sexta-feira, 29 de abril de 2011

Casamento Real


Não se fala de mais nada hoje... O casamento do príncipe William com a plebéia Kate Middleton. Hoje de manhã até mesmo canais como a Rede TV estavam passando na íntegra todos os detalhes daquele que está sendo chamado o casamento do século, embora o século XXI mal tenha começado... Se bem que 2012 vem aí, então...

Enfim, não tenho muito o que comentar a respeito de toda essa festança, até porque não me sinto muito animado para isso... Lembra que eu falei algum tempo atrás que esse humilde texugo estava com boas expectativas, que esperava que se concretizassem? Bom, acabou que uma vez mais quebrei a cara... Já deu pra imaginar que essa esperança toda tinha alguma coisa a ver com uma garota, não é? E foi mesmo, por isso o desânimo ao ver a felicidade do casal real quando me dou conta que estou sozinho... Curioso até como de certa forma todo esse momento feliz e de grandes expectativas que eu estava passando até pouco tempo tinha uma certa ligação com a história da família real britânica (com a história do bisavô do príncipe William para ser mais exato), mas vamos deixando isso de lado, pois águas passadas não movem moinho...

Mas mesmo com todo esse clima mais amargo que suco de couve com repolho que estou passando, não tem como abstrair totalmente o casamento real de hoje. Realmente parece mais uma história de contos de fadas, com o príncipe se casando com uma garota de fora da realeza, algo não muito comum. Provavelmente várias meninas deviam estar suspirando de emoção ao ver tudo isso, achando linda toda essa história de amor. Claro, queria ver se elas estariam pensando o mesmo se o príncipe tivesse a cara do Martin Feldman...

Porém eu mesmo confesso que o mais novo casal real é até bem simpático... Kate, ou melhor, agora a princesa Catherine, é doce e simpática, não tendo a cara fria e emburrada da rainha Elizabeth, e o príncipe William embora tímido parece ser mais decente e correto do que o orelhudo do príncipe Charles. Arrisco dizer que o casal tem toda a simpatia e carisma que a saudosa Lady Di tinha, e a princesa Catherine certamente será muito amada pelo seu povo.


Aliás, princesa o caramba! Na verdade, ela não se tornou princesa, já que hoje cedo William foi condecorado como Duque de Cambridge, e por consequência ela passa a ser a Duquesa de Cambridge. Isso, o Texugo Maluco também é cultura!

"Duke, duke... Duke of Earl..."

Tudo bem que todos que estavam lá na frente do palácio ou assistindo pela televisão esperavam que o príncipe desse um beijo mais maneiro em sua esposa, não é? Pombas, coitada da garota... Estava ali realizando o sonho de muitas mulheres de se tornar uma princesa de verdade, e no momento tão esperado foi só aquela bitoquinha inocente...


Mas o mais interessante, diria até engraçado, são as figuras que aparecem nas festividades. Tudo bem, sabemos que a realeza britânica tem uma série de frescuras e protocolos a serem seguidos, um mais estúpido e enjoado do que o outro (vide a expressão emburrada do casal em diversos momento), mas que até renderam seus momentos descontraídos. Como por exemplo quando um dos sujeitos fantasiado de soldadinho de chumbo levou um mega tombaço, literalmente caindo do cavalo. Segundo fontes, o cavaleiro só teve o seu orgulho ferido, e será zoado pelos seus amigos até o final dos seus dias por ter pago um mico real hoje...

Fuuuuuu....

Vários convidados estiveram presentes, incluindo o jogador de futebol / metrossexual David Beckham e sua esposa a ex-spice girl Victoria (que parecia estar indo a um enterro) e o nadador australiano Ian Thorpe. Mas o mais curioso foi o cantor Elton John, grande amigo da mãe de William, que estava lá com o seu companheiro. Afinal de contas, com todo o conservadorismo da Igreja, ninguém achou nada demais o cantor aparecer lá com o "macho" dele? Pelo menos ele não se vestiu feito uma cartomante, se resumindo a uma discreta gravata rosa.

Elton John entre seu homem e o Coronel Mostarda

E tem uma coisa mais: ali havia a maior concentração de chapéus ridículos por metro quadrado! Puta que pariu, era cada um mais bizarro que o outro! Por que diabos a mulherada gosta de usar essas atrocidades em suas cabeças, acham que isso é chique? Seria muito melhor se não colocassem nada, muito mais elegante estar com os cabelos à mostra do que colocar uma trapizonga cheia de penas na cabeça.

Parece um auto-falante esse chapéu

O chapéu mais bizarro na minha opinião foi esse daqui, usado pela princesa Beatrice. Brincadeira, mais parece um pretzel essa bosta!

Mas convenhamos... Chapéu a parte, até que essa princesa é bonitinha... Será que ela não toparia um beijinho aqui no texugo para ver se ele vira um príncipe?

Nenhum comentário: