...

Whey pra cá, Whey pra lá... É impressionante a neura como as pessoas têm. Hoje em dia deve ser um excelente negócio abrir uma loja de suplementos, todo mundo louco e desesperado por comprar essa proteína. Mas não é só isso que as pessoas comem para atingir o corpo cheio de muque, existem outras vedetes da boa alimentação pra turma marombeira. As dietas incluem, por exemplo, diversas formas de preparo de batata-doce e clara de ovos (a gema não, que é vista com nojo por essa turma), o que leva a crer que os peidos de um marombado devem feder mais que um esgoto. Outro que está sempre presente é o filé de frango grelhado, que é consumido até mesmo fora de um almoço e janta. Sim, tem nego que chega às oito da manhã, antes de sair de casa, ou no lanchinho da tarde, e devora frango grelhado. E não é pouco não, tipo dois ou três filés inteiros!


Outro dia eu fiquei puto dentro das calças num restaurante a quilo... Estava lá montando o meu prato e tinham lá as opções de carnes. Como o peixe parecia ter sido trazido direto da Baía de Guanabara e o bife de carne tinha cara de tão cru que só faltava mugir após levar uma espetada do garfo, eu estava planejando pegar um frango grelhado (que, aliás, sempre gostei de comer, mesmo antes dessa febre fit de hoje). Só que dei o azar de estar atrás de um grupo de umas três pessoas, dois caras e uma garota, todos de braços musculosos e com seus pratos cheio de verduras e coisas saudáveis, e trazendo também cada um deles uma daquelas marmitas de alumínio. Fudeu... Além de pegarem vários filés de frango pra comer no almoço, todos eles rechearam as suas marmitas, falando em voz alta para todo o restaurante escutar seus hábitos saudáveis, que aquele frango era "pro snack das três da tarde". Resultado é que só me sobrou ali um filézinho pequenininho todo arrebentado...

Isso me traz para o assunto da segunda reportagem que eu vi, onde o assunto são as marmitas. Na verdade o exagero das marmitas do pessoal fitness. Nessa notícia, se fala de atrizes da Rede Globo que levam a comida saudável de casa, e depois cita duas mulheres famosas que eu mencionei naquela minha postagem que falei lá em cima, acho até interessante replicar aqui essa parte do texto:
"Embora essa seja uma boa solução para manter uma alimentação saudável, há quem leve a dieta ao extremo. A modelo Juju Salimeni, por exemplo, já levou sua marmita com shake de proteína e claras de ovos cozidas para comer durante um voo. Gracyanne Barbosa afirma que seu marido, o cantor Belo, tem até vergonha de levá-la para jantar em um restaurante, pois ela leva sua própria comida para qualquer lugar."
Na boa... Marmita em avião, acho meio demais, mas se for um vôo da Gol onde mal servem água, até vai, com muita boa vontade... Mas marmita no restaurante?

Isso é simplesmente doentio, meu amigo. Na boa, eu se sou esse Belo... Bom, em primeiro lugar eu teria vergonha de ser um merda, iria deixar de ser pagodeiro e fazer algo de útil na vida. Segundo, eu mandava essa mulher enfiar a marmita em sua bunda musculosa! Pôrra, quem é que me vai num restaurante e leva comida numa marmita? Fala sério, que coisa imbecil! O cara vai lá, gasta uma grana pra levar a mulher num restaurante e ela vai trazer comida de fora!


Aliás, pra você ver como que é a neura aliada à necessidade de se exibir: essa mulher tem um monte de fotos que larga aí pela Internet com sua marmita em algum lugar externo, provavelmente com aquelas frasezinhas de efeito pra dizer que é super-feliz ao fazer sua alimentação saudável em qualquer lugar... Pior do que ter esse fanatismo, é ficar enaltecendo isso.

Eu sinceramente acho que quando chega num ponto desses, já está virando caso de hospício. Meu Deus, que neura em ter um corpo "perfeito", entre aspas pois pra mim essa Gracyanne é feia pra burro, com sua barriga trincada e pernas da bitola de uma tora de árvore. Digo de novo, é doentio. Se é tão importante assim manter a sua alimentação inalterada, que então não vá no maldito restaurante, pombas. Eu se sou o dono do restaurante mando levantar e ir embora, vai sentar ali essa bunda desproporcional e horrível e ocupar um lugar onde poderia ter um freguês?

Nessas horas o que eu vejo é como essa cultura pela musculação e boa-forma não é só uma mera modinha, mas quase uma seita fanática e fundamentalista. É algo exagerado, como se a pessoa fosse morrer, ou pior, engordar dez quilos, se em uma refeição do dia não comer seu frango grelhado com clara de ovo cozida e shake de Whey, a ponto de não se dar ao luxo de comer em um restaurante. Não tá certo, como disse é algo que começa a ser nocivo para a pessoa, duvido que todo mundo iria encarar assim numa boa de ir num lugar e seu amigo ou amiga sacar uma marmita com comida vinda de fora.

Aí logicamente vão ter aquelas pessoas que defendem a Gracyanne e tantas outras que seguem a idéia da marmita fit. Algumas cretinas que vão dizer que isso é inveja de minha parte, que sou recalcado por não ter a força de vontade e determinação para levar uma vida saudável. Tá cheio de gente que acha essa mulher linda (!?), que diz que ela é superior a idiotas (como eu) que só sabem criticar sua boa forma. Para essas pessoas, minha resposta vem no formato de um dedo médio em riste.


Recalque é o caralho, inveja é a puta que te pariu! Eu acho doentio sim essa neura em alguém viver toda a sua vida pensando 24 horas por dia em musculação, academia, Whey Protein, clara de ovo e frango grelhado. É como se fosse o único objetivo que esses neuróticos têm no curto tempo que estão aqui no planeta. Pode ser um pouco mórbido, mas quando todo mundo morrer, não importa se era um gordo obeso ou uma pessoal saudável, vão sobrar só os mesmos ossos, pôrra!

O grande problema, que é o que mais me preocupa é o seguinte: mulheres como a Gracyanne Barbosa e a Juliana Salimeni (essa última que eu já cansei de falar que ficou muito feia depois de começar a marombar) acabam incentivando outras pessoas, em sua maioria mulheres, a seguir o mesmo estilo de vida. Ficam aí colocando fotos nas redes sociais e dando entrevistas, incentivando entre outras coisas essas dietas exageradas, e então um monte de gente vai atrás e fica imitando. Muito disso é culpa da mídia, que fica endeusando essas marombeiras, fica enaltecendo isso como algo que deve ser valorizado, e depois temos um monte de gente tomando Whey até sair pelo rabo. Seguindo um culto pelo corpo perfeito, na base de uma dieta exagerada, que muitas vezes é seguida sem o aval de um médico ou outro profissional de saúde, que acaba causando não só algum efeito nocivo, mas que tornam essas pessoas cada vez mais insuportáveis de se conviver.

Quer tanto ter um corpo perfeito e saudável? Vá em frente, mas com moderação. A partir do momento em que você começa a deixar essa dieta controlar a sua vida, pode apostar que no final você acaba se estrepando. No mínimo, vai arrumar um corpo sarado por fora mas que fica podre por dentro, ou então vai chegar a um ponto que essas dietas se tornem não extremas a ponto de você passar a não ser mais convidado nem pra tomar um café...

3 comentários:

Janerson disse...

Nada melhor do que uma dieta natural, respeitando cada organismo e biotipo. Certos suplementos podem, sim, fazer mal ao corpo num futuro recente.

Anônimo disse...

Até concordo que todos devemos ter uma opinião e um ponto de vista. Mais não entendi o seu incomodo em quem quer ter um estilo de vida diferente do seu. E se realmente a presente destas pessoas e do estilo que levam tanto te incomoda porque não se afastar delas. Sou medico e todo dia percebo que mais pessoas morrem por terem cultivarem hábitos e estilos de vida não saudáveis,comendo porcarias e sem uma regularidade,do que pessoas que se alimentam corretamente e regulam seus horários e sua vida.
Talvez irá apagar este comentário porque pelo que percebi ao longo do texto é alguém sem visão e sem argumentos,que só acredita em sua opinião e nada mais.
Só cheguei a comentar por que perdi alguns minutos do meu tempo lendo porcarias de um cara que sinceramente desmostra-se incapaz e invejoso.

Texugo disse...

Bom, meu caro Anônimo... Não vou apagar seu comentário não, pois não sou uma pessoa que acredita apenas em minha opinião e nada mais. Tenho minha opinião sim, acredito que ainda temos o direito de ter opinião. Escuto sim as outras opiniões, sem nenhum problema. Mas não sou obrigado a concordar.

Em nenhum momento estou dizendo que a pessoa não deva levar uma vida saudável. Onde eu disse isso? O motivo aqui do meu comentário (que eu tenho direito de fazer, assim como você) é que hoje em dia muitas pessoas seguem de forma quase que fanática a cultura da boa forma, a ponto de isso impactar até mesmo suas relações sociais. Eu pessoalmente acho exagero a pessoa ir num restaurante e levar marmita. Se a comida do restaurante é tão maléfica assim, então é mais prático ficar em casa e comer a sua marmita.

Se você é médico, certamente sabe que tem muita gente que acredita estar levando uma vida saudável, mas sem nenhum tipo de orientação médica. Pessoas que se baseiam em blogs e canais de Youtube sem nenhum tipo de validação profissional. Cada um tem seu organismo, e a cultura fit de hoje acaba fazendo que muitas pessoas cometam exageros.

Ou isso por acaso não acontece? Não duvido que você deve ter conhecimento de casos de pessoas que tiveram problemas por seguir uma dieta ou rotina de exercícios inadequada para sua condição médica e/ou física.

Agora... Me chamar de incapaz e invejoso... Por que isso? Invejoso por quê, por acaso você está assumindo que eu não levo uma vida saudável? Incapaz por quê? Novamente, em nenhum momento estou dizendo que não se deve ter um estilo de vida saudável, eu sugiro que você venha a ler outras postagens que eu falo do assunto antes de fazer um julgamento da minha pessoa.

Argumento por argumento, eu também não vi argumentos de sua parte. Podemos aqui discutir numa boa sobre o assunto, de forma adulta. Ou, se meu blog é tão porcaria assim, lamento. Tem muitas outras coisas pra se ver na internet que vão te agradar mais.