sábado, 20 de setembro de 2014

CBF, que vergonha

Já faz algum tempo que eu não escrevo sobre o meu Botafogo, que infelizmente não está muito bem no Campeonato Brasileiro, amargurando na zona do rebaixamento e fazendo de tudo pra não cair para a segunda divisão. Claro que muito disso se deve ao próprio desempenho do clube, que tem feito alguns jogos meio muquiranas. Mas seria muita ingenuidade dizer que não houveram outros fatores externos ao clube que contribuíram e muito para que o Glorioso estivesse nessa posição incômoda, fatores que conhecemos muitos bem, que tornam o esporte mais amado do mundo uma verdadeira vergonha aqui no Brasil. E o ápice disso veio na última rodada de meio de semana...


O Botafogo estava disputando um daqueles jogos de "seis pontos" contra o Bahia, indo para os vestiários no intervalo com uma vantagem de 2 a 1. E então tivemos um segundo tempo que marcou pela sucessão em poucos minutos da atuação "magistral" de uma das figuras em campo, o juiz Junio Benevenuto. que em alguns poucos lances expulsou o jogador Ramirez do Botafogo, alegando que ele havia dado um soco na cara do baiano, quando a mão mal chegou perto do peito do filho da puta que cavou a falta. Isso um pouco depois do juiz ter premiado o atacante Emerson com um cartão amarelo por reclamação. Alguns minutos depois, em uma disputa normal de bola, vai lá o juiz e não perde tempo, dando o segundo cartão amarelo para o Sheik, expulsando-o da partida. Em dois minutos o filho da puta do juiz acabou com o time do Botafogo, que se defendeu heroicamente mas que não resistiu à virada. De quebra, o lateral Julio Cesar ainda foi expulso após o apito final. Um verdadeiro assalto à mão armada no Maracanã.

A grande repercussão da noite ficou por conta do Emerson, que depois de ter sido expulso, se dirigiu para a frente de uma câmera, dizendo em alto e bom som: "CBF, você é uma vergonha!"


Claro que isso veio a causar a maior merda... A CBF já pediu a cabeça do Emerson (engraçado como se esqueceram tão fácil do caso da torcedora gremista chamando o Aranha de macaco), conhecendo bem como a confederação é extremamente "justa" com o Botafogo as chances são de que o atacante e destaque do time alvi-negro venha a ficar fora dos gramados até o final do ano. E logicamente, tal episódio foi acompanhado por duras críticas da mídia "imparcial" contra o jogador.

Vou te dizer uma coisa: eu pessoalmente não vou muito com a cara do Emerson, não é o tipo de jogador que me agrada muito. Mas o cara joga bola sim, e era um dos poucos que estava jogando relativamente bem no Botafogo, inclusive os dois gols da partida foram dele. E admito que depois do que ele disse na frente da câmera e em uma entrevista no dia seguinte, o cara subiu no meu conceito.

É simplesmente vergonho o que acontece aqui no futebol brasileiro. Só mesmo um cego não vê a roubalheira e a sacanagem que fazem em certos jogos. Ou então aqueles que torcem para times que acabam sendo favorecidos por essa pouca vergonha que é a CBF. É de revoltar olhar para os últimos jogos do Botafogo e ver tantas vezes onde o time foi roubado, foi desrespeitado pela arbitragem, que parece que já entra em campo condicionada a apitar contra. Chega a ser ridículo, como o técnico do Botafogo disse, todo mundo já sabe que é comum que se tenha uma arbitragem "caseira", que acabe sendo favorável ao time da casa e contra o visitante: mas só com o Botafogo acontece também o contrário, acham um juizinho de merda qualquer pra vir aqui e roubar o time em pleno Maracanã!

Como eu já falei uma vez, parece que é recomendação da CBF para os árbitros: sempre na dúvida, apite contra o Botafogo. 


O Emerson falou muito bem na entrevista, a arbitragem no Brasil precisa ser profissionalizada. Veja bem, o cara que é juiz de futebol praticamente faz isso só como bico, ninguém aqui ganha a vida como árbitro ou bandeirinha, o sujeito tem sempre um outro emprego e eventualmente trabalha quartas à noite ou fins de semana apitando um jogo. É como a pessoa que nas horas vagas banca o fotógrafo ou que arruma uns esquemas pra dar aula em cursinho de inglês, tá longe de ser uma profissão. Não tem como dar certo, não tem como um cara desses desempenhar bem a sua função. E com isso temos o que estamos vendo: juízes e bandeirinhas incompetentes, que não sabem aplicar as regras de maneira correta, que não não conseguem manter o mesmo padrão em suas decisões nos gramados, e que com isso acabam prejudicando o trabalho de muitos profissionais de uma equipe de futebol. Não apenas jogadores e técnicos, mas também todo mundo que trabalha no clube, indo desde massagista, médico e roupeiro até o segurança, o cozinheiro e o faxineiro. 

E não vou levar só pro lado do Botafogo, mesmo ele sendo o time que de longe é o mais prejudicado pela péssima arbitragem. Pode apostar que muitos times podem enumerar pelo menos meia dúzia de situações onde foram vítimas de um erro de arbitragem, como aquele gol mal anulado, expulsão incompreensível e impedimento do adversário não marcado.

Lógico, antes fosse somente um problema de falta de capacidade da arbitragem... O problema é que muitas vezes os erros são tão absurdos que dão a impressão de serem propositais. Especialmente pelo fato de que esses erros normalmente acabam favorecendo ou prejudicando os mesmos times. Sabemos muito bem algumas equipes que se aproveitam muito bem da arbitragem amiga...


Podem falar o que for, mas é indiscutível que alguns times são sempre favorecidos. Flamengo e Corinthians são de longe aqueles que são mais ajudados, basta ver os últimos jogos do rubro-negro onde em todos eles teve algum lance polêmico favorecendo os mulambos. Só assim para essa ascensão meteórica de um timeco de bosta que na época da Copa estava na penúltima posição. São Paulo é outro que muitas vezes é ajudado, só por conta de seu histórico de conquistas mundiais e por ter estrelas como Kaká e Rogério Ceni. Até pouco tempo atrás o Santos era um dos queridinhos, graças ao Neymar, hoje o preferido é o líder Cruzeiro. Essa proteção dada pelos juízes parece ser incentivada pela CBF, sendo também abençoada pela Rede Globo, que sabemos que manda no futebol, querendo assim agradar os telespectadores que são maioria de seu público. Ou você acha que a única influência da Rede Bobo no futebol era fazer com que os jogos só comecem depois da novela?

Exemplo dessa postura parcial é comparar a atitude difereciada que a CBF deu a duas bandeirinhas que ficaram relativamente conhecidas por erros em jogos importantes. Citei aqui o clássico entre Cruzeiro e Atlético Mineiro, onde aquela bandeirinha errou contra o time da raposa, anulando um gol legal. Veio todo mundo do Cruzeiro xingando a mulher, teve gente dizendo que ela deveria era posar pra Playboy, mas ficou por isso mesmo. Quanto à auxiliar, apesar dos seus cinco minutos de fama, foi afastada dos gramados e precisou passar por uma reciclagem, e admito que nunca mais se falou dela, muito provavelmente deve ter acabado com sua carreira no futebol...

Por sua vez, provavelmente você deve se lembra da bandeirinha Ana Paula Oliveira, se você é botafoguense como eu certamente se lembra. Essa escrota garfou solenemente o Botafogo naquela semifinal da Copa do Brasil, anulando dois gols legítimos e provocando sua eliminação. Fudeu o time, ficou afastada só duas semanas e se tornou uma celebridade após posar pra Playboy. E de quebra ainda veio a ganhar o reconhecimento da CBF, sendo convidada a ser diretora da escola de arbitragem!


Puta que parola! Uma vesga dessas que não tem competência pra apitar vai ser a diretora da escola que forma os árbitros de futebol? Estamos fudidos.

Realmente a CBF é uma vergonha... O favorecimento a certos times e a postura dura contra outros mostra como esse campeonato é todo armado. Sei que vai ter muito vagabundo (provavelmente mulambo) que vai ficar me sacaneando, dizendo que é chororô... Mas puta merda, é impressionante como roubam tanto contra o Botafogo! Como sempre prejudicam o Botafogo, sempre fazem alguma coisa pra sacanear o time. Lembro de uma época que aqui no Rio o alvi-negro era a quinta força do futebol, ficando atrás do Americano de Campos... time do Eduardo Viana, vulgo Caixa d'água, que era presidente da confederação estadual. Em um estado onde você tinha um Flamengo defendido pela Rede Globo, um Vasco pelo Eurico Miranda, um Fluminense pelo Havelange e o Americano pelo Viana, não tinha como o Botafogo ir longe. Sério, jogar contra o Americano nessa época era dificílimo, os juízes sempre ajudavam... Hoje, depois que o Caixa d'água morreu, voltou a ser um time de várzea. 


Mas não adianta... Não tenho dúvidas de que o Botafogo é um dos times mais prejudicados pela arbitragem e pela CBF. A imensa maioria dos lances polêmicos são sempre contra, principalmente quando o time enfrenta equipes que já são historicamente favorecidas, como o Flamerda, quase todos os jogos é sempre com quatorze do outro lado, dois com uma bandeirinha na mão e um com um apito na boca. E soma-se a isso a postura da CBF, que sempre é severa contra jogadores do Botafogo, pode apostar que todo mundo será punido por no mínimo dez jogos. Se fosse jogador de outro time, certamente a pena seria mais branda, deixando bem claro como todas as entidades esportivas fazem questão de serem parciais. Veja o Engenhão por exemplo, fecharam o estádio dizendo que a cobertura podia cair, mesmo depois de termos tido ventanias aqui no Rio que mais pareciam furacão e o estádio ficou de pé, enquanto que tem tanto clube aí com estádios feitos pela metade e que não dizem nada.

O Sheik falou tudo mesmo, a CBF é uma vergonha. É uma entidade atrasada, corrupta e preocupada somente com os seus interesses e de seus aliados, como a Globo. Não é à toa que a nossa seleção fez uma Copa sofrível, é graças a esse tipo de administração que tornaram o futebol brasileiro como uma verdadeira máfia. Sinceramente, se eu sou o Botafogo, me recuso a entrar no gramado nesse campeonato organizado por esses bandidos. O time será punido, vai perder por WO, foda-se. Que diferença faz, já está claro pra mim que a CBF quer o Botafogo rebaixado ano que vem, pra que perder tempo? 

Por essas é outras é que começo cada vez mais a desistir do futebol...

Nenhum comentário: