segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

Pau do índio???

Época de Carnaval, e muita gente tira folga nesses dias. E parece que lá no site do BOL a situação não deve estar diferente, e com isso colocaram o estagiário pra preparar as notícias que aparecem na página inicial. A idéia era escrever algo sobre as gírias comuns do Carnaval, e dentre dezenas de termos bizarros, o camarada teve que escolher o mais tosco...


Pombas, coitado do índio... Nem no carnaval deixam o pau dele em paz...

Dá um beijinho?

Apenas como cultura totalmente inútil, "pau do índio" é uma bebida de Carnaval que fazem em Olinda. Ou seja, durante quatro dias o sujeito pode dizer que vai tomar um pau de índio e não ser motivo de zoação... O mais engraçado é a descrição dos ingredientes, segundo o próprio site:

"... Uma bebida alcoólica mística que mistura mel, aguardente, ervas aromáticas, açúcar, aroma natural e corante. Ela foi criada por Cardoso e tem sua fórmula mantida sobre sigilo."

Pra começar, fica evidente que foi um estag quem escreveu, pois "sobre sigilo" não existe aqui e nem na puta que pariu, é SOB sigilo, pôrra! Depois, quem diabos é Cardoso? Vai se danar, como se fosse um grande nome, não faço a menor idéia de quem é esse puto. Se é uma bebida mística, o sujeito deve ser um curandeiro ou pajé, conhecido apenas lá no seu meio...

E, por fim, fico me perguntando uma coisa, sobre essa tal bebida pau de índio: aroma natural de quê? Melhor nem pensar nisso...


Nenhum comentário: