terça-feira, 6 de agosto de 2013

As japinhas da Manchete

Bom, vamos para mais um post de listas aqui no site. Fazer listas é algo bem legal, pois não preciso fazer um texto com início, meio e fim, é só escolher um assunto, e depois escolher 5 ou 10 itens de destaque e colocá-los aqui, em ordem ou não. Ou então algum número qualquer, às vezes fico sem vontade de deixar um ou dois de fora. E sempre é assunto para discussões, sempre vai aparecer alguém criticando as minhas escolhas...

E dessa vez, para variar um pouco, o tema principal da lista é sobre...


É, pra variar mesmo... Às vezes acho que tenho problemas...

Enfim, mas prometo que essa lista não vai ser apelativa, muito pelo contrário, será bem legal pois vai nos levar lá para uns 20 anos atrás, numa época em que tínhamos na Rede Manchete uma grande legião de super-heróis japoneses. Eu, assim como muitos outros que viveram suas infâncias e adolescências nos anos 80 e 90 (a época com as melhores produções culturais da história), adorava assistir aos nossos amigos de olhos puxados, lutando contra criaturas do mal e monstrengos gigantescos em suas naves-robô transformers.

Bons tempos... Se você é mais novo e não sabe quem eram Jaspion, Changeman e Jiraya, e os únicos heróis coloridos que conhecem são os estúpidos Power Rangers, está na hora de aprender um pouco sobre as nostálgicas séries japonesas. Vá no YouTube e veja alguns episódios, e me diga o que acha...

Enfim... Como um bom garoto vivendo nos anos 90, porradaria sempre foi algo que gostei, e por isso me tornei fã dos seriados japoneses. Mas também havia algo agradável de se ver, e eram as heroínas (e até algumas vilãs) desses programas. Numa idade e numa época na qual meninos e meninas na escola ficavam um com nojo do outro, nada como me deixar ser encantado por umas belas meninas de olhinhos puxados. Difícil não ficar apaixonado, por aquelas japonesinhas lindas e meigas, ainda mais sabendo que elas sabiam lutar como ninjas e detonar monstros espaciais. Era o sonho de qualquer menino!

Pensando nisso, vamos para a nossa sessão nostalgia, listando aqui as personagens mais lindas e encantadoras dos seriados japoneses que eu assistia. Não gosto de classificar, poderia cometer alguma injustiça, então vamos seguindo uma certa ordem cronológica com as heroínas japonesas...

Anri (Jaspion)
Kiyomi Tsukada


Já começamos bem, com a simpática andróide companheira de Jaspion. Sempre a achei muito bonitinha e simpática, embora o papel nesse seriado a fazia posar como uma boba na maioria das vezes, como nas horas que ela dava um tilt e ficava com a cara torta. Mas não podemos deixar de notar a sua beleza, ainda mais com aquela roupinha vermelha.


De bônus, uma foto da atriz Kyiomi Tsukada, usando um biquini. Claro, preciso lembrar para a juventude que lá nos anos 80 os biquinis eram um pouco mais comportados do que hoje, e as japonesas não eram tão curvilíneas como atualmente. Mas mesmo assim, muito bonita mesmo...


Ah, e não adianta me pedir para colocar uma foto da famosa cena em que a Anri aparece pelada! Vai fuçar um pouco no Goggle, seu pervertido!

Sayaka, a Change Mermaid (Changeman)
Hiroko Nishimoto


Changeman sempre foi um dos meus favoritos. Foi o primeiro seriado japonês com o manjado time de 5 heróis a passar por aqui, sempre liderados pelo vermelho. E nele fomos apresentados à meiga Sayaka, a Change Mermaid. Sempre simpática e sorridente, sem dúvida se destacava por andar sempre de saia curtinha, exibindo um belo par de pernas... E tinham até aqueles momentos nos quais ela dava cambalhotas e chutes, mostrando um pouco sua calcinha (embora calçona fosse o termo mais adequado).


Como a Anri, ela chegou a posar para algumas fotos de biquini antes de atuar em Changeman. Sinceramente, é bonitinha sim, mas prefiro mais a amiga do Jaspion.



Sara, a Yellow Flash (Flashman)Yoko Nakamura


Flashman foi a sequência direta de Changeman, e tinha uma história bem interessante, com os bebês que eram levados para fora da Terra, e que voltam 20 anos depois. Seguindo a mesma premissa de 3 garotos e 2 garotas, o destaque ficava para a super doce Sara. Muito, mas muito gracinha, toda meiga e sorridente, quando aparecia surgiam arco-íris ao seu redor de tão fofa que era essa gatinha.


