domingo, 7 de setembro de 2014

Privacidade Digital

Bom, sem sombra de dúvida o dia 31 de agosto de 2014 vai se tornar um marco histórico para muitos. Tenho quase a certeza de que vou estar chovendo no molhado, pois se você usa a Internet e conseguiu chegar aqui neste meu blog, é porque deve ter um mínimo de noção dos acontecimentos do mundo, e certamente deve estar sabendo que neste domingo um sujeito lançou na grande rede fotos íntimas de celebridades. E não estamos falando de uma ou duas fotinhos de uma celebridade, mas sim centenas de fotos de muitas atrizes, cantoras, modelos e esportistas, muitas bem reveladoras. E o grande destaque dessa lista é a presença da atriz Jennifer Lawrence, que fez aquele filme dos X-Men e a série de Jogos Vorazes, atual "queridinha" de Hollywood. Em algumas das fotos divulgadas, Jennifer aparece de topless e em algumas outras inteiramente nua.


O tal hacker ainda divulgou muitas outras fotos de outras personalidades, com um "destaque" para a modelo Kate Upton, que aparece em muitas fotos, algumas até bem explícitas. E o sujeito ainda diz ter centenas de fotos de outras personalidades, como Hilarry Duff, Scarlet Johansson, Wynona Rider, Kaley Cuoco (a Penny de The Big Bang Theory), entre muitas outras.

Bom, pra começo de conversa eu não vou colocar aqui nenhuma dessas fotos. Confesso que acabei vendo algumas fotos da Jennifer Lawrence e da Kate Upton em sites de notícias que estavam "apropriadas para exibição", como algumas daquelas em que elas estão vestidas ou com uma tarja preta sobre as partes íntimas, e que me mostraram em celular algumas das fotos NSFW das duas. Mas aqui não vou colocar essas fotos, então se você veio aqui achando que as encontraria, só agradeço por ter me dado mais uma contagem aqui na visita só por fazer papel de otário.

Claro que a primeira coisa que tem que se falar é como todo mundo ficou alucinado com essas fotos. O que deve ter tido de servidor e provedor que não aguentou o tráfico de tanta gente caçando por todos os sites e torrents por essas fotos. Todo mundo compartilhando em fóruns, redes sociais e Whatsapp, provavelmente muitos ficando depois com o cagaço de serem pegos divulgando tal material. Posso te dizer que muito provavelmente este último domingo deve ter sido algo épico para muito marmanjo aí, que deve estar com a mão toda esfolada e o teclado todo melado depois de se esbaldar até ficar seco...


Na boa... Tudo bem, vou aqui dar meu comentário, a Jennifer Lawrence é pra mim uma gracinha. Pouco falei dela aqui, mas acho ela muito meiguinha, tem um jeito muito doce, só de ver a naturalidade e doçura nas entrevistas é fácil de querer uma namorada como ela. Claro, além disso ela é sim bonita, bem atraente, assim como a modelo Kate Upton, que é sem dúvida uma boa novidade no que se diz a modelos, fugindo do estilo Olívia Palito, mostrando que a mulher pode ter curvas (e curvas generosas, diga-se de passagem) e ser uma boa modelo. Mas, sinceramente... São bonitas sim, mas se o sujeito está querendo "descascar a banana", certamente não vai precisar de muitos minutos pra fuçar um dos milhares de sites pornô gratuitos e achar uma penca de fotos de mulheres de todos os tipos e físicos fazendo todo tipo de proeza sexual. Pra mim essa excitação coletiva por fotos de algumas celebridades não tem tudo isso de especial.

