quarta-feira, 18 de junho de 2014

Momento Caras

Eu não sou muito de ficar perdendo o meu tempo com notícias de celebridades. Tenho aversão total a coisas como revista Caras, TV Fama e Video Show, acho uma puta superficialidade a mega valorização que a mídia dá para certas pessoas só porque estão em uma novela da Globo ou outro programa de televisão. Especialmente pelo fato de que ultimamente costuma ser uma exaltação de mediocridade, com qualquer sub-celebridade recebendo toda a atenção dos holofotes, quando há problemas e questões mais importantes que deveriam estar sendo divulgadas pelos meios de comunicação.

Por exemplo, em época de Copa vi outro dia uma notícia daquela tal de Andressa Urach, que foi aguardar a chegada do Cristiano Ronaldo, usando a camisa do craque. Até aí nada demais, a não ser pelo fato de que a "camisa" na verdade era uma pintura corporal por cima de seus peitos siliconados.


Tudo bem... Eu não presto, e vou admitir que até acho sexy uma pintura corporal assim bem feita, e embora sejam claramente não naturais, os atributos dela sejam bem agradáveis aos olhos masculinos... Mas o ponto maior é o seguinte: o que diabos é Andressa Urach? Qual a contribuição dela para a sociedade ocidental moderna? O que diabos ela fez de tão importante assim para ter mais espaço nas páginas de notícias do que a roubalheira de nosso governo, o caso da CPI da Petrobras, os recentes problemas da Ucrânia ou a crise que está cada vez maior no Iraque?

Sabe o que ela fez? Como eu comentei em uma postagem algum tempo atrás, ela alegou ter tido um caso com o atacante metrossexual português. Fora isso, ela foi vice em uma competição que elege a melhor bunda do Brasil. 

Na boa... É realmente o fim da picada... 

A mídia está aí para noticiar e divulgar fatos e acontecimentos, me referindo à mídia toda a forma de comunicação que temos hoje, como jornais, revistas, televisão, rádio e internet. Lógico que um meio de comunicação dificilmente vai ter a capacidade de divulgar sobre tudo que acontece, pois acontece coisa pra cacete em todos os cantos, logo não é de se estranhar que venha a se focar em alguma área mais específica, em um assunto em particular. Tipo, o jornal que é mais focado para a área de finanças, a revista que é direcionada a acontecimentos internacionais, o programa de televisão que é destinado ao público adolescente, coisas assim, buscando agradar aos diversos interesses da população. Ainda mais hoje com a globalização e com a internet, fica mais fácil que se tenha acesso a qualquer tipo de informação, de acordo com o seu interesse. Por exemplo, citei ali em cima a situação de quase guerra civil que ocorre na Ucrânia, se a pessoa tiver interesse em ficar por dentro do que está acontecendo, pode de forma relativamente fácil acessar de seu computador a página de um jornal local, que dará mais foco a essa questão em particular do que um jornal brasileiro, onde ultimamente parece que a única coisa que acontece é a Copa.

Perceberam isso? Até alguns meses atrás, você ligava em um telejornal e era meia hora de desgraças, de gente morrendo em filas de hospitais, pessoas sendo assassinadas a sangue frio por bandidos, corrupção no governo... Hoje, parece que tudo isso parou, e no lugar vemos uma matéria de dez minutos falando sobre o novo penteado do Neymar, que parece o Justin Bieber.


Depois falam do Cristiano Ronaldo... Continuemos...

Enfim, cabe aos meios de comunicação divulgarem esses fatos, sempre de forma imparcial e neutra. É importante destacar isso principalmente nesse momento de nosso país, onde só os tolos acreditam que aqui temos uma democracia de fato, com o governo da dentuça sempre procurando formas de controlar a informação, para dar a impressão ao povo otário de que tudo está bem, de que o governo é bonzinho, de que não existe inflação. É só ver as inúmeras propagandas do governo federal, como a escrota "a Copa das Copas", as propagandas que tentam limpar o nome da Petrobras, o controle sobre as redes de televisão, ao exigir programas nacionais, os constantes anúncios da presidente fazendo propaganda política antes da hora... Só não vê quem não quer, ou quem é idiota.

Essa é a sorte de nosso governo, pois sabemos muito bem que o povo brasileiro é idiota, otário, estúpido, burro e alienado. De novo, é só ver a Copa: com a seleção em campo, todo mundo se esquece dos problemas, todo mundo passa a ignorar o que há de errado, tudo fica bem, todo mundo fica alegre. É um dos motivos pelos quais eu não quero que o Brasil ganhe, pois uma vitória da seleção significará com certeza que o povo vai ficar todo feliz e se esquecer das pilantragens dos políticos quando as eleições chegarem.

Mas não é só grandes eventos esportivos que têm essa má influência sobre a população. Outra coisa que distrai as pessoas de coisas realmente importantes são, como eu mencionei acima, as notícias superficiais de celebridades da mídia. Tipo aquelas baboseiras que aparecem no site do Ego, como "fulano e siclana vão à restaurante", "beltrano vai em shopping e compra camisa" ou "fulana posta foto no Instagram dizendo 'bom dia' para fãs". Notícias realmente que contribuem de forma decisiva para tornar a vida das pessoas ainda mais fútil, que não servem de pôrra nenhuma. Mas que ainda assim estão na boca do povo, está no interesse da galera.

É só você fazer um teste, até mesmo com seus amigos. Pergunte alguma coisa mais da atualidade, alguma notícia que realmente seja importante nesse momento (fora Copa do Mundo), ou mesmo alguma coisa que seria de conhecimento básico por parte de qualquer pessoa minimamente instruída. Tipo, considerando típicas notícias recentes, pergunte para seus amigos qual a capital da Ucrânia, e você vai escutar alguns animas que vão dizer Moscou; pergunte quanto é 9 vezes 8 e vai ter gente que vai se enrolar para fazer a conta, muitos sem saber que é 72; pergunte se a baleia é um peixe ou um mamífero, e muitos vão dizer que claro que é um peixe...


Mas se você perguntar que foi o terceiro clocado da quinta edição do BBB, vão saber dizer; se você perguntar qual o nome do filho da Grazi, vão saber; se você perguntar quem faturou a Dança dos Famosos do Faustão, vão saber dizer até com que música ganharam; se você perguntar quem foi o última namorada da Thammy Gretchen, vão saber até o porquê da separação...

É disso que o povo gosta, dessas futilidades... Prefere ficar sabendo com quem o artista da Globo está saindo ou qual o novo penteado da modelo famosa, em vez de se preocupar com assuntos realmente importantes. Até mesmo de sua própria vida: canso de ver pessoas que parecem mais preocupadas em saber como que está a vida dos personagens de sua novela favorita em vez de se preocupar com familiares e amigos. 

Antes fosse só aqui. Lá fora também temos disso, nos EUA existem várias pessoas que buscam aprofundar seus conhecimentos folheando tablóides, com suas notícias bizarras, sobre uma nova aparição do Elvis, sobre o fato de alguém ter visto o Michael Jackson em um mercado, sobre mais uma foto da Paris Hilton sem calcinha ou então alguma notícia sobre a Kim Kardashian.


Tá certo que a mulher é uma über gata, ainda mais com esse generoso decote muito bem preenchido. Mas, convenhamos que ela não passa de um exemplo de sub-celebridade que se tornou famosa só pelo fato de ter tido um vídeo íntimo divulgado.

É disso que o povão gosta. Gosta de escândalos de celebridades, notícias de artistas de novela, novidades do mundo da televisão e outras futilidades sem importância. Se deixando influenciar pelo o que esses meios de comunicação divulgam, se deixando enganar sem cerimônia pela mídia que quer dizer o que a gente tem que pensar, que vestir, que fazer e que gostar. Uma mídia manipuladora, que se interessa em manter o povão burro, alienado e ignorante, que possa ser facilmente controlado. Um povão que, sem valores realmente importantes e mal informado, que é de interesse também de nossos governantes, que só pensam em si mesmos, e que mais querem que o povão seja burro, para assim enganá-los com a falsa impressão de que está tudo bem.

Nenhum comentário: