domingo, 16 de fevereiro de 2014

Super Amigos - A Montanha Russa


Mais um episódio dos Super Amigos aqui, para a nossa diversão. O que não falta é episódio tosco, e dessa vez vamos ver um daqueles onde temos adolescentes fazendo merda. Sim, em inúmeras oportunidades os heróis não estavam enfrentando bandidos ou navios gigantes mutantes, mas simplesmente tentando salvar jovens que aprontavam alguma coisa de errada. Claro que, sempre no final tudo dava certo, e havia espaço para a liçãozinha de moral.

Nossa história de hoje começa em um parque de diversões abandonado. Mais uma das obras super-faturadas e inacabadas do César Maia, quando ele foi prefeito de Metropolis. 


Certamente ninguém iria se aventurar a chegar num lugar desses, mas naquela noite alguns adolescentes chegam em um carro. São dois membros de uma gangue com o sugestivo nome de Dragões, que fazem todo o estilo bad-boy com jaquetas de couro e penteados descolados. Sim, naquela época um sujeito de jaqueta de couro e penteado descolado era sempre sinônimo de desordeiro. E juntamente com eles um nerd gordo com cara de babaquara, que por algum motivo qualquer queria se juntar ao grupo.


Pode parar por aí. Nunca uma gangue de punks desse tipo iria aceitar um mané desses! Cara, certamente eles têm uma reputação a manter, esse gordinho faz mais é o estilo de bocó que sempre é sacaneado por tipos como os dois brutamontes ali. Ainda mais com a voz fanha da tradução daqui.

Enfim, seja qual for o motivo obscuro que leva os dois sujeitos a andar com o gordinho, eles apresentam a prova que ele deve cumprir para ser aceito no bando: andar na montanha russa do parque abandonado. 

Claro que os dois zoam o gordinho, dizendo que ele deve estar borrando as calças, de que não é homem pra andar sequer de bicicleta sem rodinha e de que ele precisa pegar sutiã emprestado da irmã. O gordinho fica puto, diz que não tem medo de nada e que ele tem os próprios sutiãs e não precisa pegar emprestado nada da irmã. Só o suéter.


Eles entram no parque numa boa, mostrando como os donos estão pouco se fudendo se alguém invadir e roubar uma coisa. Tanto que os garotos acham a caixa de energia com a chave. Mais fácil que isso, impossível. 


Detalhe que depois que o carinha fecha a caixa de força, a chave cai no chão. Lembre-se disso, essa informação será importante mais adiante para exaltar a burrice dos Super Amigos. Outro detalhe é o logotipo da jaqueta: sei que queriam que parecesse um dragão, mas tem mais a cara de um elefante.


Com energia, eles podem ligar o carrinho da montanha russa. Interessante é que eles não parecem ter se preocupado muito em como fariam para desligar depois, mas tudo bem. Estamos falando de um desenho animado, não tem que fazer muito sentido. Afinal de contas, se já começamos com esse gordo escroto querendo fazer parte de uma gangue e dois de seus membros ainda cogitarem isso, tá na cara que realismo não é o forte aqui.


A não ser que a idéia dos dois punks era fazer o gordinho de cagar todo, pra depois tirar fotos dele todo borrado para zoar. Mas como naquela época ainda não existia Facebook, vamos considerar que o teste de iniciação da gangue era pra valer.

Convenientemente, do outro lado da rua, estão os Super Gêmeos, saindo do cinema. Onde percebemos que os desenhistas sequer sabem escrever o nome da cidade de Metropolis corretamente...


... e descobrimos que em breve será lançado o nono filme do Super Homem. Curioso como nesse universo por assim dizer o Homem de aço não é um personagem de cinema e sim um herói de verdade, mas que mesmo assim tinham feito quase uma dezena de filmes dele.


Há espaço para as piadinhas desnecessárias, onde Zan fica se achando só porque o herói do filme tinha orelhas pontudas como ele. Talvez eles estavam assistindo ao Senhor dos Anéis, e ele estava se achando parecido com o Frodo, mas aí Jayna rebate, dizendo que seu irmão tinha mais a cara do Gollum.


O Gollum, aquele bicho escroto que fala "my preciousssss...". Continuando.

Eles então percebem que os jovens estão na montanha russa abandonada, correndo o sério risco de que a próxima parada deles seja  no IML. Por que eles tiveram que fazer essas poses toscas, não faço idéia.


Se bem que, honestamente, podemos fazer um certo comentário a respeito do traseiro de Jayna...


Foco! Voltando...

Os Super Gêmeos então ativam seu poder de transformação, seguindo toda aquela papagaiada que se repete em todos episódios...


E eles fazem as mesmas escolhas que sempre fazem. Sério, perdi a conta de quantas vezes Jayna se transforma em águia...


... e o Zan em água. Água rosa, diga-se de passagem. Isso deve economizar muito em termos de quadros de animação.


Tem espaço até para Gleek fazer merda, quase prendendo sua cabeça oca no balde que sempre é usado para transportar Zan. Seria engraçado ver ele acabar caindo no meio da calçada e se espalhando pela rua. Pergunto-me também de onde esse macaco sempre tira esse balde.