Mas sem sombra de dúvida diria que para a imensa maioria dos homens existe esse desejo de ver uma celebridade famosa em poses eróticas como veio ao mundo. Deve ser algo como aquela sensação de conquista ao ver aquela garota que estamos acostumados a ver em filmes, séries e videoclipes, muitas delas que adota uma postura casta sem mostrar muita pele, e conseguir ver ela sem roupa, para muitos é um grande feito. Afinal de contas não é à toa que a Playboy procura sempre colocar na sua edição de aniversário uma atriz global ou celebridade do momento, para o deleite de muitos marmanjos que estão sedentos para vê-la ao natural. Sim, podem chamar o homem em geral de pervertido, mas acho que esse ato de descobrir como é a mulher tem sim um certo valor, quase como um marco, como disse uma conquista de vê-la ao natural. Guardadas as devidas proporções, pois afinal de contas ver uma celebridade pelada tem um objetivo muito mais de auto-satisfação (em outras palavras, putaria mesmo), pode se assemelhar à sensação que o cara sente ao ter sua primeira vez com sua namorada, o ato dela se despir e mostrar seu corpo é para ambos um marco em seu relacionamento.

Bom, se você é um fudido que nunca teve namorada... digamos que é uma sensação que pode se assemelhar quando você liga aquele jogo de videogame tão aguardado pela primeira vez...


Nessa altura pode ser que vai ter muita gente me chamando ou de babaca e escroto por não ter colocado as fotos, ou me chamando de bicha pelo meu discurso mais poético acima. Deve ter até gente me chamando de filho da puta hipócrita por estar com esse papo todo mesmo tendo aqui várias postagens da categoria "mulheres". 

Para aqueles que estão aí de barraca armada e revoltados por não terem encontrado as fotos aqui, nada te segura aqui pôrra! Já te falei que não vai achar nada aqui, seu palerma, se manda e vai futucar no Google pelas fotos. Para aqueles questionando a minha masculinidade pelo o que eu escrevi acima, vão também chupar um prego, por mais que eu tenha um lado mais neandertal que tem sim a sua necessidade de vez em quando de admirar sim umas fotinhos (como todo mundo, homens e mulheres, embora muitos não admitam), eu tenho a ciência que isso nunca será melhor do que estar com uma companheira de verdade, com uma mulher com quem se curta estar sempre, isso é o que conta. E para os que estão me chamando de hipócrita, vai ver se eu tô na esquina, pois a questão aqui é bem mais complexa: uma coisa são fotos tiradas e divulgadas com o consentimento da cidadã, que é o que coloco aqui; outra coisa totalmente diferente são fotos privadas que foram roubadas e divulgadas sem o consentimento de todas essas celebridades.

Voltando depois desse desabafo, todo esse episódio reabre uma série de discussões a respeito de diversos temas, como a exposição de informações pessoais, muitas vezes em situações comprometedoras ou íntimas. Como canso de falar aqui, hoje em dia vivemos em um mundo de grandes novidades tecnológicas e de redes sociais, comentei isso tem pouco tempo neste post focado em nossos colegas que gostam de exibir seu estilo de vida saudável. A verdade é que praticamente todo mundo neste planeta tem um smartphone com câmera e pelo menos uma conta em um Facebook ou similar, as duas ferramentas básicas para registrar tudo, muitas vezes compartilhando para os amigos e conhecidos. Tudo bem que muitas vezes são coisas relativamente inofensivas que estamos colocando na Internet, como a foto de um prato de comida, seu animal de estimação fazendo pose ou uma vista bonita tirada da janela do carro. Mesmo os insuportáveis selfies, em boa parte dos casos é algo inocente, simplesmente a cara da pessoa ocupando 2/3 da foto, com alguma coisa escondida lá atrás. Em questão de segundos se tira uma foto e se compartilha no "Feice", tornou-se para muitos um ato tão natural como bocejar, espirrar ou dar uma barrigada.


Acontece que muitas vezes essa divulgação exagerada pode ser relativamente nociva ou mesmo arriscada. Nessa neura de mostrar para todos o que se tem e o que se está fazendo, muitos acabam ostentando coisas que não deveriam, que podem despertar a inveja ou mesmo se colocar em perigo. Tipo, se o imbecil ganha na Mega-Sena e vai lá e posta na sua página de perfil uma foto ao lado de seu novíssimo carro importado, diria que existe até um certo risco que ele se torne vítima de um sequestro relâmpago. Posso estar até exagerando, mas considerando que muitas vezes as pessoas divulgam livremente informações pessoais, chegando ao ponto até mesmo do endereço ou telefone, não me surpreenderia de que algumas pessoas mal-intencionadas usem essas informações em seu benefício próprio. Pombas, os bancos, editoras de revistas e outros grandes conglomerados não compartilham livremente seus dados entre si? Sem a gente querer já tem gente que sabe muitas informações nossas, imagina só quando a gente as compartilha por livre e espontânea vontade. 

Por exemplo, imagina aqui uma mulher que divulgue em seu Facebook informações como nome da filha, onde ela estuda, em que turno, juntamente com fotos dela, além do telefone celular. O que impede uma pessoa mal intencionada tentar aplicar aquele golpe do falso sequestro? É um prato cheio, todas as informações lá disponíveis pra todo mundo ver... Como certa vez vi o Seinfeld dizer, não adianta nada você ter a melhor fechadura na porta de sua casa, se você a deixar aberta qualquer um pode entrar.

E não apenas isso: certas declarações, comentários e likes podem justamente passar para outras pessoas um retrato seu que talvez não seja o mais agradável de se divulgar. Por exemplo, é muito bem sabido que hoje muitas empresas de RH buscam perfis nas mídias sociais de candidatos à vagas, quando certamente vão vetar pessoas que adoram postar comentários racistas ou que façam apologia às drogas e ao crime. Por exemplo, recentemente tivemos o episódio do casal mestiço onde várias pessoas fizeram zoação com a menina negra, chamando ela de escrava e tudo mais, ou o caso de um auditor que postou várias piadinhas infames contra os negros e corre o risco de perder o emprego. Hoje em dia uma pessoa pode se estrepar feio por um comentário em um Facebook da vida, ao divulgar para todo mundo sua opinião polêmica sobre um determinado assunto.


Mas o pior, na minha opinião, é a questão dessa mania de registar certas intimidades, o que já tem mais a ver com o episódio citado. Já não é de hoje que as pessoas usam os celulares para tirar certas fotos, já tivemos vários casos de celebridades que passaram por esse perrengue de ter fotos ou vídeos íntimos vazando na Internet, como escrevi aqui tem mais ou menos dois anos. Curioso é rever essa postagem quando na época haviam algumas fotos da Miley Cirrus, que na verdade são oitocentas vezes mais comportadas do que ela faz nos palcos e clipes... Mas, voltando ao assunto é realmente surpreendente como já tiveram casos de celebridades com fotos expostas assim, imagina então o que deve ter de anônimas fazendo a mesma coisa, registrando com seus celulares fotos sem roupa e em poses sensuais. E tudo isso salvo nas nuvens como o iCloud, em caixas de entrada de e-mails e celulares.

Alguém pode chegar e até vir dizendo "e daí, a mulher não tem o direito de tirar uma foto assim?". Li inclusive numa revista recentemente uma reportagem sobre isso, escrita por uma mulher que deu todos os indícios de ser uma daquelas feministas exageradas. Não é questão de não ter direito, cada um tira a pôrra da foto que quiser, se o sujeito está afim de tirar uma foto em close de seu reto, é problema dele. Mas eu sinceramente não entendo muito bem a necessidade que muitas mulheres têm de tirar tais fotos. Há quem diga que elas fazem isso quando estão distantes de seus namorados e maridos, e mandar uma fotinho dessas mais calientes é uma forma de manter acesa a chama do relacionamento; tem outras pessoas que defendem que é como forma de avaliar o próprio corpo, para ver se está tudo "em cima" e se a dieta de algas e capim está surtindo efeito. Podem dar todas as razões que forem, mas eu sinceramente não entendo: sente saudades de sua alma-gêmea, tem tanto recurso hoje como Skype e o cacete que dá pra fazer vídeo-conferência, que façam uma trepada virtual; quer ver o resultado da dieta, pois muito bem, mas pra isso não precisa botar as bazingas de fora, não é?


Ainda mais considerando que na prática não temos uma segurança efetivamente perfeita quando o assunto é Internet e tecnologia. Mesmo que você evite ir em certos sites suspeitos, não clique naquele e-mail do príncipe nigeriano querendo te oferecer uma bolada e use senhas de quarenta caracteres que misturam letras gregas e hieroglifos que são trocadas a cada duas semanas, sempre estamos sujeitos a algum tipo de ataque ou invasão vinda desses filhos das putas desses hackers que não tem nada o que fazer. Com um pouco de persistência aliada a uma habilidade que poderia ser usada para o bem, esses sujeitos podem invadir contas de e-mail e redes sociais e ter acesso a todas as informações que estão ali. Como disse acima, às vezes nem precisa de muito esforço, pois as pessoas muitas vezes facilitam o trabalho de quem tem essa intenção, ao disponibilizar senhas fáceis como o nome do filho ou data de nascimento. E tem mais, quando se fala de tecnologia móvel tem ainda a questão do aparelho ser perdido ou roubado: imagina só se você esquece o seu celular no táxi ou tem ele roubado, olha só quantas informações vão estar ali para alguém ver.

Aqui cabe fazer um comentário a respeito dessas fotos das celebridades, pois todas essas imagens estavam armazenadas no serviço iCloud da Apple, uma dessas nuvens que funciona como um mega servidor no qual os iPhones sincronizam as informações nele contidas. Os hackers aparentemente conseguiram descobrir as senhas na força bruta, conseguindo assim acessar essas fotos que estavam teoricamente seguras nessa nuvem. Algo para calar a boca de muitos fanboys da Apple que sempre bostejavam essa de que os produtos e serviços da maçã são os melhores e mais seguros do mundo, dizendo que seus iPhones não podem ser invadidos ou atacados por vírus e outras mazelas tecnológicas. Canso de escutar colegas meus, que parecem ver Steve Jobs como o Messias, que desprezavam aparelhos de outras marcas (especialmente da Samsung) e enalteciam os "i-qualquer coisa". O que dizer agora?


Claro que não demorou para que os fanboys começassem a encontrar justificativas para o ocorrido, tentando de todas as maneiras inocentar a Apple e dizer que o sistema do iCloud é si seguro. Muitos jogam toda a responsabilidade para as atrizes, dizendo que provavelmente elas usaram senhas de baixa segurança ou entraram em sites falsos e tiveram seus dados roubados. Mais uma vez ficam com essa cegueira doentia de achar que o iPhone e tudo da Apple é imbatível, que não tem falhas nem nada. Mas claro, se tivesse sido uma falha de segurança do Android, os Apple fanboys seriam os primeiros a botar a boca no trombone, dizendo "Tá vendo? O Android é uma merda, não tem segurança, Steve Jobs é Deus, amém!".

Eu não estou dizendo que a segurança da Apple é uma merda. Apenas falo que presenciamos que ela é como outra qualquer, mostrou-se que o sistema da maçã mordida pode ser vulnerável sim, da mesma forma que pode ocorrer com o Windows ou Android, como esse episódio comprovou. Mesmo que eles venham agora e revejam as falhas de segurança, não se enganem, pois amanhã ou depois alguém descobre outra brecha e vai conseguir burlar a segurança da mesma maneira.

Justamente pelo fato de não haver nenhum sistema que seja 100% seguro, colocar em uma nuvem ou site certas informações muito privadas como fotos íntimas é um risco muito grande que elas venha a cair em mãos indesejadas. Alguém pode dizer que se for assim não podemos fazer nada, não podemos por exemplo dirigir pois podemos morrer num acidente de trânsito. Mas acho que tal comentário é muito exagero, eu acho que a pessoa tem o direito de fazer o que bem entender. Só que é necessário saber arcar com as consequências associadas a esses riscos que existem, gostem ou não. É o que temos que fazer antes de tomar certas decisões, avaliar se vale a pena, pensar bem em eventuais problemas que podem ocorrer caso algo dê errado, pois muitas vezes não compensa. Como dizem, não é só porque você pode ou tem o direito de fazer alguma coisa, que seja a melhor coisa a ser feita.

Como eu comentei aqui algum tempo atrás, podemos fazer uma comparação com outra questão que envolve as mulheres, onde muitas pessoas dizem que a mulher é assediada sexualmente ou mesmo estuprada por causa da forma como elas se vestem. Acho que a mulher tem sim o direito de se vestir como quiser, mas ela precisa estar ciente de que se desfilar com uma minissaia que chega até dois centímetros de sua cintura na frente de um canteiro de obras, corre o risco de acabar escutando o que não quer ouvir. Da mesma maneira, se quer tirar fotos pelada, maravilha; mais saiba que há o risco de que elas venham a ser roubadas por algum hacker e publicadas na rede.

Deixo claro que em nenhum momento estou dizendo que o cara que roubou essas fotos é santo. Ele (ou eles, pois imagino que seja uma quadrilha de descascadores de banana) tem mais é que se fuder, tem mais que pagar a pena pelo crime grave que cometeu, ao invadir a privacidade dessas celebridades. É algo muito covarde de se fazer, se apropriando de fotos íntimas de mulheres, que por acaso são celebridades, e divulgado-as sem a autorização delas. Isso é muito errado, uma cachorrada grande.


Mas eu penso que a Jennifer Lawrence e todas as outras tem sim sua parcela de responsabilidade nessa história, ao correr o risco de tirar e guardar essas fotos mais desinibidas em um lugar relativamente pouco seguro. Ainda mais considerando que elas são figuras públicas, que são conhecidas pelas pessoas. Uma coisa é a Mariazinha da esquina ter suas fotos nuas publicadas na Internet, alguns poucos meladores de cueca vão ver a foto dela, sem nem saber quem é, e logo vão cair no esquecimento; agora, a repercussão e divulgação é infinitamente maior quando se trata de uma atriz de Hollywood. Acaba sendo um grande risco, é muito a perder por conta de uma foto sem roupa.


Como sabemos bem, uma celebridade normalmente tem uma exposição grande na mídia, sempre aparecendo em jornais, revistas e programas de televisão, mesmo quando não estão atuando no seu ramo de trabalho. A sociedade é muito fútil, e tem uma necessidade orgásmica de ficar sabendo da vida das pessoas famosas, com a curiosidade de saber como é o banheiro de empregada a casa da atriz que faz a mocinha da novela, a dieta do cantor de sertanejo universitário que está estourando nas paradas com uma musiquinha-chiclete sem noção que vai desaparecer depois de algumas semanas ou qual é o estilista que desenhou a camiseta que a modelo do momento usou para ir no mercado comprar pão integral e iogurte diet. Sempre vai ter alguém com uma câmera, ainda mais nos dias de hoje dos smartphones, registrando todos os passos das celebridades. Algo que não só deve encher muito o saco dessas pessoas famosas, mas que também podem causar problemas, caso algum paparazzi profissional ou de fim de semana tire uma foto ou grave um vídeo de algo meio indiscreto...

Além disso, muitas celebridades possuem uma legião de fãs e de pessoas que as admiram. Tudo bem que tem fãs que exageram, daqueles que se vestem como seu ídolo e assistem todos os seus filmes, mas sabemos bem que existem certas celebridades que passam uma imagem positiva e legal de ser admirada e seguida, ou mesmo tem aquelas que lidam com um público específico, tipicamente infantil, servindo assim de exemplo para muitos pimpolhos. Logo, é esperado que essas celebridades tentem levar uma vida de certa forma correta, algo que não passe uma imagem ruim para seus admiradores e seguidores. Não estou dizendo que a pessoa só porque é famosa para um determinado público, deve deixar de fazer certas coisas. Mas é preciso que ela tenha uma certa consciência e cautela para não passar uma imagem que possa servir de mau exemplo, ou que pelo menos guarde tais atitudes e comentários para situações onde tenha mais privacidade.

Enfim... a verdade é que não podemos correr certos riscos. Fico sim um pouco chateado com a situação que a Jennifer Lawrence e tantas outras estão passando, sem dúvida não deve estar sendo fácil para elas ter a intimidade divulgada dessa forma, fica a torcida para que elas superem isso, que não se deixem abater. Acontecer, já aconteceu, agora é para elas levantarem a cabeça e se mostrarem superiores a todo esse ocirrido. Mas espero que isso sirva também como aprendizado para muitas pessoas, para que saibam que no mundo digital estamos muito expostos, quer a gente queira ou não.

Nenhum comentário: