segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Tu é louco, Loco Abreu!


Ontem o Botafogo mostrou mais uma vez sua força! Depois de um amargo empate com o Bangu, o alvinegro meteu a porrada no Florminense, rumo à liderança do grupo e a mais um título! Não interessa se o tricolor é o atual campeão brasileiro e tem o artilheiro do campeonato... O Fogão não é mole não!

Não foi fácil, ontem o Fluminense jogou como os mulambos: entrou em campo com 12, um deles vestido de preto e com um apito na boca. E também tinha outro vestido com a camisa tricolor que estava louco para apitar o jogo... Sério, eu nunca achei o Fred um jogador espetacular, mas a partir do clássico de ontem eu desprezo esse filho da puta pra caramba! Baita dum reclamão, ficava toda hora gritando e xingando. Qualquer toquezinho que o jogador do Botafogo dava, saía chorando que nem uma bichona. Sério Fred, vai tomar no cu, seu escroto! Deixa de ser viado e aprende a jogar bola.

Tenta aprender com o Renato Cajá, o cara tá se mostrando como digno da camisa 10. Golaço de falta, uma bola no travessão e um passe açucarado para o gol da vitória do Herrera. Sem falar em um golaço vindo de um chute da intermediária, em que a bola bateu no travessão, quicou dentro do gol e saiu. Mas que não foi validado... Claro, começo a pensar que os juízes do carioca são ensinados para que em lances duvidosos em um jogo do Botafogo a decisão seja sempre de forma a prejudicar o time alvinegro. Tenho certeza de que se tivesse sido um chute do Florminense, o puto do árbitro teria validado.

E tem mais: o pessoal da federação carioca enche a boca para falar que estão aplicando novas regras em prol do jogo, como o tempo técnico e os auxiliares perto dos gols. Mas do que adianta se tinha um caboclo lá, do lado do gol, se o calhorda finge que não viu a bola entrando. Acho que aquele desgramado ali devia ser é flamenguista...

Outra barbeiragem foi quando o babaca do juíz expulsou o Marcelo Mattos, em um lance que podia até ter sido um pouco mais violento, mas que certamente não era para expulsar direto. Tantos lances piores por parte do time das Laranjeiras e o corno sequer mostrou o amarelo. No final das contas, ele fez isso porque cedeu à pressão do filho da puta do Fred, e para igualar a quantidade de jogadores em campo depois que um tricolor havia sido expulso. Expulso por levar o segundo amarelo, por ter feito uma falta 650 vezes pior que a do Marcelo Mattos.

Para coroar a roubalhiera, foi o segundo gol do Fluminense no final do primeiro tempo. Aquele viadinho do Rafael Moura estava impedido quando Fred cabeceou a bola pra ele. Baita dum viado, ficava fazendo uma coreografia do He-Man depois dos gols. Nem preciso dizer que o He-Man é um exemplo de masculinidade da mesma forma que o Tião Macalé é o tipo de homem com quem as mulheres adoram trocar uns beijos. Sério, esse cara realmente deve gostar de andar com a espada nas costas...

Ora, mas levar a espada nas costas é tão bom!

Mas aí quem deu o ar de sua graça foi o Loco Abreu. Sem brincadeira, arrisco dizer que ontem dezenas de botafoguenses tiveram um infarte graças ao uruguaio. Início do segundo tempo, e ele foi derrubado na área, e para variar um pouco o juiz apitou alguma coisa direito, nos dando o pênalti. E me vem o Loco Abreu cobrar com a cavadinha, mas com efeitos tão bizonhos que me levantei da cadeira e xinguei muito...

Pôrra Loco Abreu, como você faz uma coisa dessas? Foi um chute tão escroto que até eu pegava! O goleiro mal precisou se mexer. A cavadinha tem que ser deixada para momentos especiais como um jogo de Copa do Mundo ou a final contra um time mulambento... Tem que cobrar dessa maneira quando do outro lado está um goleiro incompetente, estúpido, babaca, metido à besta e marginal...

A foto acima é meramente ilustrativa

Nem acreditei quando alguns minutos depois os tricoletes cometeram outro pênalti. Tremi de medo quando vi o uruguaio pegar a bola de novo... Não era possível... Mas para o delírio da torcida alvinegra, dessa vez foi uma meia-cavadinha no canto, indefensável para o goleiro! Explosão da torcida do Botafogo, que alívio, que felicidade! Loco Abreu também devia ter se livrado de um peso nas costas depois de ter perdido o pênalti alguns minutos antes. Com a palavra, o nosso craque:

"Tenho a personalidade que tenho e, por isso, estou aqui no Botafogo. Tenho colhões e tenho raça!"

Agora não pode perder o ritmo, tem que ganhar contra o Macaé para ficar em primeiro no grupo e pegar um confronto contra um time pequeno, já que o Vasco vive um de seus momentos mais vexaminosos da história. E depois é pra partir pra final! Espero que seja contra o Flamerda e o Ronaldinho Gaúcho, pois ser campeão em cima dos mulambos é mais gostoso...

Nenhum comentário: