segunda-feira, 3 de março de 2014

As Gatas do "As Gostosas e os Geeks"

Como eu havia comentado neste post recente, o que mais se tem hoje na televisão são reality shows. Cada um mais bizarro do que o outro, alguns realmente intragáveis como o Big Bosta Brasil, que no final das contas só serve pra Playboy arrumar novas garotas para as capas pelos próximos meses. Não vejo a hora dessa merda acabar, e não ter mais que aturar o povão falando sem parar sobre quem vai pro paredão ou quem pegou quem na última festa do programa.

Não desviando muito do assunto, lá na postagem supra-citada eu havia comentado de existem sim alguns desses programas que eu até consigo assistir, e um deles foi o Beauty and The Geek, que passa aqui no Multishow, normalmente nas manhãs de domingo bem cedo, com o título de "As Gostosas e os Geeks". 


Sim, eu algumas vezes acordo de manhã cedo mesmo no domingo! Que mal tem, caralho? Será que eu tenho que ser como todo mundo, que precisa ficar dormindo até às 11 da manhã no domingo?

Bom, e provavelmente alguns de vocês podem estar achando extremamente ridículo o fato de eu ter simpatizado com esse programa. Podem me sacanear à vontade, eu admito sim que em algumas oportunidades que paro nesse canal pra assistir um pouco, te garanto que não deve ser pior que muita coisa que certas pessoas assistem ou fazem, sem ter a coragem de admitir.

Nesse programa, diversas duplas, compostas tipicamente por um sujeito com pinta de nerd, de aptidões sociais nulas e geralmente mais feio do que um joelho esfolado, e uma garota extremamente linda e extrovertida, mas normalmente burra que nem uma forma de gelo, competem por um prêmio em dinheiro. Tem todos os tipos possíveis e imagináveis, com alcunhas das mais bizarras, como "campeão de cubo mágico", "Betty Boop profisssional", "dono de 25.000 revistas em quadrinhos" e "modelo de cigarros". Em cada episódio as duplas competiam em provas curiosas, onde tentava-se sempre colocar cada grupo em uma situação atípica. Por exemplo, com os geeks tendo que cantar uma música de rap ou as meninas tendo que fazer uma palestra sobre astrofísica. A cada episódio, as duas duplas que tivessem o pior resultado na prova da semana competiam em uma prova de eliminação com um questionário, com os perdedores tendo que sair da casa onde o programa passava.


O que eu acho que me fez achar esse programa interessante é que, apesar de todas as brincadeiras e papagaiadas, é legal ver o crescimento pessoal de todos os participantes ao longo do programa, até porque as provas incentivavam que o casal se ajudasse, tentando contribuir de alguma forma para que seu companheiro ou companheira se preparasse para cada uma das provas, e rompendo certos paradigmas e preconceitos. É legal ver o carinha tímido que nunca havia beijado uma garota ganhar mais confiança e se soltar mais, é legal ver a garota que todo mundo pensa que é superficial perceber que ela é inteligente, é legal ver pessoas que em situações normais se evitariam mutuamente mas que após a convivência no programa criam grandes amizades. Em resumo, de uma forma geral o programa passa uma mensagem de que a primeira impressão nem sempre é a que fica, de que não devemos julgar uma pessoa somente pela aparência ou pelas suas características.

E por eu ser um texugo extremamente tímido, totalmente fora dos padrões de beleza da sociedade e ridiculamente azarado com o sexo oposto, outra razão que certamente me levou a achar esse programa legal era que ele sempre alimentava as minhas esperanças de que um dia pode aparecer uma garota que vai olhar além da primeira impressão ao me conhecer e me dar uma chance... Sei que tá difícil, mas se não tivesse essa esperança já teria me jogado na frente de um trem.


Bom... Mas o verdadeiro motivo que me trouxe a fazer essa postagem não foi divagar de forma deprimente sobre o meu homérico azar com as mulheres, pois eu sei que isso não dá Ibope e não me diverte nem um pouco. Decidi apelar mesmo para a conhecida fórmula de "posts com fotos de mulheres" para dar uma melhorada nas estatísticas aqui do site, e também pelo fato de que realmente muitas das gostosas do programa realmente merecem o título pela beleza sensacional, além de terem se mostrado nos episódios do programa como garotas de bom coração e simpáticas com os geeks, o que as torna ainda mais atraentes para um fudido como eu e provavelmente boa parte dos visitantes daqui.

Sarah Coleman participou da segunda temporada, difícil achar mais fotos dela, mas tem toda a pinta de menina meiguinha. Assistente de dentista, eu quebraria minha boca inteira para ter uma consulta com ela. Bem legalzinha, pra já começarmos bem.


Na terceira temporada ocorreu algo curioso, que foi o carinha que tinha uma parceira muito nojentinha que ficava super íntimo de outra garota, essa bem simpática e educada, a ponto de que eles acabaram se tornando grandes amigos e quase ficaram juntos. A garota simpática é Jennylee Berns, bem atraente, sem ser vulgar. Confesso que torcia muito pra ela ficar com o carinha que gostava dela.



Megan Hauserman participou da mesma temporada, fazia todo estilo de loira burrinha, mas no final era mesmo bem divertida e engraçada de se ver. Ficou famosa ao ganhar um reality show só para ela, sendo que o mais hilário era ela aparecer toda hora com um cachorrinho, como se fosse a Paris Hilton, mas com um pouco mais de doçura.



Claro que outro ponto favorável para ela estar aqui foi o fato dela ter posado pra Playboy... Eu sei, esse texugo aqui não presta...


Na temporada seguinte, teve talvez aquela que acho a mais lindinha, cuti-cuti e doce de toda a série. Natalie Reeves era atendente do Hooters, aquela lanchonete onde as garotas vestem roupas decotadas e shortinho, apesar dela não ter o "porte" típico de suas colegas. Mas ela é sem dúvida muito bonita, com um rostinho encantador.




E embora ela não tenha posado para fotos ao natural, dá pra admirá-la com visuais de tirar o fôlego, com direito a um body-paint...



Podem me chamar de racista, mas eu normalmente não fico muito atraído por mulheres negras, nada contra, simplesmente não me animo. Mas a vencedora dessa temporada, chamada Jasmine Moore, que podia não ser uma das mais atraentes, com um visual de garota normal, mas que era de longe uma das mais simpáticas, toda boazinha e com sua voz delicada.



Sem dúvida a quarta temporada teve a maior concentração de gatas. E a combinação que nunca falha de loira de olhos azuis foi muito bem representada por Hollie Winnard, que era a tal de "Betty Boop" profissional. Que olhos, hein?



E foi outra que nos agraciou com fotos mais calientes em uma revista masculina.


Fechando essa temporada, temos Amanda Hanshaw, dona de um rosto super delicado e olhar sedutor, embora mal tenha durado no programa. Dona de um sorriso bem angelical, diria que era a que mais se destacava nessa temporada.




Embora eu certamente possa estar sendo influenciado pelo fato dela ter protagonizado um ensaio sensacional para a Playboy e por ter um par de bazingas inacreditáveis!




Incrível... E fico impressionado como eu não presto, fico criando postagens só como desculpa pra colocar fotos assim. Está acabando, tem só mais uma temporada.

Na temporada seguinte, pelo menos na minha opinião, o nível caiu bastante, não vi muitas ali agradáveis. Com exceção de Amanda Corey, que é de tirar o fôlego. De longe um dos maiores destaques da série, rivalizando em beleza com sua xará ali de cima.




Não é de se surpreender que ela também tenha suas fotos mais à vontade, pra alegria da marmanjada.



E vamos parando por aqui. Já foram várias gatas, todas elas sensacionais, mas que por mais que tenham sido super simpáticas e carinhosas com os bocós do programa, provavelmente jamais chegariam perto desse texugo sem graça e otário...

Nenhum comentário: