quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Os amigos de Lula

Notícia fresquinha, vindo do site do jornal o Estadão:


"O presidente dos EUA, Barack Obama, não deverá trazer seu apoio à entrada do Brasil no Conselho de Segurança da ONU como membro permanente durante sua visita ao País, em março. A Casa Branca e a diplomacia americana trabalham para contornar inevitáveis e constrangedoras perguntas da imprensa e para não prejudicar seu projeto de relançar as relações bilaterais (...) Para o governo americano, o Brasil cometeu um "pecado mortal" ao votar contra a resolução do Conselho de Segurança sobre novas sanções ao Irã, em junho.

(...) A iniciativa brasileira teria sido mais grave que a insistente busca pelo acordo nuclear com o Irã porque 'comprometeu a própria credibilidade do sistema' e deu mostras da contaminação das decisões mais sensíveis de política exterior do País pela personalidade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e do ex-chanceler Celso Amorim. (...)"

Provavelmente muitos petralhotários devem estar revoltados com as palavras do Obama, o Número 1. Para essa turma, o nosso ilustre ex-presidente sempre esteve próximo de grandes líderes mundiais, defensores da democracia e profundos admiradores de países como os EUA. As fotos não mentem... Só gente finíssima!


Como dizem, "diga-me com quem andas, e te direi quem és".

Um comentário:

Fusca disse...

Tem toda razão. Diga-me com quem andas (Battisti, Chávez - o chefe de Lulla, tiranos genocidas) e te direi quem és. Os petralhas são aliados políticos até das FARC, logo...