Sem falar que seu figurino era demais! Como a Sayaka, Sara deixava suas lindas pernas de fora. Diria que ela é uma das minhas heroínas japonesas favoritas.

Mai Aoki (Metalder)
Hiroko Aota


Não estava entre os meus seriados japoneses favoritos, mas tinha até uma história interessante e original, onde o personagem principal era um andróide criado na Segunda Guerra para defender o Japão, mas que só viria a ser usado depois para enfrentar uma ameaça alienígena. Um dos poucos que não passava na Manchete, acho que foi uma tentativa da Bandeirantes de enfrentar a emissora do M voador...


A verdade é que só me lembrei desse seriado em função da amiga do protagonista, a fotógrafa Mai. Simplesmente uma princesinha, muito linda e simpática! Não iria deixar ela de fora da lista, embora não me lembre de ter assistido sequer um episódio de Metalder, ainda mais depois dessa fotinho show de bola... Muito fofinha!



Kei Yamashi, a Himenin Emiha (Jiraya)Megumi Sekiguti


Jiraya era um seriado muito louco! Ninjas modernos, dirigindo carros, os inimigos mais toscos e de quebra um cavaleiro britânico perdido no meio da série! Sim, esse é tão absurdo que vai até entrar de penetra na postagem das meninas, lembra do Barão Owl?

Enfim, mas em Jiraya haviam também umas atrizes bem gatinhas, e o exemplo de maior destaque era a sua irmã Kei. Também tinha uma armadura igual a do Jiraya e o ajudava nas lutas, mas por baixo do capacete estava uma gatinha super meiga e delicada.


E, sejamos sinceros... Esse sorrisinho meigo e delicado é irresistível, não acha?


Reia Yagyu, a Kinin Reiha (Jiraya)
Tomoko Taya


Bem, podia ser que Jiraya era mais absurdo que um rinoceronte usando fraldas, mas temos que admitir que em termos de presença feminina estava bem servido. Kinin Reiha era uma das aliadas do ninja, embora não estava sempre lutando ao lado dele, era como uma coadjuvante de luxo. Bem bonita e jeitosa a menina, embora em todo o seriado ela escondia seu simpático rostinho por trás de sua máscara.


Bom, aqui vai ela um pouco mais desinibida, a atriz Tomoko foi outra que aderiu às fotos de biquini...



Tomoko Uesugi (Cybercps)Mika Chiba


Chegamos a última da lista, na ordem cronológica pelo menos, pois a super maravilhosa Oficial Tomoko de Cybercops é disparada a número 1. Não é à toa que ela é tida por muitos como a mais bela atriz de séries de heróis japoneses... Começou na série ainda com 16 anos!


Ela faz todo aquele estilo de menina pequena e frágil, porém a baixinha era enfezada e sabia lutar contra os inimigos, mesmo não tendo uma armadura como seus colegas. E tudo isso sem perder o charme e a delicadeza. E a atriz, a linda Mika Chiba, ainda era a cantora de uma das músicas-tema da série.

Bom, chegamos ao fim da lista de heroínas... Mas fazendo as contas, consegui juntar 7 garotas que atuaram nas séries que eu assistia (tudo bem, fora a gracinha que atua em Metalder, mas pelo menos era da mesma época). Para não ficar um número assim quebrado, vamos voltar na ordem inversa, mas agora passando por algumas das vilãs da série. Sim, não eram apenas as heroínas que me agradavam aos olhos...

Nefer (Flashman)
Sayoko Hagiwara


Era uma das principais inimigas dos Flashman. Ao contrário de muitos vilões, que não passavam de imitações baratas dos Trapalhões e que sempre bolavam os planos mais cretinos, Nefer era bem mais estratégica e ardilosa. Poderia dizer que ela era quase como a Baronesa, dos G.I.Joe...


Podia ser até uma vilã, mas tinha um rostinho lindo... E soma-se a isso vestir uma roupa de oncinha bem justa... Fantástico! Tanto que ela depois veio a atuar em uma série depois, dessa vez como heroína. E ela foi uma das que protagonizou os ensaios mais picantes (embora ainda bem comportados).


Sayoko também é considerada uma das atrizes mais bonitas desse tipo de seriado, juntamente com sua colega de Flashman, a Yoko Nakamura. Aliás, achei linda essa foto dos bastidores, onde as duas estão juntas!



Rainha Ahames (Changeman)
Fukumi Kuroda


Outra vilã clássica, a Rainha Ahames parecia rivalizar com Sayaka para ver quem tinha a saia mais curtinha de Changeman. Também era uma vilã bem malvada e estratégica, como Nefer, a ponto de competir com o babaquara do Giluke pelo comando dos bandidos. Ahames fazia aquele papel de vilã egoísta, a ponto de fazer de tudo para derrubá-lo.


Depois que ela se fortalece, ganha um visual bem mais sexy, com uma roupa toda prateada e a já citada saia curtinha...

Purima (Jaspion)
Misa Nirei


Lembra dela? A feiticeira que usava uma bola de cristal nas mãos e um chapéu em formato de bola na cabeça, sempre acompanhada de sua amiga, aquela que se vestia de diabinha e tinha uma zarabatana. Purima atuou em boa parte da série, como uma das guarda-costas do vilão MacGaren.


Podia ser até uma vilã relativamente coadjuvante, Purima não tinha o mesmo status de Nefer e Ahames, e mesmo em Jaspion ficava em segundo plano devido às bruxas (lembra daquela doida que cantava Berebekan Katabanda?). Mas tinha um rostinho tão meigo! Arrisco dizer que ela é uma das mais bonitas de todas as atrizes, só perdendo para o trio Tomoko, Sara e Sayaka. Muito lindinha!

Bônus: Kimberly, a Pink Ranger (Power Rangers)
Amy Jo Johnson


Peraí! Como assim? Você pode estar se perguntando, por que diabos estou citando aqui uma atriz americana, em uma postagem direcionada para as heroínas japonesas dos seriados da Manchete! Essa ainda por cima só apareceu na Globo, e nem nome japonês ela tem...


Mas diria que ela vale o registro, já que de certa forma tem algo a ver com o tema. Uma das protagonistas da cretina e insuportável adaptação americana de um seriado japonês, a simpática Amy era a única coisa de bom na série, e por isso merece pelo menos aparecer aqui na lista como convidada especial.

Como saideira, mais uma tosqueira do Jiraya... Puta merda, esse seriado era bizonho, olha só o quarteto abaixo, é de dar inveja ao Didi, Dedé, Mussum e Zacarias...


Desculpa o termo, mas... Caralho! Além do cavaleiro medieval, tem um projeto de ninja vestido com um lençol de hospital, um motoqueiro representando as sérias restrições orçamentárias e um maluco do Klu-Klux-Klan! Pior que isso, não dá!

10 comentários:

Fragata disse...

Cara, a Kimberly realmente não poderia faltar, hoje todo mundo pode ter birra de Power Rangers que copiam Super Sentai, etc. mas nos anos 90, todo mundo vibrava cantando aquela musiquinha e babava pela Kimberly, era a perfeita namoradinha que todo garoto queria xDD

Texugo disse...

Valeu pela visita! É verdade, a Kimberly era muito gracinha, toda cuti-cuti e meiga. Embora eu ainda fosse mais fá da Sara dos Flashman, a Power Ranger rosa não fica muito atrás.

Marcos Ramones disse...

Bons tempos,meu camarada! E quanta mulher bonita junta. Putz, cara eu era apaixonado pela Kilza e pela Purima,hahaha. Good times. Valeu, abraço.

Anônimo disse...

muitas pessoas falam que nao devemos viver do passado mais como eu gostaria que voltasse todas essas series nao perdia um cpitulo muitas japonesas lindas mais as minhas duas preferidas sao a diana e helen da serie spielvan diana e linda muito linda

Anônimo disse...

Faltou a Naomi Morinaga, a Hellen da série Spielvan.

caio henrique disse...

Faltou a Yoko de Jiban

Anônimo disse...

A minha preferida é a Purima(Misa Nirei).

Anônimo disse...

Tem a Junko Fujino(Mami Nakanishi) do seriado Winspector também

fabinhocmf disse...

Minhas duas paixões eram a Sara (Yellow Flash) e a Miki Momozono(Goggle Pink). Essa última, rapaz...

CJ disse...

Bizarra era aquela vilã do Changeman,que falava com voz de homem,e bem grave!