No final ele consegue pegar Zan... Que faz uma carinha feliz na sua forma de água. Babaca.


Os dois então voam ao lado do carrinho da montanha russa, chamando a atenção por eles estarem ali, que é muito perigoso, e que era mais seguro se eles estivessem jogando bolinha de gude no meio fio. Os moleques prontamente reconhecem os Super Gêmeos, acredito que em situações normais eles iriam surtar ao ver uma águia falante, mas tudo bem. Afinal de contas, imagino que todo mundo em Metropolis deve imaginar que quando virem uma águia falante levando um balde com água rosa e um chimpanzé azul de que se tratam dos jovens Super Amigos.


Os punks mandam os Super Gêmeos se fuderem, que não passam de heróis de araque e só respeitariam se fosse o Super Homem. Ainda chamam o Zan de viado, por ficar se vestindo de rosa, e que se eles não se mandarem vão encher os dois de porrada. 


Perceba também que para ser da gangue não basta usar jaqueta de couro por cima de uma camisa branca da Hering, mas também ter um penteado de capacete...

Os Super Gêmeos desistem de fazer o bando parar por bem, e decidem pará-los por mal.

Não, não tão mal assim! Afinal de contas, eles são heróis bonzinhos da DC. Se fosse o Hulk, ele provavelmente derrubaria a montanha russa, ou o Wolverine que iria só fumar um charuto e mandar os moleques tomarem no cu.

Zan decide então desligar a alavanca de força. Afinal de contas, ele não deixaria a oportunidade de segurar numa alavanca.


Só que os controles estão bem enferrujados, e o esperado acontece...



Zan, sua besta.


Enquanto isso, Jayna dá uma olhada na caixa de força, que está trancada. E não tem como abri-la.

Por isso mostrei aquela imagem da chave caindo. Pôrra! Certamente a chave deve estar logo abaixo da caixa, era só olhar ao redor para encontrá-la de desligar a montanha russa! Puta merda, Jayna! Pensei que era só esse penteado de cocô na sua cabeça, mas parece que dentro dela é a mesma coisa.

Se bem que, ao olhar essa imagem novamente... Dá pra perceber que Jayna é bem dotada mesmo! Tudo bem que lembram os peitos triangulares da Lara Croft no primeiro Tomb Raider, mas tá valendo.


Qual foi? Sim, eu sei... É ridículo... Mas não podemos discutir que a Jayna é o mais agradável de se ver nesse episódio tosco.

Enquanto isso, a montanha russa começa a ceder. Afinal de contas, uma montanha russa de madeira mostra como não foi bem construída, ainda mais considerando que o gordo deve estar acima do limite de peso permitido no brinquedo.


Agora quem se caga nas calças é o punk, se arrependendo da brincadeira. Bem feito, seu mané! Pra aprender a não ficar zoando o gordinho, vai agora empacotar que nem um presunto.


Diante de tudo isso, Zan manda Gleek ir até a Sala da Justiça pra buscar o Átomo. Podia chamar qualquer outro herói, mas o roteiro dizia que nesse episódio só podiam aparecer heróis que ninguém nunca fazia idéia que existiam. 


Deixa eu dar uma pausa aqui. Se você acompanha os episódios dos Super Amigos, deve ter visto que normalmente comunicação não é muito problema, apesar das histórias serem lá da década de 70. Todos eles têm algum tipo de comunicador, os próprios Super Gêmeos tinham o Teen Trouble Alert pra avisar quando adolescentes estivessem fazendo merda. Pela madrugada, até mesmo alguns meros civis, ao solicitar ajuda aos Super Amigos usavam algo como um videofone...

Mas mesmo assim, Zan acha mais prudente mandar um macaco sair correndo pela cidade a pé, o que vai levar mais tempo, correndo o risco de ser atropelado por um caminhão ou ser preso pela carrocinha, pra avisar outro colega super herói. 


Sem falar que Gleek é um idiota de tão burro.

Os Super Gêmeos decidem então tentar mais uma transformação. Não, dessa vez eles tentam algo mais original que a manjada dupla águia e água...


... mas algo mais tosco, como um carrinho de gelo e uma morsa. A intenção é boa, com Jayna usando os seus dentes de morsa para pegar o carrinho.


Só que se esquecem de que o gordinho é pesado demais, de forma que o engate se quebra, lançando o bostinha em velocidade ainda maior. Não adianta, até aqui gordo só se fode.


Nesse meio tempo, Gleek chegou na Sala da Justiça, que está vazia. Acho que os outros heróis saíram pra comer pizza. Felizmente, o Átomo estava escondido atrás de uma estante e se esqueceram dele. O pequeno herói surge então, entrando no ouvido de Gleek.


Eca! Que nojo! Pombas Átomo, deve estar tudo cheio de ceroto de macaco ali dentro, que porcaria! Pra que o sem vergonha quis bancar um cotonete humano?

Gleek, logicamente, sofre dos mesmos problemas de fala de outros animais do universo Hanna Barbera, e só é capaz de gesticular coisas bizarras. 


O Átomo imagina que o primata está avisando de algum perigo, ou que ele precisa de uns trocados para comprar banana na esquina. Como o pequeno Super Amigo não tem dinheiro por ser do tamanho de uma carteira, ele imagina ser a primeira opção e o segue.

De volta no parque, os Super Gêmeos salvaram já os dois punks. Mas em vez de tentar novamente o plano da morsa e do carrinho de gelo, eles estão ali conversando com os dois rapazes, aparentemente sem se preocupar com o fato de que o nerd gordinho ainda está lá, andando de um lado para o outro na montanha russa descontrolada.


Imagino que eles estavam pensando que já estavam no lucro, três pessoas em apuros e duas salvas, já era mais de 50%. E ninguém iria sentir a falta de mais um gordinho seboso. E destaque para a über fivela do cara da ponta, deve ter pego esse cinto do Hulk.

Eles só voltam a realidade quando parte do trilho despenca, o que significa que logo mais o gordinho vai voar que nem um pássaro. Ou cair como uma pedra. Ou ambos.


Em vez de sair correndo para evitarem a acusação de homicídio, os dois moleques ficam ali, desesperados, se arrependendo do ocorrido. Por sua vez, os Super Gêmeos ficam só olhando, sem fazer nada.


Pombas, por que não se transformar mais uma vez? Tipo, o Zan virar um trilho de gelo para fechar o gap, ou Jayna virar um condor para pegar o gordinho, qualquer coisa!


Eles tentam abrir a caixa de força, e nessa hora chega o Átomo, pronto para salvar o dia.


Com direito a uma animaçãozinha tosca, como se ele fosse um átomo rodeado de elétrons, enquanto o narrador fala de seus poderes.

Átomo então usa seu poder para ficar ainda menor, e dessa forma ele pode entrar pelo buraco da fechadura. Truque que ele praticou bastante na Sala da Justiça, para entrar no banheiro enquanto a Mulher Maravilha tomava banho.


Cabe então ao Pequeno Polegar... quer dizer, Átomo, desligar os fusíveis da caixa de força. Não consigo deixar de rir dessa cena, onde ele faz o maior esforço para desatarraxar os fusíveis, imensos para ele.


Os Super Gêmeos ficam impacientes, berrando para a caixa, e dizendo que se o Átomo não conseguir será tudo culpa dele, e ele terá que passar o resto da vida preso em uma jarra de geléia de framboesa no fundo de uma geladeira.


De fato, o Átomo não poderia ter sido mais azarado, pois logo o último fusível que ele decidiu tirar era o que desligava a montanha russa.


De quebra, ele ainda leva um tombo à la Três Patetas. Ia ser muito irônico se ele morresse atropelado por um fusível. E por algum motivo existem quatro buracos, mas só três fusíveis. 


E tudo foi bem a tempo, tão logo o fusível é retirado, o carrinho onde o gordo estava pára, logicamente alguns poucos centímetros antes do buraco e dele virar panqueca.


Podemos perceber que inércia e gravidade são conceitos que foram mandados pra escanteio nesse desenho, pois o carrinho consegue parar na hora apesar de estar em alta velocidade, e não continua seguindo, apesar do trilho inclinado para baixo. Nada como um desenho animado para emburrecer a criançada quanto a conceitos da física clássica.

Todos felizes, tudo resolvido, chegou então a manjada hora da lição de moral. Os Super Amigos dão um mega esporro nos garotos, dizendo que foi uma burrice o que eles fizeram, que não se deve andar em uma montanha russa condenada, e que essa coisa de gangue é coisa de boiola.


Reparem como o Átomo aproveita a oportunidade para fingir que é um emblema de capô.

O gordo pede desculpas pelo ocorrido, que ele queria fazer alguma coisa pra provar que é macho, já que no chuveiro do vestiário todo mundo viu seu pintinho e desde então ele foi zoado por todos, e por isso ele quis entrar para uma gangue.


Nessa hora o Átomo manda o gordo tomar no cu, pra deixar de ser babaca, que por mais que ele fosse... penianamente prejudicado, certamente não estava na mesma situação que ele. Afinal de contas, ser um herói de 15 centímetros de altura tem desvantagens muito grandes com as mulheres... Isso faz o gordinho se sentir melhor, e os punks seguram o riso pra não dizer que o Átomo precisa usar uma pinça pra mijar.


Tá bom, chega de piadinhas...

Enfim, os pôrras dos punks dizem que sentem muito, que agiram errado, e ficam todos amiguinhos do gordinho. Até parece que o negócio é sério, se fosse no mundo real, eles já teriam fugido faz tempo, e teriam coberto o nerd de porrada, depois de aplicar um cuecão atômico e jogar bosta de cachorro na cara dele.


E os Super Gêmeos fazem o fechamento, dizendo que existem outras qualidades que devem ser valorizadas para fazer um clubinho, e todos podem ser Super Amiguinhos. The End.

Um comentário:

Haitou disse...

kkkk, muito bom, sempre rio muito com esses posts de "reviews". no aguardo da terceira parte dos aventureiros do bairro proibido.