sexta-feira, 18 de maio de 2012

Allen Gregory

Não resta dúvidas que a rede de televisão Fox é bem conhecida por suas produções animadas voltadas para o público adulto, desde a época que uma certa família amarela abriu as portas de sua casa em Springfield há 23 anos. Faz a gente pensar, mais de duas décadas e os Simpsons continuam aí alegrando nossas noites de domingo, tudo bem que, na minha opinião, não com a mesma acidez e humor daqueles episódios clássicos, mas certamente sendo uma atração divertida e gostosa de ver antes de encarar uma semana de trabalho.


Claro, não apenas os Simpsons merecem destaque. Podemos citar também o hilário Futurama, que embora não veio a ter o mesmo sucesso do que os Simpsons, certamente traz umas piadas bem engraçadas, principalmente mostrando aquelas possibilidades bizarras de coisas do futuro.


Outra série animada da Fox legal é o King of the Hill, que recebeu aqui o nome de O Rei do Pedaço, contando as histórias daquela curiosa e conservadora família do Texas, com o Hank Hill e seu exarcebado interesse por gás propano, e o moleque Bobby sempre se envolvendo em encrencas...


Aliás, você provavelmente deve saber que o King of The Hill é do mesmo criador dos irreverentes filhos da puta do Beavis e Butt-Head, certo? Inclusive havia lá nos desenhos deles um vizinho que era bem parecido com o Hank Hill, não só a expressão de bocó, mas a voz e até mesmo o interesse por gás. A única diferença é que ele era mais fã de butano do que de propano...


Por falar nisso, você sabia que a diferença entre propano e butano está apenas na presença de mais uma molécula de carbono? Ambos são hidrocarbonetos, compostos por moléculas interligadas de carbono e hidrogênio, sendo que no propano tem-se três átomos de carbono, e o butano tem quatro...


Puta merda, vamos parar por aqui com essa aula de Química, agora me superei em fugir do assunto total! Continuemos...

Por fim, as animações da Fox possuem também um trio de famílias desajustadas, todas de um mesmo criador, e que fazem um humor ainda mais pesado. Começou com o Family Guy, com o hilário Peter Griffin e sua família desajustada, incluindo um cachorro falante e liberal e um bebê que alterna momentos de psicótico violento e gay enrustido; depois veio American Dad, onde temos o agente da CIA Stan e uma outra família desajustada, que inclui até mesmo um peixe dourado de sotaque alemão e um alienígena desastrado; e finalmente teve o The Cleveland Show, onde pegaram um dos amigos do Peter Griffin e fizeram uma série própria, onde ele se reencontra com sua namorada do colégio, se juntando assim a sua família igualmente desajustada. 


Todos esses desenhos podem ser vistos hoje por aqui, apenas os Simpsons e o Futurama que permanecem no canal principal, enquanto que os demais podem ser vistos no FX, canal filhote da Fox. E é justamente por causa de alguns recentes anúncios e propagandas no FX que vim para essa postagem...

Nas últimas semanas, vem sendo anunciada de maneira insistente e repetitiva duas novas séries animadas do canal. Entenda como insistente e repetitiva o fato de que em todos os intervalos comerciais surgem propagandas e chamadas a respeito desses dois novos desenhos, que já os decorei de cabeça, criando toda uma expectativa imensa sobre suas estréias. Uma delas se chama Napoleon Dynamite, que me parecer ser uma boa duma merda... Mas certamente não deve ser pior que o monte de bosta que é essa atrocidade chamada Allen Gregory...


Sério, só de olhar para a cara desse bostinha nas propagandas, que dá o nome à série, tenho vontade de pegar minha TV e jogá-la pela janela. Sinto a mesma ânsia de vômito que tenho quando a voz insuportável da Maria Gadú chega aos meus pobres ouvidos. Dá vontade de gritar de desespero como quando coloco a televisão sem querer no Faustão ou Raul Gil. É tão desagradável como entrar em um banheiro público ou ter seus testículos mordidos por uma ratazana de esgoto. Como diria o Capitão Xavier... quer dizer, Picard:


Maior pinta de viadinho desse moleque, puta que pariu! Allen Gregory parece aquele seu amigo bostinha da escola, todo metidinho a besta, que acha que arrota caviar e que é melhor que todo mundo. Sem falar que alopraram também na hora de bolar a sua família. Tá certo que um cão falante, um alienígena da área 51 ou um vizinho urso cristão são loucuras... Mas aqui tentaram bancar os "mudernos", colocando um casal de gays como pais de Allen e sua irmã adotiva cambodjana (sei lá se é assim que se escreve).


Agora, o que me deixa mais puto dentro das calças é o seguinte: é feita uma puta propaganda dessa merda, ganha destaque na programação, nos martelam na cabeça que Allen Gregory está vindo aí... Como se estivéssemos falando de um desenho fantabuloso, que vai revolucionar a história da animação, que vai colocar os Simpsons no chinelo, que mal nasceu e vai ganhar todos prêmios possíveis e imagináveis da televisão...

...

...

...

...

...

E a série já foi cancelada depois de sete episódios.

SETE EPISÓDIOS!!!

Me perdoe o palavreado, mas vão se fuder, bando de filhos da puta de merda! Pra pôrra, bando de corno desgraçado! Como é que me fazem essa mega divulgação de uma sériezinha de merda que não durou nem dez episódios e já foi cancelada, cacete? Não deviam nem passar essa bosta, se essa droga não conseguiu nem durar dois meses não deve ser à toa, esse Allen Gregory deve ser algo sofrível de se ver. Ou mesmo que colocassem na programação, mas pra quê dar todo esse destaque? É foda..

Pra fechar, será que eu sou o único que percebi um enorme grau de semelhança entre o bostinha do Allen Gregory e o Elton John?


Nenhum comentário: