domingo, 8 de novembro de 2009

No escurinho do banheiro...

Um burro montado em um cavalo

Mais uma notícia vinda da próspera e maravilhosa nação bolivariana:


"Ir ao banheiro à noite com uma lanterna ao invés de acender a luz, fazer visitas surpresa às grandes empresas para avaliar o consumo das mesmas e multar quem desperdiçar energia elétrica: estas serão as medidas adotadas para economizar energia na Venezuela, segundo o presidente Hugo Chávez.

'Se você levanta às três da madrugada para ir ao banheiro, compadre, por quê gastar este pouco de luz? Deixe a lanterna ali, na mesa de cabeceira', pediu o presidente."

Sei lá, acho que o Chávez deve estar de sacanagem... Me impressiona como um governo que posa de democrático e defensor do povo vem com uma estupidez como essa. Não sei qual foi a pior pérola, essa de mijar de madrugada com a luz apagada ou a de que as pessoas não podem levar mais de 3 minutos para tomar banho...

Queria saber agora o que petralhas anti-americanos e defensores da "democracia" bolivariana vão dizer. Será que concordam com isso? É como na época de Cuba, onde um monte de esquerdistas de merda ficavam idolatrando a ilha de Castro apesar de todas as mazelas que lá existiam, ignorando o fato de que o povo era obrigado a sobreviver em condicões precárias, logicamente nunca perdendo a chance de criticar também o "capitalismo cruel" dos EUA. Pois muito bem, quero ouvir agora o que os petelhos vão dizer... Só posso garantir uma coisa: se o Obama ou qualquer norte-americano tiver vontade de ir ao banheiro de madrugada, vão poder acender a luz.

Ainda vai aparecer algum boçal dizendo que a Venezuela está dando um exemplo de consciência energética, que as medidas de Chávez são um exemplo que todos no mundo devem seguir, para evitar o desperdício de água e luz. Esses "intelectuais" eu mando à merda! Consciência energética é o cacete! Embora eu seja a favor de medidas que visem evitar o desperdício, não apenas de energia mas também de dinheiro público, o que acontece na Venezuela é necessidade mesmo, o país está fudido, sem energia. Mais uma prova de que a ditadura vermelha de Chávez não funciona, que esse papo de socialismo funciona só no papel mesmo...

Voltando ao tema da mijadinha noturna, imagino que nem todos os venezuelanos vão querer ou poder seguir as recomendações do presidente... E o que seria então dos pobres coitados que são acordados na calada da noite por um aperto na bexiga? Pode ser até que o cara tenha prática na mira no escuro (eu mesmo já fui obrigado a tirar água do joelho em condições luminosas adversas, e nunca tive problema), mas considerando que o sono pode atrapalhar a precisão, só restariam duas opções: ou correr o iminente risco de molhar a beirada do vaso, o chão ou as paredes (dependendo de quão forte for a balançada), ou então o sujeito teria que por um breve momento abrir mão de sua masculinidade e mijar sentado no vaso. Isso mesmo, com essa nova decisão, Chávez vai acabar transformando a Venezuela no maior alvo de piadas de viado desde Pelotas!

E essa do chuveiro também é braba... O Chávez ainda vem dizer que 3 minutos são mais que suficientes, que ele tomou um banho desses e não ficou cheirando mal! Me desculpa, mas tudo na vida é uma questão de referencial... O Chávez não cheira mal, ele fede! É que o focinho dele já está acostumado com o fedor dele, ainda mais depois de uma de suas muitas diarréias verbais. Essa ditadura comunista venezuelana só não fede mais que o Congresso brasileiro, essa é a verdade.

Enfim, o que mais me preocupa é como o nosso ilustre presidente vai agir diante disso, já que sabemos que o Lula é um grande puxa-saco do Chávez e sempre baixa as calças pra ele. Daqui a pouco ele vai vir com o mesmo papo de economia de energia, e o povo vai ter que se virar. Eu pelo menos estou com a consciência tranquila, pois faço a minha parte: sempre desligo o rádio quando começa a Voz do Brasil e a televisão quando tem horário político eleitoral. Economizo energia e a minha paciência!

Nenhum comentário: